ARENA BRUTA – Rodeio com mais conteúdo

O melhor conteúdo sobre o verdadeiro esporte do Cowboy

PBR: Austin Meier é o Iron Cowboy 2013

DEPOIS DE SER CORTADO DA ELITE DA PBR, AUSTIN MEIER USA O IRON COWBOY 2013 PARA DAR A VOLTA POR CIMA E CONQUISTA O TÍTULO DO EVENTO MAIS DIFÍCIL DA TEMPORADABlog Arena Bruta Austin Meier vs. Shepherd Hills Tested

 

(por Abner Henrique) A noite de 02 de março reservou fortes emoções para os grandes atletas da Professional Bull Riders, principalmente para Austin Meier, vice-campeão nas últimas duas edições do evento. O atleta de 26 anos montou em cinco animais na noite e depois de superar outros quatro concorrentes diretos, se tornou o IRON COWBOY 2013. O título não poderia ter vindo em melhor hora, pois Meier está fora do TOP 35, que é a principal divisão da PBR e desde o mês de janeiro disputa a divisão de acesso. O competidor teve um início de temporada difícil, amargando uma má fase, que resultou no corte da elite da PBR, mas sua vaga no IRON COWBOY já estava garantida, pois ele havia sido um dos oito melhores atletas da temporada passada. Austin Meier entrou na competição em Arlington já na segunda fase, onde marcou 87.50 pontos sobre o touro Midnight Mood. Esta nota eliminou seu primeiro concorrente, Douglas Duncan, que não suportou os oito segundos. Na terceira fase, ou quartas-de-final, Meier montou o touro Palm Springs, repetindo a nota da rodada anterior. Seu concorrente foi Chase Outlaw, que montou Smackdown, mas também caiu antes dos oito segundos. Classificado para a semi-final, Austin Meier montou South Paw e mesmo caindo com 3.46 segundos, avançou a Final, pois seu concorrente, J.B. Mauney caiu com 3.08 segundos.

LJ Jenkins montando Asteroid na Final do IRON COWBOY 2013

LJ Jenkins montando Asteroid na Final do IRON COWBOY 2013

Desde o início, Austin Meier sabia que chegando a sua terceira Final do IRON COWBOY, teria que desafiar Bushwacker. No outro lado da tabela, no chamado “lado do Asteroid”, o finalista foi LJ Jenkins, coincidentemente, primo de Meier. Jenkins fez a única nota acima dos 90 pontos da noite, ao montar Jack Daniel’s After Party na segunda fase e eliminar o veterano Sean Willingham. Nas fases seguintes, mesmo caindo de Jack Daniel’s Tennessee Honey e Lightmaker’s Rango antes dos oito segundos, ele superou Cody Nance e Mike Lee, chegando a grande Final. Assim como no ano passado, a decisão trouxe Bushwacker de um lado, contra Asteroid do outro e ambos os desafiantes vinham de três montarias anteriores. Austin Meier foi o primeiro a montar, mas suportou apenas 2.67 segundos sobre Bushwacker, o mesmo touro ele havia desafiado na Final da segunda edição do IRON COWBOY, em 2011. Restava a Jenkins superar este tempo para conquistar a vitória e o cheque de US$ 50 mil, porém, Asteroid o colocou no chão com 2.17 segundos, em incríveis 0.50 segundos a menos que seu desafiante. Coroado IRON COWBOY 2013, Austin Meier ainda teve mais um desafio pela frente, o de montar o touro bônus, Shepperd Hills Tested, valendo outros US$ 50 mil. Já cansado e desafiando um touro jovem e praticamente invicto, Austin Meier foi ao chão em 1.91 segundos, mas isto não apagou o brilho de sua heróica vitória. Os pontos ganhos, o levaram para a 31ª colocação e ele agora precisa subir apenas mais uma posição para voltar novamente a elite da PBR, já que somente os 30 melhores do ranking tem vaga garantida nos eventos.

Bushwacker derrubou Austin Meier e conquistou pelo terceiro ano seguido o título de melhor touro do IRON COWBOY

Bushwacker derrubou Austin Meier e conquistou pelo terceiro ano seguido o título de melhor touro do IRON COWBOY

Pelo segundo ano consecutivo, a Final do IRON COWBOY não teve brasileiros e pela primeira vez, nas quatro edições do evento eles não chegaram nem a semi-final. Eduardo Aparecido e Agnaldo Cardozo foram os dois únicos brasileiros presentes na primeira fase, mas caíram de seus touros e foram eliminados. Na segunda fase, entraram outros cinco brasileiros: Silvano Alves, Guilherme Marchi, Valdiron de Oliveira, Robson Palermo e Marco Eguchi, mas somente dois deles avançaram para a fase seguinte. Valdiron e Eguchi caíram de seus touros, enquanto Marchi, mesmo obtendo nota foi eliminado por Mike Lee, que tirou 2.5 pontos a mais. Nas quartas-de-final, Silvano Alves montou Shepperd Hills Trapper e foi ao chão com 3.69 segundos, sendo eliminado por J.B. Mauney. Do outro lado, Robson Palermo encerrou a participação brasileira ao cair com 2.96 segundos de King Lopez e ser eliminado por Mike Lee. O melhor touro da noite foi Bushwacker, que obteve 47.50 pontos, seguido de Shepherd Hills Tested e Smackdown, ambos com 46.75 pontos. este foi o terceiro ano consecutivo que Bushwacker é eleito o melhor touro do IRON COWBOY. O líder do ranking Shane Proctor chegou até a segunda fase da competição, mas foi eliminado por seu cunhado J.B. Mauney. As três primeiras posições do mundial permaneceram inalteradas, com Proctor, Silvano Alves e Marco Eguchi, respectivamente. A novidade no TOP 5 é a presença do Campeão Mundial Mike Lee, que subiu da oitava para a quarta colocação.

RANKING PARCIAL – APÓS 9 EVENTOS

1 – Shane Proctor – 4.062,62 pontos

2 – Silvano Alves – 3.360,16 pontos

3 – Marco Ant. Eguchi – 3.136,25 pontos

4 – Mike Lee – 2.881,87 pontos

5 – Ty Pozzobon – 2.675,37 pontos

6 – Douglas Duncan – 2.564,87 pontos

7 – Jordan Hupp – 2.508,62 pontos

8 – Luke Snyder – 2.386,25 pontos

9 – Agnaldo Cardozo – 2.362,87 pontos

10 – Aaron Roy – 2.285,25 pontos

Fotos: PBR.com

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 4 de março de 2013 por em PBR 2013.
%d blogueiros gostam disto: