ARENA BRUTA – Rodeio com mais conteúdo

O melhor conteúdo sobre o verdadeiro esporte do Cowboy

Arena em Debate 28: Os assuntos da semana

O ARENA EM DEBATE 28 APRESENTA TEMAS COMO A VITÓRIA DE EDMUNDO GOMES NO IRON COWBOY DE AMERICANA, O AVANÇO DE J.W. HARRIS NO MUNDIAL DA PRCA E MAIS UMA VITÓRIA INCONTESTÁVEL DE CAROLINE RUGOLO PELA ANTTBlog Arena Bruta

 

Depois de um fim de semana movimentado onde tivemos IRON COWBOY em Americana e muitas novidades no Rodeio Completo mundial, os Colunistas Abner Henrique e Eugênio José debatem sobre estes temas, apresentando suas opiniões ao público e é claro, sem esquecer da polêmica e das provocações

 

Abner Henrique: Como todos já sabem, no último fim de semana tivemos mais uma edição do IRON COWBOY, com a vitória de EDMUNDO GOMES. O Campeão Brasileiro parou nos quatro touros que montou, mesmo depois de um acidente que o deixou desacordado na arena. Eugênio José, a versão brasileira do IRON COWBOY tem algumas particularidades em relação aquela que vimos em fevereiro. Aqui, a seleção dos participantes é feita na semana anterior, ou seja, valoriza quem está melhor no momento. Já nos Estados Unidos, as vagas são divididas entre os melhores do ano anterior e os melhores do Ranking, 20 dias antes do evento. Eugênio José, os dois formatos parecem favorecer os competidores, mas na sua opinião, qual o mais justo?

Mesmo após um acidente, Edmundo Gomes vence o Iron Cowboy e soma pontos importantes para o Campeonato Brasileiro e Mundial (Foto: André Silva)

Mesmo após um acidente, Edmundo Gomes vence o Iron Cowboy e soma pontos importantes para o Campeonato Brasileiro e Mundial (Foto: André Silva)

Eugênio José: O EDMUNDO GOMES parece estar realmente voltando a uma fase competitiva, quando digo competitiva, estou falando de título nacional. Ele vem bem focado, venceu Ribeirão Preto, onde tive a oportunidade de acompanhar e domingo ele mostrou, que realmente pode brigar pelo título. Mas, com relação ao sistema do Iron Cowboy, e não falo lá e aqui, porque o sistema de classificação é o mesmo em ambos os países. No sistema aqui, corre se o risco de não ter um grande nome, no sistema lá também corre, mas, eles fazem de uma maneira onde pegam os melhores do momento e os melhores do ano anterior e realizam uma vez só por ano, e no começa da temporada. Penso eu, que é uma maneira de não deixar os grandes nomes de fora. Agora em relação ao não passado, o Iron Cowboy daqui, classificava para a final mundial, esse ano, com o novo regulamento, onde os pontos é que valem, não mais. O prêmio aqui caiu também, pela metade, embora, lá nos Texas também. Mas, o que o Ney Macedo disse ontem em sua coluna, é que o sistema do Iron Cowboy, que ele ainda não havia presenciado, mexe de verdade e envolve o público. E sistemas assim, podem ser interessantes em mais rodeios pelo Brasil.

Abner Henrique, como noticiamos na Coluna Internacional, quem não leu, clique AQUI. Calgary enfrentou fortes chuvas, onde é realizado o maior rodeio do mundo, foi inundada e tudo levava e leva para o cancelamento do rodeio, mas, os organizadores, autoridades, e população não deixaram. Li em todos os grandes sites, PBR, WPRA, PRCA, sobre o evento que vai acontecer, é uma questão de honra para eles. O que você tem a falar do assunto?

O Stampede Park em Calgary, foi completamente inundado na última quinta-feira (Foto: The Canadian Press)

O Stampede Park em Calgary, foi completamente inundado na última quinta-feira (Foto: The Canadian Press)

AH: Só completando, o único evento que o americano LUKE SNYDER ficou de fora em toda sua carreira, foi aquele IRON COWBOY de 2010, que o VALDIRON DE OLIVEIRA venceu. SNYDER não conseguiu classificação porque não havia ficado entre os oito melhores do ano anterior e não estava entre os 16 melhores do Ranking da época. Se a classificação fosse como no Brasil, as chances dele conseguir uma vaga eram bem maiores. Quanto a Calgary, realmente a chuva destruiu muita coisa na cidade e no parque, onde é realizado o Rodeio. Se reerguer em menos de duas semanas, na visão da população e das autoridades, é uma grande forma de superação. Acredito que o evento de uma maneira geral, terá algumas restrições, algumas atrações canceladas, mas o Rodeio em si, será excelente, até porque é um grande cartão de visita do Calgary Stampede. Um jornal local chamou a atenção pelo fato de ter 75 mil desabrigados e mesmo assim a cidade não ter registrado nenhum caso de vandalismo ou saqueamento, o que mostra o respeito da população uns com os outros. Falando em altos e baixos, Eugênio José, o Campeão Mundial SHANE PROCTOR, não ganhou nada este fim de semana e caiu de posição tanto na PBR, quanto na PRCA. Na PBR ele perdeu a terceira colocação do Ranking para CODY NANCE, que venceu um evento do TPD e é o grande nome americano nessas férias da BFTS.

EJ: Isso se chama escolha, ele quis ir na PRCA e na PBR. Isso tem suas vantagens e desvantagens, quando os resultados chegam, chegam pra valer, porém quando não chegam se complica. Ele, PROCTOR, é assim, não adianta querermos dar conselho aqui pra ele que ele não vai mudar. E vai continuar correndo os riscos. Ou ganhando muita grana, ou acumulando lesões. Falando em PRCA, TYLER SMITH venceu etapa do Xtreme Bulls, no meio das feras, em Reno. Destaco a boa volta do CODY TEEL, achei até que ele ultrapassasse J.W. HARRIS, mas HARRIS vem acumulando bons dólares todas as semanas e já é o terceiro no Ranking. Não sei se concorda comigo, HARRIS, está montando bem, na alta temporada da PRCA. Ele assusta TYLER SMITH, atual líder. Apresente SMITH aos nossos amigos do Arena em Debate.

Tyler Smith, líder do Ranking da PRCA, venceu a etapa do Xtreme Bulls em Reno com esta montaria (Foto: Matt Cohen)

Tyler Smith, líder do Ranking da PRCA, venceu a etapa do Xtreme Bulls em Reno com esta montaria (Foto: Matt Cohen)

AH: Um nome que você disse a duas semanas que não iria se dedicar a PRCA, era AUSTIN MEIER. Este fim de semana ele pegou mais alguns dólares. Nada assustador, ele soma US$ 4.800 na temporada, que não lhe dão nem o TOP 80, mas vamos esperar mais algumas semanas pra ver quais realmente são as intenções dele. Quanto ao J.W. HARRIS, acho que ele assusta todo mundo na PRCA. Ele tem talento, conhece os rodeios e os touros. Nesta semana chegou a terceira colocação do Ranking, a US$ 19 mil do líder, mas já está classificado para a Final em Reno. Se TYLER SMITH não se cuidar, em uma ou duas semanas HARRIS fatura esses US$ 19 mil e encosta. SMITH assumiu a liderança do Ranking pela primeira vez em seis temporadas na PRCA. Sua melhor temporada até agora havia sido em 2010, quando ele chegou a National Finals Rodeo e terminou o ano na terceira colocação no Mundial, atrás apenas de HARRIS e WESLEY SILCOX. Fora isso, ele nunca tinha chamado muito a atenção e uma lesão deixou ele em 107° lugar no ano passado. Em 2013 ele vem já com cinco vitórias, incluindo duas etapas do Xtreme Bulls e o Rodeio de Tucson.

O Tri-Campeão Mundial, J. W. Harris chegou a terceira colocação do Ranking da PRCA no último fim de semana (Foto: Reno Rodeo)

O Tri-Campeão Mundial, J. W. Harris chegou a terceira colocação do Ranking da PRCA no último fim de semana (Foto: Matt Cohen)

Mudando de modalidade, quem tem se destacado nos Três Tambores por lá, é a Tri-Campeâ Mundial, SHERRY CERVI. A veterana, que é a maior ganhadora de dinheiro na história da WPRA, andou meio ausente dos eventos nos primeiros meses do ano, mas vem com tudo nesses chamados “Rodeios de Verão”. CERVI lidera o Rodeio de Reno, mesmo tendo competido com um cavalo emprestado. Os animais dela estão no Canadá, pra onde ela volta amanhã competir até sexta-feira e depois retorna aos Estados Unidos, para a Final de Reno no sábado.

EJ: Falando em Três Tambores, semana decisiva para nossa aposta. Para quem não sabe, eu apostei que a veterana e atual campeã mundial, MARY WALKER ultrapassaria a modelo e gostosona FALLON TAYLOR, atual líder da temporada (aposta do Abner). Digamos que TAYLOR ainda está em vantagem, mas, já esteve bem mais confortável. Vamos aguardar. Mas ainda sobre  os Três Tambores, destaco também a esposa de TREVOR BRAZILE, SHADA BRAZILE, que faz sua melhor temporada. E aqui no Brasil, nem precisa falar que CAROLINE RUGOLO venceu mais uma vez em Americana e é mais líder do que nunca na ANTT – Associação Nacional dos Três Tambores.

Com 27 anos de carreira profissional e três títulos mundiais nos Três Tambores, Sherry Cervi busca classificação para sua 16ª National Finals Rodeo (Foto: Mike Copeman)

Com 27 anos de carreira profissional e três títulos mundiais nos Três Tambores, Sherry Cervi busca classificação para sua 16ª National Finals Rodeo (Foto: Mike Copeman)

Por Eugênio José e Abner Henrique

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 26 de junho de 2013 por em Arena em Debate.
%d blogueiros gostam disto: