ARENA BRUTA – Rodeio com mais conteúdo

O melhor conteúdo sobre o verdadeiro esporte do Cowboy

Arena em Debate 33: Os destaques das arenas

O ARENA EM DEBATE DESTA SEMANA TRÁS OS COMENTÁRIOS SOBRE O CENTENÁRIO RODEIO DE CHEYENNE, O TOURING PRO DIVISION COM VITÓRIA BRASILEIRA, A ETAPA DA ANTT E O EVENTO DA IPR NO PARANÁ

Depois de outro fim de semana movimento em várias arenas pelo mundo, os Colunistas Abner Henrique e Eugênio José fazem um balanço dos principais campeonatos, os destaques em várias modalidades e muito mais

Abner Henrique: Terminou no último domingo um dos mais antigos e mais respeitados rodeios do mundo, o Cheyenne Frontier Days. Apesar de não ter sido o primeiro rodeio da história, Cheyenne foi o primeiro a ser bem organizado e por isso carrega o nome de “Pai de Todos os Rodeios”. Este ano foram cerca de US$ 860 mil em prêmios em todas as modalidades do Rodeio Completo. A PRCA realizou 28 eventos neste fim de semana, mas Cheyenne foi o que mais fez diferença no Ranking já que os Campeões embolsaram média de US$ 9 mil. Falando em Campeão, pelo segundo ano consecutivo, Cody Whitney ficou com o título na Montaria em Touros superando outros 123 concorrentes.

Montaria na Sela Americana durante a Final do Cheyenne Frontier Days 2013

Montaria na Sela Americana durante a Final do Cheyenne Frontier Days 2013 (Foto: Assessoria Cheyenne Frontier Days)

Eugênio José: Cheyenne é realmente diferente e desejado por todos. Para quem assistiu o filme Oito Segundos, (se gosta de rodeio tem que assistir), lá foi a última montaria de Lane Frost, onde ele acabou perdendo a vida. Abner, tivemos este final de semana algo muito interessante no ranking de All-Around Cowboy. Tuf Cooper, bicampeão do mundo, no Laço em Bezerro, resolveu jogar umas cordas em laço em dupla, ou seja, competindo em duas modalidades ele está apto a disputar do All-Around, e já é o segundo no ranking mundial. Temos uma ameaça a Trevor Brazile, líder e soberano na modalidade ou não?

AH: Pois é, não foi a primeira vez que ele competiu no Laço em Dupla, mas o regulamento diz que o atleta só está apto a concorrer ao título de Cowboy Completo quando ultrapassa US$ 1 mil em duas ou mais modalidades e foi o que ele fez agora. Tuf Cooper soma US$ 84 mil na temporada, sendo que US$ 81 foi ganho no Laço do Bezerro. Não o vejo como grande ameaça ao título do Trevor Brazile, porque ele vai ganhar muito dinheiro no individual, mas dificilmente se classificará para a National Finals Rodeo nas duplas, enquanto que Brazile, vai bem em todas. Acho que a essa altura do campeonato, o 11° título dele já está praticamente garantido. Mas Eugênio José, saindo da PRCA e indo para a PBR, teve brasileiro ganhando evento da divisão de acesso nos Estados Unidos este fim de semana.

Tuf Cooper, Bi-Campeão Mundial do Laço do Bezerro, começa a se destacar também no Laço em Dupla

Tuf Cooper, Bi-Campeão Mundial do Laço do Bezerro, começa a se destacar também no Laço em Dupla (Foto: Mike Copeman)

EJ: Muitas coisas acontecendo no TPD e PBR. O brasileiro Alexandre Cardozo, venceu evento esse final de semana na cidade de Tupelo no Mississipe. No ranking geral da primeira divisão, Marco Eguche voltou a segunda posição e Cody Nance, que era o segundo, se machucou. Faltam duas semanas para o campeonato retomar e o ranking não para. Os brasileiros voltam a montar este final de semana aqui no Brasil e o ranking, eu acredito que deve se mexer de novo. Aqui no Brasil a ANTT andou realizando etapas, como anda o ranking das mulheres, Abner Henrique??

AH: Caroline Rugolo venceu pela quarta vez na temporada. Ela que já era líder isolada, com a vitória em Vargem Grande do Sul aumentou ainda mais a diferença para as demais colocadas e se garante como a principal candidata ao título do Campeonato que comemora 10 anos da ANTT. Vale lembrar que ainda faltam muitas etapas até a Final em Paulínia no mês de outubro e que nada está definido ainda. Mas fazer uma temporada “irretocável” é um grande passo para o inédito título de Campeã Nacional para a Carol Rugolo, ela que sem dúvida forma com Cutter Exocet Lee, o melhor conjunto das arenas brasileiras na atualidade. Agora vamos ao que vimos pessoalmente. Onde você esteve no último fim de semana Eugênio José?

Caroline Rugolo conquistou quatro das sete etapas realizadas pela ANTT em 2013

Caroline Rugolo conquistou quatro das sete etapas realizadas pela ANTT em 2013 (Foto: Divulgação)

EJ: Estive na Festa da Colheita, aqui em Entre Rio de Minas. Foi o sonho de muitos profissionais, rodeio começou ás 16:00 horas e três horas depois eu já estava no hotel de banho tomado. Destaco aqui os trabalhos do baiano Maciel Santana, vice-campeão do evento. Ele é o atual campeão da FRMG e lidera a temporada 2013. Vi também aqui um desfile tradicional com carro de bois, cavalos carros. Fiz umas matérias para o programa do Marco Brasil em breve vocês vão poder ver. E você Abner onde esteve no final de semana?

AH: Estive em Atalaia-PR com uma equipe que você conhece bem, a IPR. Cidade pequena, acolhedora e com público que realmente gosta de Rodeio. O evento valorizou o Rodeio Completo, realizando o Laço em Dupla, com a presença de muitos renomados laçadores, alguns com experiência internacional. O Rodeio em Touros, também em nível internacional com a vitória de Rafael Marcelino, irmão do Cláudio Marcelino. O que me chamou a atenção foi a organização da IPR, comandada pelo Dici Birtche e que é um diretor atípico. Ele não fica em camarote, posando para foto ao lado de autoridades. Ele realmente põe a mão na massa dentro da arena, o que faz com que ele ganhe o respeito dos profissionais. Só ouvi elogios por parte dos competidores, que tiveram almoço, janta, café da manhã, da tarde e ainda um lanchinho. Durante o Rodeio, café com leite no fundo dos bretes para espantar o frio. Fiquei feliz pois muitos dos profissionais que estavam lá, mencionaram o Arena em Debate e nossa polêmicas. O fato negativo é que a boiada deixou muito a desejar, apesar de terem sido contratadas as três melhores boiadas do estado. Não sei o motivo, mas sei que os tropeiros que lá estavam tem em seu plantel animais de alto nível e quem perdeu foi o público e os competidores.

Rafael Marcelino na montaria que lhe garantiu sua segunda vitória pela IPR em 2013 (Foto: Padre Lívio)

Rafael Marcelino na montaria que lhe garantiu sua segunda vitória pela IPR em 2013 (Foto: Padre Lívio)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 31 de julho de 2013 por em Arena em Debate.
%d blogueiros gostam disto: