ARENA BRUTA – Rodeio com mais conteúdo

O melhor conteúdo sobre o verdadeiro esporte do Cowboy

Arena em Debate 23: Rodeio Completo é o destaque da semana

ABORDANDO VÁRIOS ASSUNTOS LIGADOS AO RODEIO, COMO OS FAVORITOS NA PRCA E NA PBR BRAZIL, AS REVELAÇÕES DO TOP TEAM CUP E AS CONCORRENTES AOS PRINCIPAIS TÍTULOS DOS TRÊS TAMBORES NO BRASIL, OS COLUNISTAS ABNER HENRIQUE E EUGÊNIO JOSÉ APRESENTAM O ARENA EM DEBATE 23

Mesmo com as férias do campeonato de rodeio mais famoso do mundo, o Arena em Debate não para. Os Colunistas Abner Henrique e Eugênio José falam sobre a PRCA, PBR Brazil, Top Team Cup e a atual fase dos Três Tambores brasileiro. Saiba as principais notícias da semana no Arena em Debate 23, que pelo menos por enquanto deu uma trégua nas polêmicas.Blog Arena Bruta
Eugênio José: Começo pela PRCA hoje Abner. Muitos nomes tradicionais da PBR, estão aparecendo na PRCA agora. A que você atribui esta mudança? E ainda falando da modalidade touro, temos nas três primeiras posições Josh Koschel, Tyler Smith, Trevor Kastner. Cowboys que estão tendo uma temporada de verdade em 2013, no caso do líder Josh Koschel, nunca se classificou para uma NFR, mesmo sendo dos três, o mais velho na PRCA desde 2004. Os outros dois entraram na PRCA em 2008. O Smith tem uma NFR em 2010 e o Kastner participou das duas ultimas. É uma nova fase na modalidade touros na PRCA? Ou veteranos como Harris ainda podem fazer alguma coisa?

Abner Henrique: Essa migração da PBR para a PRCA pode ser o efeito Shane Proctor. Ele tem demonstrado principalmente neste ano que dá para competir nos dois campeonatos. A “geração internet” pode até dizer que vai na PRCA quem não tem espaço na PBR, mas além de Proctor, que ganhou um rodeio neste fim de semana, temos visto Ty Pozzobon, Reese Cates, Ryan Dirteater, entre outros que estiveram ou estão no Top 35. Além é claro de veteranos da PBR que hoje se dedicam somente a PRCA, como Cody Whitney, Corey Navarre, Rocky MacDonald e o próprio Josh Koschel, que lidera o ranking. Respondendo a sua outra pergunta, a Montaria em Touros tem sido nos últimos anos a modalidade que mais se renova a cada NFR, nas duas últimas por exemplo foi a modalidade com o maior número de novatos. Mas a PRCA tem sua peculiaridades e é claro que competidores experientes como J.W. Harris, Kanin Asay, Bobby Welsh, Wesley Silcox, sempre se sobressaem e nunca devem ser considerados “carta fora do baralho”. Eugênio José, a PRCA criou uma nova série de eventos exclusiva para a televisão, reunindo somente os Top de cada modalidade. No que isto contribui para o esporte de maneira geral?

Campeão Mundial pela PRCA, Shane Proctor é o símbolo dos competidores que fazem lembrar os anos 90, quando os atletas se dividiam entre os dois principais campeonatos do mundo (Foto: Mike Copeman)

Campeão Mundial pela PRCA, Shane Proctor é o símbolo dos competidores que fazem lembrar os anos 90, quando os atletas se dividiam entre os dois principais campeonatos do mundo (Foto: Mike Copeman)

EJ: Creio que isso só fortalece ainda mais o esporte, e a PRCA lá nos EUA. Enquanto alguns dizem por ai que a PRCA anda morta, podemos dizer que ela é um “Morto Vivo”. Os números da entidade só cresce, e as ações como esta última de televisionar alguns eventos, como os principais nomes de cada modalidade, incentiva ainda mais, fãs, competidores e os envolvidos com o esporte. Enquanto isso aqui no Brasil, Gabriel Pazete, venceu a etapa do Top Team Cup em Cajamar. Claro que este nome, pode ser ainda estranho para muitos, e é mesmo. Porém, conheço esse rapaz, ele participou da Escola de Rodeio do Tião Procópio, quando eu era diretor. Ano passado comentei uma etapa Top Team Cup, em Mirassol D’Oeste (MT), e ele foi finalista, e ingressou ali no circuito, uma vez que é do Mato Grosso. Comentamos  sobre isso aqui no Arena em Debate Abner, que o Top Team Cup, revelaria grandes nomes em 2013, e parece que está se confirmando.

AH: Com certeza, podemos dizer que o Gabriel Pazete é a principal revelação da temporada 2012/2013 do Top Team Cup, mas duvido que será a única. O campeonato vem com mais etapas, mais regiões, então muitos nomes vão surgir. Quem continua na liderança do Ranking é o Márcio Lino Sena, que terminou em terceiro lugar também invicto em Cajamar. Já falamos dele, que tenta ser o primeiro Bi-Campeão e parece cada vez mais perto desse objetivo. Falando em Bi-Campeão, Eneas Barbosa venceu em Jaguariúna pela PBR Brazil. Ele não teve um bom início de temporada, devido a uma lesão, depois dispensou uma vaga no Top 35, mas parece que agora está tudo legal com ele. Vamos ver o “Neninha” subindo no Ranking nestes próximos meses e brigando novamente por uma vaga na Final Mundial em outubro?

Gabriel Pazete montando o touro Relíquia da Cia. Classe A na Final de Cajamar (Foto: Garça Foto)

Gabriel Pazete montando o touro Relíquia da Cia. Classe A na Final de Cajamar (Foto: Garça Foto)

EJ: Eneas Barbosa, ainda apresenta potencial para ser campeão em qualquer evento e campeonato que participe, e não foi por um acaso, que ele ganhou dois títulos nacionais (Top Team Cup e Circuito Barretos) e tantos outros prêmios. O ranking da PBR Brasil, mudou de novo, e Roberley Val, assume a ponta novamente, embora, esteja tecnicamente empatado com Magno Alves. Dei uma olhada nos rankings PBR e PBR Brasil. O 30º colocado no ranking mundial tem 1.8863,12 pontos. Enquanto Roberley Val, líder do ranking aqui no Brasil, acumula 710 pontos internacionais, sem sair do Brasil. Acredito que este novo regulamento possa mais uma vez proporcionar algums boas vagas no TOP30 Mundial, sem precisar ir a Terra do Tio San. Acho que na prática o regulamento continua favorecendo os brasileiro Abner.

AH: Sem dúvida. Mesmo a maioria dos eventos daqui valendo 25% dos pontos (os maiores chegam a 75%), ou seja, de cada 100 pontos marcados no Brasil, 25 vão para o Ranking Mundial, mas os brasileiros estão em vantagem. Resta saber se quando entrarem no TOP 35, competidores como Magno Alves, Eneas Barbosa e principalmente Roberley Val irão aos EUA, ou vão optar por ficar aqui e buscar o título nacional. Parece que um ponto negativo no fim de semana foi uma possível lesão de Valdiron de Oliveira. Segundo informações do Leandro Arcas, ele saiu da arena de Jaguariúna reclamando de fortes dores no braço. O lado positivo é que Valdiron tem 80 dias para uma recuperação, caso seja grave, antes de retornar as etapas do Mundial.

Enéas Barbosa é Bi-Campeão Nacional de Montaria em Touros e busca seu primeiro título na PBR Brazil (Foto: André Silva)

Enéas Barbosa é Bi-Campeão Nacional de Montaria em Touros e busca seu primeiro título na PBR Brazil (Foto: André Silva)

EJ: Vamos falar de um assunto que você gosta muito Abner RS. As belas competidores dos três tambores. Analisei aqui os três principais campeonatos do Brasil na modalidade: ANTT, SH3TB e Top Team Cup. Destaco duas competidoras: Keyla Polisello, que lidera o SH3TB, e é vice líder no Top Team Cup e Caroline Rugulo, líder na ANTT e terceira colocada no SH3TB. Claro que posso citar aqui mais uma meia dúzia de competidoras, principalmente Daiane Sudário, bicampeã do SH3TB, e que não participou de uma etapa para honrar compromissos com seu patrocinador. Se observarmos na ANTT, a velha briga entre Caroline Rugulo e Grabriela Ferro. É uma análise fria, mas, podemos dizer que 2012 no geral, contando provas abertas e os principais eventos, e o bicampeonato,  foi o ano da Daiane Sudário. Qual sua opinião sobre esta modalidade no Brasil?

AH: Sim, tivemos grandes destaques nos Três Tambores em 2012, mas se tivermos que escolher somente uma, o ano foi realmente da Daiane Sudário, que além de grandes vitórias durante a temporada, conquistou o título nacional, o quinto dela. Daiane pra quem não sabe, já venceu os três maiores campeonatos da modalidade no Brasil, mas sempre em anos diferentes. Acho difícil alguma competidora conquistar a tríplice coroa em um mesmo ano, mas é possível que dois dos três possa acontecer. Carol Rugulo vem bem nos dois campeonatos que disputa, então posso arriscar apostar nela em um inédito Bi-campeonato no mesmo ano? Sei que serei cobrado desta aposta, mas ela tem potencial pra isso, além é claro de outras que também tem está possibilidade.

Daiane Sudário com o troféu de Campeã pelo Super Horse 3 T, seu quinto título nacional (Foto: André Silva)

Daiane Sudário com o troféu de Campeã pelo Super Horse 3 T, seu quinto título nacional (Foto: André Silva)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 22 de maio de 2013 por em Arena em Debate.
%d blogueiros gostam disto: