ARENA BRUTA – Rodeio com mais conteúdo

O melhor conteúdo sobre o verdadeiro esporte do Cowboy

Arena em Debate 07: Onde estão os brasileiros?

DEPOIS DE MAIS UMA VITÓRIA AMERICANA E UM FIM DE SEMANA QUASE DISCRETO DOS BRASILEIROS, O ARENA EM DEBATE TRÁS SUA SÉTIMA EDIÇÃO COM VÁRIOS ASSUNTOS LIGADOS AO MAIOR CAMPEONATO DE MONTARIA EM TOUROS DO MUNDO

Arena em Debate chega a sua sétima edição e os Colunista Abner Henrique e Eugênio José, trocam informações sobre a última etapa da PBR, rebatem as críticas de Ty Murray, analisam a situação dos brasileiros, sempre regrado de muita discussão e curiosidades.

AH: Nas últimas semanas nós dois falamos muito em jovens talentos americanos, tentamos apontar quem poderia bater de frente com os brasileiros e de repente aparece um veterano, que a gente quase nem lembrava, ou melhor, lembrava, mas não apostava. Sean Willingham retornou a elite da PBR após 10 meses, montou três Round’s conscientemente e venceu o evento. Ele montou bem e escolheu um touro “ardido” pra final, o que demonstra que tava confiante. Ele já brigou pelo título em 2006, tem seis TOP 20 na carreira. Então meu amigo, temos um novo nome na disputa pelo título de 2013 ou ainda é cedo pra afirmar isso?

EJ: Inclusive eu havia citado o Sean Willingham no caso dos Americanos que haviam sido cortados, pelo jeito ele me ouviu e voltou, e como diz a música: “desta vez pra ficar” RS. Na verdade Abner, eu acho que tem alguém traduzindo o Arena em Debate por lá, depois de quatro etapas, mesmo com o Silvano Alves liderando, quem está mandando e ganhando tudo é os Estados Unidos. Parece que alguém soprou pra eles que aqui no Brasil falamos que só tem americano mole. Eu acho, na verdade, eu tenho certeza, que a PBR, bateu na caixa de abelha da comodidade. Essa regra onde o competidor já sobe doTPD (Touring Pro Division) trazendo pontos, e a eliminação do dinheiro como critério de classificação para a PBR World Finals, vai mudar muita coisa, já imagino competidor montando no TPD no meio de semana e na BFTS final de semana para minimizar a possibilidade de queda.

Sean Willingham retorna a elite da PBR e pode ser candidato ao título

Sean Willingham retorna a elite da PBR e pode ser candidato ao título

AH: Acho que eles já estão fazendo isso. A nova regra não somente tira a comodidade, como também incentiva. O próprio Willingham no ano passado estava parando nos touros no TPD, mas as notas não lhe davam premiação. Esse ano, quem parar os oito segundos será favorecido e é assim que tem que ser. Agora um outro assunto que você gosta muito. Há algumas semanas você criticou o J.B. Mauney por ele querer montar em touros difíceis ao invés de agir com estratégia. Da mesma forma eu elogiei oShane Proctor por ele ser bom de estratégia. Proctor tinha sete touros para escolher e escolheu Bushwacker. Parar os oito segundos em qualquer touro lhe daria a segunda vitória seguida e a liderança do campeonato. Você acha que ele foi contagiado pelas “loucuras” de seu cunhado Mauney e escolheu o touro errado? Aliás Mauney declarou que ele queria ter ido no Bushwacker.

EJ: Quando em 2011, falei que Shane Proctor tinha sido o melhor competidor do mundo naquele ano, recebi uns emails nada educados da galera dizendo que eu estava doido, que o Silvano Alves era o melhor. Obvio que o Silvano foi o melhor em 2012, e quando falo em melhor, não me prendo a PBR, falo em melhor do mundo em todos os quesitos, e em 2011, Proctor foi merecedor disso. Ganhou,CalgaryPRCATPD, “matou a pau” naquele ano, mas, foi castigado com a fratura do braço no final do mesmo. Este ano a PBR está realizando (pelo menos para mim) a disputa dos sonhos, Shane Proctor X Silvano Alves, em “minha” opinião os dois melhores do mundo nos dois último anos. Agora, embora eu admire o trabalho do Proctor, realmente, escolher Bushwacker foi conselho de cunhado mesmo, não vejo motivos para isso. Faltou um brasileiro chegar para ele e dizer: “Corre Bino é uma cildada” RS. Ou, ouviu a mulher (irmã de J.B.) e resolveu proteger o cunhado. E já que citei acima sobre enxergar as coisas como um todo, se buscarmos os arquivos, fora do banco de dados da PBR, Bushwacker já foi vencido por outro competidor além do Thiago Paguioto, não é verdade Abner?

Shane Proctor montando Bushwacker

Shane Proctor montando Bushwacker

AH: Pois é, a informação de que o Thiago Paguiotto foi o único a parar no Bushwacker em eventos daBFTS é verdadeira, porém Markus Mariluch também fez essa façanha (foram os dois únicos até hoje). O americano na realidade foi o primeiro, ele desafiou Bushwacker também em Las Vegas, três semanas antes do brasileiro, mas valendo como uma etapa do Touring Pro Division. Ou seja, ele também merece ser citado sempre, pois o animal estava com a mesma dificuldade de quando foi montado por Paguiotto. E falando de Bushwacker, ele bateu o recorde de maior invencibilidade seguida na história da PBR, 36 montarias em eventos da 1ª divisão. Agora mudando de assunto Eugênio. O Guilherme Marchi teve a pior fase de sua carreira na PBR nas últimas semanas, pois ele nunca havia caído de sete touros seguidos. Neste fim de semana ele se reencontrou com o apito (dos oito segundos). Aproveito a deixa e peço para você responder a pergunta do querido Ty Murray: onde estão os brasileiros?

Guilherme Marchi caiu de sete touros seguidos em sua pior fase na PBR, mas se recuperou neste fim de semana

Guilherme Marchi caiu de sete touros seguidos em sua pior fase na PBR, mas se recuperou neste fim de semana

EJ: Sobre Guilherme ele é guerreiro, e já provou isso no final de semana, eu acredito que ele passa esse corte e deve ser firmar de novo. Agora, sobre os brasileiros, e onde eles estão eu respondo ao Ty Murray: “Estão no departamento médico seu “Manézão”. Sem querer ser polêmico, mas, já sendo, senti um ar de superioridade nas matérias no site da PBR esta semana, mas, uma coisa, ou melhor, uma verdade seja dita. Os brasileiros, antes intocáveis, já não são mais meninos. Valdiron de Oliveira,Guilherme MarchiRenato NunesRobson Palemo, são os mais antigos. Destes, Guilherme como você disse teve um pequena (espero) má fase, Renato vem discreto, e está assim desde a conquista do mundial em 2010, Valdiron Operado, e já com 33 anos de idade, Palermo, começou bem mas, começou contundido. Da segunda safra, vem Silvano Alves LÍDER (Chupa Ty. RS),  e quem eu acreditava que ia fazer bonito este ano, Fabiano Vieira, após lesão no tornozelo já tem sua temporada comprometida. Estou gostando do Emílio Resende. O Eguche já começou recuperando de contusão. Em resumo, momentaneamente acabou a superioridade, voltou a normalidade de quatro anos atrás. Agora temos uma nova safra lá, que por sinal muito boa. Eduardo AparecidoEdevaldo FerreiraJoão Ricardo, mas, estes “acho” que estão com a cabeça dividida entre BFTS e PBR Brasil, se firmarem lá podem a vir dar trabalho. Não citei todos os brasileiros, mas, é isso, quem está dando as cartas no geral agora é os EUA, eles estão felizes por isso. Fecho esse Arena em Debate destacando: Mesmo escolhendo o touro errado em Oklahoma, Shane Proctor, em dois rodeios, ele é o segundo no ranking mundial e tem o aproveitamento melhor que Silvano Alves. Olho nele!!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 30 de janeiro de 2013 por em Arena em Debate.
%d blogueiros gostam disto: