ARENA BRUTA – Rodeio com mais conteúdo

O melhor conteúdo sobre o verdadeiro esporte do Cowboy

PBR: Silvano Alves vence Last Cowboy Standing pela 2ª vez

SILVANO ALVES VENCE LAST COWBOY STANDING IGUALANDO RECORDE DE NOTAS DA TEMPORADA E AUMENTA AINDA MAIS SUA VANTAGEM NA LIDERANÇA DO CAMPEONATO APÓS QUEBRAR TABÚ MONTANDO SMACKDOWNBlog Arena Bruta Silvano Alves Last Cowboy Standing

 

(por Abner Henrique) Se alguém ainda tinha dúvida de apontar Silvano Alves como o principal favorito ao título mundial deste ano, certamente mudou de idéia no último fim de semana. O brasileiro foi o “último cowboy a permanecer em pé” na 17ª etapa da temporada, realizada em Las Vegas e pelo segundo ano consecutivo, ficou com a fivela de campeão do Last Cowboy Standing. Apenas sete competidores chegaram ao Round 3, mas todos eles acabaram caindo antes dos oito segundo, o que provocou a realização do quarto Round. Silvano Alves montou Smackdown e igualou o recorde de maior nota da temporada, que era dividido por ele e Billy Robinson, 92.50 pontos. O bi-campeão mundial tornou-se apenas o segundo competidor destro a conseguir parar em Smackdown, touro em atividade que proporcionou o maior número de notas acima de 90 pontos. Até então, Douglas Ferreira era o único competidor que monta com a mão direita que o havia vencido. A vitória rendeu ao brasileiro US$ 112 mil em prêmios e uma vantagem mais do que significativa no ranking em relação aos outros concorrentes, 1.319,91 pontos. Ao final da competição, Silvano Alves foi super elogiado pelos campeões mundiais Ty Murray, Michael Gaffney e Justin McBride, que trabalharam de comentaristas na transmissão do evento na TV, além de Cody Lambert, diretor de montarias da PBR.

Montando Smackdown, Silvano Alves igualou a marca de melhor nota da temporada, 92.50 pontos

Montando Smackdown, Silvano Alves igualou a marca de melhor nota da temporada 2013, com 92.50 pontos

O Last Cowboy Standing é um evento em formato diferenciado, onde a cada Round, os competidores que obtém nota avançam e os que caem, são eliminados. A competição começou na sexta-feira, dia 10, com a presença de 50 atletas definidos pelo Ranking da BFTS, principal divisão da PBR. Já era definido que 25 atletas teriam o direito de competir no Round 2, na noite de sábado e como houve apenas 15 paradas, as outras 10 vagas foram definidas pelas posições dos competidores no Ranking. No sábado, apenas sete dos 25 atletas obtiveram notas e seguiram para o Round 3, em busca do prêmio de US$ 100 mil oferecido ao Campeão. Além de Silvano Alves, se classificaram LJ Jenkins, que venceu o Round 2, Aaron Roy, Nathan Shapper, Valdiron de Oliveira, Cody Nance e João Ricardo Vieira. Como todos eles não completaram os oito segundos no Round 3, cada um desafiou um novo touro no Round 4, onde apenas Silvano Alves conseguiu nota, encerrando a competição. Marco Eguchi, que chegou até o Round 2, com uma parada no fim de semana, assumiu a segunda colocação do Ranking, ultrapassando Shane Proctor, que também marcou apenas uma nota. A outra única mudança no TOP 10 foi a volta do canadense Aaron Roy, que subiu para a oitava posição, após ser um dos sete atletas que chegaram aos Round’s decisivos.

Valdiron de Oliveira foi o 42° atleta derrotado consecutivamente por Bushwacker na elite da PBR em desafio que valia US$ 80 mil

Valdiron de Oliveira foi o 42° atleta derrotado consecutivamente por Bushwacker na elite da PBR em desafio que valia US$ 80 mil

O evento contou com a presença de 10 brasileiros. Pela colocação obtida nos dois primeiros Round’s, Valdiron de Oliveira e João Ricardo Vieira foram colocados para desafiar respectivamente, Bushwacker e Asteroid. Ambos estavam concorrendo ao prêmio de US$ 80 mil caso permanecessem os oito segundos, mas Valdiron foi ao chão com 5.26 segundos e João Ricardo com 5.39 segundos. A parte ruim dos brasileiros neste fim de semana foi o acidente do Campeão Mundial, Guilherme Marchi, durante o Round 2. Ao cair do touro, sua espora enroscou no sedém e o touro o jogou violentamente ao chão. Apesar da pancada na cabeça e alguns pisões, Marchi não sofreu nada de mais grave além de uma luxação na coxa.

Col. Final – Last Cowboy Standing

Campeão: Silvano Alves – Único a parar em três dos quarto touros que montou.

Col. Final por pontos

1 – Silvano Alves – 264.00 pontos

2 – LJ Jenkins – 175.00 pontos

3 – Nathan Shapper – 169.00 pontos

4 – Valdiron de Oliveira – 168.75 pontos

5 – Eduardo Aparecido – 88.75 pontos

Ranking Parcial – 17 etapas

1 – Silvano Alves – 6.641,66 pontos

2 – Marco Eguchi – 5.321,75 pontos

3 – Shane Proctor – 5.283,37 pontos

4 – João Ricardo Vieira – 5.145,29 pontos

5 – Cody Nance – 4.663,29 pontos

6 – Eduardo Aparecido – 4.657,32 pontos

7 – J.B.Mauney – 4.253,50 pontos

8 – Aaron Roy – 4.039,50 pontos

9 – Douglas Duncan – 3.910,12 pontos

10 – Fabiano Vieira – 3.883,75 pontos

Fotos: Andy Watson – PBR

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 13 de maio de 2013 por em PBR 2013.
%d blogueiros gostam disto: