ARENA BRUTA – Rodeio com mais conteúdo

O melhor conteúdo sobre o verdadeiro esporte do Cowboy

WNFR 2013: Round 1 e 2

AS DUAS PRIMEIRAS NOITES DA NFR APRESENTARAM O DOMÍNIO DOS CAMPEÕES MUNDIAIS SHANE PROCTOR, SHERRY CERVI, KAYCEE FEILD E A OUSADIA DE JOVENS TALENTOS COMO CALEB SMIDT E DAKOTA ELDRIGDE, QUE ENTRARAM NA LISTA DE CANDIDATOS AO TÍTULOBlog Arena Bruta

(por Abner Henrique) Teve início na última quinta-feira, 05 de dezembro a NATIONAL FINALS RODEO em Las Vegas. O evento reúne os 15 melhores atletas da temporada de cada modalidade da Professional Rodeo Cowboys Association e define o Campeão Mundial de cada uma delas após 10 noites de competição.

Cada atleta tem direito a uma apresentação por noite, onde os seis melhores ganham premiação. Os oito melhores na soma de pontos ou média de tempos após os 10 dias também tem direito a premiação final, proporcional a colocação. A soma do dinheiro ganho na temporada, mais o dinheiro ganho em Las Vegas define o título em cada modalidade.

Resumo das duas primeiras noites – Round 1 (05/12) e Round 2 (06/12)

BAREBACK (Bareback Riding)

Sem dúvida a modalidade mais disputada desta NFR, com seis premiados campeões ocupando as seis primeiras colocações. Caleb Bennett venceu o Round 1 com 85.50 pontos, enquanto Steven Peebles venceu na segunda noite, com 88.00 pontos. Na classificação do evento, Kaycee Feild lidera, com 171.00 pontos após duas noites. Austin Foss é o segundo, com Caleb Bennett e Will Lowe em terceiro empatados.

Kaycee Feild retomou a liderança no Bareback e busca seu terceiro Título Mundial consecutivo (Foto: Matt Cohen)

Kaycee Feild retomou a liderança no Bareback e busca seu terceiro Título Mundial consecutivo (Foto: Matt Cohen)

Na briga pelo título, Bobby Mote que chegou a Final em primeiro lugar, perdeu a liderança na sexta-feira. Mote não ganhou nenhuma premiação nas duas primeiras noites e está em 12° lugar na classificação da etapa. Kaycee Feild, ficou em quarto na noite de abertura e marcou a segunda melhor nota ontem, indo a US$ 140.306, enquanto Mote permanece com os mesmos US$ 126.187.

BULLDOG (Steer Wrestling)

As duas primeiras noites na modalidade foram dominadas pelo novato Dakota Eldrigde. Com a vitória na sexta-feira e o segundo lugar na noite de abertura, Eldrigde subiu da 15ª para a 4ª colocação no Ranking Mundial. Rookie of the Year no Bulldog em 2012 e participando pela primeira vez da NFR, o competidor de 22 anos se disse confiante para brigar pelo título desta temporada, após um início tão vitorioso em Las Vegas.

A frente de Eldrigde na classificação do mundial estão os veteranos Trevor Knowless, Casey Martin e Matt Reeves, ambos buscando seu primeiro título mundial. Knowless chegou a decisão em segundo lugar, mas assumiu o lugar de Martin na liderança após vencer o primeiro Round. Na ocasião ele marcou 3.1 segundos, o segundo melhor tempo da história desta modalidade na NFR. Porém pela segunda colocação na classificação da etapa, as projeções indicam Matt Reeves como Campeão Mundial se tudo acabasse hoje.

LAÇO EM DUPLA (Team Roping)

Cinco das 15 duplas permanecem sem cometer irregularidades (sem acrescentar penalização ao tempo) e brigam pelo título da etapa. Os irmãos Riley e Brady Minor, que venceram o Round 1, lideram na média geral, com 9.90 segundos acumulados. Clay Tryan e Jade Corkill, mesmo sem vencer nenhum Round pontuaram bem nas duas noites e ocupam a segunda colocação na classificação da NFR.

Clay Tryan e Jade Corkill seguem na liderança do Ranking de “Cabeceiro” e “Pezeiro” com US$ 125.451 e US$ 123.819, respectivamente. Apesar de laçarem juntos, a diferença na premiação dos dois se deve ao fato deles terem competido ao lado de outros parceiros em alguns eventos. O mesmo acontece com Eric Rogers e Cory Petzka, que estão em segundo lugar no Ranking. Pelas projeções, Tryan e Corkill (que é o atual Campeão Mundial entre os pezeiros) levam o título.

SELA AMERICANA (Saddle Bronc)

Muitas mudanças na classificação desta modalidade nas duas primeiras noites da NFR, porém, a liderança segue com Cody Wright. Na quinta-feira, a vitória foi do irmão mais novo do líder, Jake Wright, que com a premiação chegou a terceira colocação do Ranking. Como seu irmão gêmeo, Jesse, era o segundo, os irmãos Wright fizeram história como a primeira família a ocupar as três primeiras posições do Ranking.

Mas este domínio durou até a noite de sexta-feira, quando os cavalos derrubaram nove dos 15 atletas, incluindo os três irmãos Wright. A vitória ontem foi do Campeão Mundial de 2006, Chad Ferley, com 87.50 pontos. Com isso Ferley subiu para a vice-liderança do Ranking, mantendo pouco mais de US$ 16 mil de diferença para Cody Wright. Segundo melhor no Round 2, Cort Scheer lidera a competição com 167.50 pontos em duas montarias e subiu para a terceira posição na classificação do mundial.

Pelas projeções, se tudo terminasse assim, Scheer seria o Campeão Mundial da temporada, devido a premiação que iria ganhar pela vitória na NFR. Em nono na classificação do evento, Cody Wright terminaria na quarta colocação do mundial. Ainda é cedo para fazer previsões e a queda dos irmãos Wright ontem não os tira da briga pelo título, já que pelo nível dos animais poucos competidores conseguem obter nota em mais de sete Round’s.

LAÇO DO BEZERRO (Tie-Down Roping)

A modalidade sempre dominada pelo Bi-Campeão Mundial, Tuf Cooper, tem um novo herói após as duas primeiras noites de competição. Caleb Smidt, Rookie of the Year desta temporada no Laço do Bezerro, seria o Campeão Mundial da modalidade em 2013 se tudo terminasse como está hoje.

Bi-Campeão e líder absoluto da temporada, Tuf Cooper vê seu terceiro título ameaçado após duas noites da NFR (Foto: Tom Donoghue)

Bi-Campeão e líder absoluto da temporada, Tuf Cooper vê seu terceiro título ameaçado após duas noites da NFR (Foto: Tom Donoghue)

Smidt lidera a classificação da NFR ao lado do também novato Randall Carlile, o que lhe daria dinheiro suficiente para ultrapassar Cooper no Ranking Mundial. O atleta ganhou premiação nas duas primeiras noites e subiu da nona para a sexta colocação em números reais (premiação já garantida). A diferença hoje entre Smidt e Cooper é de US$ 44 mil.

Esta reviravolta está sendo possível, porque apesar de não errar em nenhum dos dois Round’s, Tuf Cooper está apenas em nono lugar na classificação do evento. Líder que chegou em Las Vegas com a maior vantagem sobre os concorrentes, Cooper deve se preocupar agora com Shane Hanchey, que venceu o Round 1 e está em segundo lugar na classificação, além de Tyson Durfey, Trevor Brazile, Scott Kormos e Caleb Smidt, seus cinco principais concorrentes no Ranking. Destes, apenas Durfey está pior colocado que Cooper na média do evento.

TRÊS TAMBORES (Barrel Racing)

Líder do Ranking, Sherry Cervi deu passos importantes para seu quarto título mundial ao ser a mais rápida nos dois Round’s até agora. Com 13.77 segundos na primeira noite e 13.66 segundos ontem, Cervi ganhou mais de US$ 37 mil e aumentou consideravelmente sua vantagem para as demais, além de liderar a média da NFR.

Com duas vitórias em duas noites, Sherry Cervi abre vantagem ainda maior em relação a segunda colocada do Ranking (Foto: Matt Cohen)

Com duas vitórias em duas noites, Sherry Cervi abre vantagem ainda maior em relação a segunda colocada do Ranking (Foto: Matt Cohen)

Mary Walker, atual Campeã Mundial e vice-líder do Ranking, derrubou um dos tambores na quinta-feira, o que praticamente lhe tirou as chances de vencer o evento. Na sexta-feira Walker marcou o terceiro melhor tempo e se manteve viva na briga pelo título mundial, apesar da enorme vantagem de Sherry Cervi. A diferença entre as duas que no início da NFR era de US$ 10.300, hoje é de US$ 36.444.

TOUROS (Bull Riding)

Assim como Sherry Cervi, o Campeão Mundial Shane Proctor também dominou as duas primeiras noites da competição. Com duas notas 89.00 pontos, Proctor segue como o único dos 15 competidores da modalidade ainda invicto. Os mais de US$ 37 mil ganhos em duas noites o levaram da 10ª colocação para o terceiro lugar no mundial. O atleta que conquistou o Campeonato Mundial de 2011, mesmo não indo bem na Final, revelou que estas foram suas duas melhores montarias em três participações na NFR.

Em ótima fase, Shane Proctor vence os dois primeiros Round's e se aproxima do líder J.W. Harris após subir 7 posições (Foto: Matt Cohen)

Em ótima fase, Shane Proctor vence os dois primeiros Round’s e se aproxima do líder J.W. Harris após subir 7 posições (Foto: Matt Cohen)

O líder em números reais ainda é J.W. Harris, que mantém US$ 24 mil de vantagem sobre Tyler Smith e Proctor, que estão tecnicamente empatados na segunda posição do Ranking com US$ 113 mil, contra US$ 138 mil do primeiro colocado.  Mas como Harris ocupa apenas a quinta colocação na etapa, as projeções indicam Shane Proctor como Campeão Virtual, devido a premiação oferecida a quem vencer a NFR.

COWBOY COMPLETO (All-Around Cowboy)

A vitória de Trevor Brazile nesta modalidade é praticamente certa, devido a sua vantagem sobre os demais e por ele ser o único a competir em duas modalidades todas as noites, Laço do Bezerro e Laço em Dupla. Confirmando a Fivela de Ouro, sua 11ª nesta modalidade em 12 anos, Brazile também entra para a história como o maior Campeão de todos os tempos da PRCA, chegando a 19 títulos, um a mais que Guy Allen, que era detentor do recorde sozinho até mês passado quando Brazile conquistou sua 18ª fivela ao vencer o Steer Roping.

Restando oito Round’s ainda pela frente, Trevor Brazile soma US$ 262.098, o que dá US$ 125.168 a mais que Tuf Cooper, segundo colocado neste Ranking, US$ 134.781 a mais que Jade Corkill e US$ 139.455 a mais que Shane Proctor, respectivamente, terceiro e quarto colocados. Cooper, Corkill e Proctor ainda mantém chances matemáticas de conquistar este título, porém as impossibilidades são muitas.

Ainda estão em jogo US$ 196.814, considerando a premiação dada ao melhor de cada Round e a premiação Final do evento. Mas para chegar a este valor, um dos três concorrentes precisaria vencer todos os oito Round’s restantes e vencer a NFR, o que nunca aconteceu em anos anteriores e é improvável que aconteça. Mesmo ocorrendo este verdadeiro “milagre”, eles ainda precisam torcer contra Brazile, para que ele não ganhe mais nenhuma premiação em oito noites, ou seja, 16 chances, já que ele compete em duas modalidades.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 7 de dezembro de 2013 por em National Finals Rodeo 2013.
%d blogueiros gostam disto: