ARENA BRUTA – Rodeio com mais conteúdo

O melhor conteúdo sobre o verdadeiro esporte do Cowboy

PBR: Shane Proctor vence e assume liderança do mundial

ESTRATÉGICO E EM ÓTIMA FORMA: COM CONSCIÊNCIA E SEM OUSADIA DESNECESSÁRIA SHANE PROCTOR VENCE A ETAPA DE ANAHEIM INVICTO E ASSUME A LIDERANÇA DO MUNDIAL DA PBR PELA PRIMEIRA VEZ NA CARREIRA

 

(por @HenRiQue_Bad) Shane Proctor não somente venceu e assumiu a liderança do mundial, mas venceu com categoria e demonstração de muito talento e inteligência. O competidor de 27 anos foi o único a terminar a sexta etapa da Built Ford Tough Series invicto após três noites de competição. Proctor demonstrou bom senso na escolha do touro que montaria na Final (Short-Go). “Eu estava agradecido por minha posição e por ser o primeiro a escolher,” disse ele logo após a vitória. Tudo levava a crer que Proctor escolheria Jack Daniel’s After Party (Circle T Ranch), touro que havia lhe dado suas duas últimas vitórias na PBR, em San Antonio 2011 e Winston-Salem no mês passado. Mas foi ai que ele surpreendeu ao escolher Buckmaster (Wentz Bucking Bulls), um touro relativamente mais tranqüilo e que ele havia montado com sucesso uma semana antes. As coisas ficaram mais favoráveis ao americano com a queda de Silvano Alves, que ficou fora do TOP 10 da etapa, sem receber bonificação. Assim como Silvano, um a um os outros finalistas foram caindo (foram 14 classificados nesta etapa) e a queda de Ty Pozzobon e Luke Snyder garantiram matematicamente a liderança do ranking para Shane Proctor. Garantido na primeira colocação do ranking, ele foi em busca da quinta vitória de sua carreira e conquistou após marcar 89.25 pontos em sua última montaria. “Eu sorteei bons touros durante todos os dias e isto é metade da batalha – sortear bem e parar em seus touros,” finalizou ele, que foi o único dos 14 finalistas a obter nota e embolsou um total de US$ 47.465Blog Arena Bruta Shane Proctor vs Buckmaster

A etapa de Anaheim foi realizada em três dias, com todos os atletas montando em três Round’s. Todos que obtiveram pelo menos duas notas nas três noites se classificaram automaticamente para a Final. Somente Shane Proctor, Luke Snyder e Ty Pozzobon foram para o Round decisivo invictos e mesmo caindo, Snyder terminou na segunda colocação, seguido do canadense Pozzobon. O também americano Reese Cates foi o quarto, seguido de três brasileiros: Marco Eguchi em quinto; Agnaldo Cardozo em sexto e Eduardo Aparecido em sétimo. Com este resultado, Agnaldo Cradozo entrou pela primeira vez em sua carreira no TOP 5 do ranking, e Eguchi retornou ao TOP 10, ocupando agora a sétima colocação na temporada. Outros três brasileiros também se classificaram para a Final (Short-Go). João Ricardo Vieira, que lidera o ranking de novatos, fez sua primeira aparição no Round decisivo, terminando em nono lugar. Guilherme Marchi foi o 11°, seguido de Silvano Alves na 12ª colocação. Dos nove brasileiros que estavam em Anaheim, três não chegaram a decisão. Edevaldo Ferreira parou em um dos três touros que montou e fechou a semana na 25ª colocação, enquanto Emílio Rezende caiu nos três Round’s. O Campeão Mundial Renato Nunes não montou no domingo, devido a uma lesão sofrida na sexta-feira e agravada na noite seguinte. Mesmo assim, o brasileiro terminou o evento na 15ª colocação. O brasileiro que mais chamou atenção neste fim de semana foi Eduardo Aparecido, que escolheu montar Asteroid, o touro número 1 do mundo na Final. Havia um bônus de US$ 45 mil para este desafio, caso o brasileiro chegasse aos oito segundos, mas Eduardo permaneceu apenas 1.27 segundos e a premiação ficou acumulada.

Col. Final – Anaheim/CA

1 – Shane Proctor – 350.25 pontos

2 – Luke Snyder – 258.00 pontos

3 – Ty Pozzobon – 247.50 pontos

4 – Reese Cates – 173.50 pontos

5 – Marco Eguchi – 171.50 pontos

6 – Agnaldo Cardozo – 170.25 pontos

7 – Eduardo Aparecido – 169.75 pontos

8 – LJ Jenkins – 169.25 pontos

9 – João Ricardo Vieira – 169.00 pontos

10 – Matt Triplett – 168.50 pontos

Ranking Parcial – 6 eventos

1 – Shane Proctor – 3.262,37 pontos

2 – Silvano Alves – 2.945,41 pontos

3 – J.B. Mauney – 2.148,00 pontos

4 – Jordan Hupp – 1.957,62 pontos

5 – Agnaldo Cardozo – 1.913,37 pontos

6 – Douglas Duncan – 1.843,12 pontos

7 – Marco Eguchi – 1.834,50 pontos

8 – Sean Willingham – 1.765,00 pontos

9 – Guilherme Marchi – 1.733,25 pontos

10 – Aaron Roy – 1.706,50 pontos

Foto: PBR.com

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 11 de fevereiro de 2013 por em PBR 2013.
%d blogueiros gostam disto: