ARENA BRUTA – Rodeio com mais conteúdo

O melhor conteúdo sobre o verdadeiro esporte do Cowboy

Irmãos Wright: Família de sucesso nas arenas

RELEMBRANDO OS BONS TEMPOS DOS IRMÃOS ETBAUER NA SELA AMERICANA, CODY, JESSE E JAKE WRIGHT FORAM DESTAQUES DURANTE A NATIONAL FINALS RODEO 2012 E A FAMÍLIA MAIS VITORIOSA DO RODEIO MUNDIAL NA ATUALIDADE COMEÇA A NOVA TEMPORADA EM BUSCA DE UM RECORDEBlog Arena Bruta Irmãos Wright

 

(por @HenRiQue_Bad) Nos anos 90 os fãs da Sela Americana (Saddle Bronc) vibravam com as performances dos irmãos Etbauer: Billy, Dan e Robert. Os três se classificaram juntos para oito Finais Mundiais e se tornaram o trio de irmãos mais bem sucedidos da história dos rodeios. Nos últimos anos, a família Wright chegou perto de igualar o feito dos irmãos Etbauer, e quase colocou três irmãos na National Finals Rodeo em Las Vegas, mas foi somente em 2012 que este fato aconteceu. Cody e os gêmeos Jesse e Jake foram destaques na NFR, conquistando o terceiro título mundial para a família além de outros bons resultados durante o evento de 10 dias.

Jesse Wright conquistou sua primeira fivela de Campeão Mundial durante a NFR 2012 (Foto: PRCA-Mike Copeman)

Jesse Wright conquistou sua primeira fivela de Campeão Mundial durante a NFR 2012 (Foto: PRCA-Mike Copeman)

Além deles, Alex e Spencer também estiveram presente nos maiores rodeios dos Estados Unidos nesta temporada e foram muitos os fins de semana onde os irmãos Wright dividiram a vitória em um evento ou venceram simultaneamente em cidades diferentes. Para Cody, o mais velho, é motivo de muito orgulho ter a companhia dos irmãos mais novos nas principais arenas do país. “Eles não estão apenas competindo, eles estão entre os melhores. Eles estão cada dia melhores,” declarou o Bi-campeão Mundial. Viajando quase sempre juntos, os irmãos declaram que estar em família ajuda muito no campeonato de rodeio mais difícil do mundo. Para Alex, de 25 anos, um irmão tem a coragem de dizer ao outro o que normalmente um amigo ou companheiro de trabalho não tem. “Eles vão te dizer a verdade sobre tudo, quando as vezes outros não terão coragem. Qualquer palavra dita por eles será para o nosso crescimento, sempre,” finaliza ele.

A temporada 2012 foi extremamente gloriosa para os irmãos nascidos no frio estado de Utah. Jesse, chegou a Las Vegas liderando o ranking da modalidade e conquistou sua primeira fivela de ouro aos 23 anos de idade. Cody chegou a liderar o ranking por algumas semanas e participou de sua 10ª Final Mundial com reais chances de conquistar o Tri-Campeonato Mundial, terminando em segundo lugar na NFR e terceiro no Campeonato. Jake, que é gêmeos com Jesse, se classificou para sua primeira National Finals Rodeo, venceu dois Round’s e terminou em sexto lugar na temporada. Mesmo sem estar entre os 15 classificados para o evento, Spencer esteve em Las Vegas para receber o título de Rookie of the Year da Sela Americana em 2012, após embolsar mais de US$ 32 mil em sua temporada de estréia como profissional.

Bi-Campeão Mundial, Cody Wright brigou pelo terceiro título até a última montaria (Foto: PRCA-Mike Copeman)

Bi-Campeão Mundial, Cody Wright brigou pelo terceiro título até a última montaria (Foto: PRCA-Mike Copeman)

Cody Wright começou a competir profissionalmente pela PRCA em 1998, aos 21 anos de idade. Dividindo seu tempo entre as arenas profissionais e universitárias, onde foi vice-campeão em 2001, o competidor trilhou um caminho difícil até colocar seu nome entre os principais atletas da modalidade. Seu primeiro grande título foi o de campeão do Wilderness Circuit, regional da PRCA para o seu estado, em 2000, mas a classificação para a Final Mundial só veio em 2003, quando ele terminou a temporada em terceiro lugar. A partir daí as portas se abriram para Cody e ele sempre esteve entre os mais respeitados até seu primeiro título mundial, conquistado em 2008. A segunda fivela de ouro veio em 2010, com uma vitória emocionante na última montaria da NFR. Em 12 temporadas como profissional, Cody Wright tem mais de 100 títulos, incluindo o de campeão em Calgary, Cheyenne, Houston, Reno, Salinas, Fort Worth, San Antonio, Austin, Tucson, Clovis, Odessa e El Paso.

No mesmo ano em que Cody conquistava seu segundo título mundial, Jesse Wright se classificava para sua primeira NFR. O competidor terminou a temporada regular na 16ª colocação, mas foi a Las Vegas devido a lesão de um dos 15 classificados. Com um desempenho impressionante, Jesse encerrou o ano na quinta colocação e a certeza que na temporada seguinte estaria entre os melhores do mundo. Em 2011, após importantes vitórias durante a temporada, ele chegou a Las Vegas brigando pelo título mundial e após conquistar a vitória no evento, fechou o ano com o segundo lugar no ranking. Já nesta temporada, ninguém duvidava que seria o ano dele e apesar de só assumir a liderança na última semana da temporada regular, Jesse Wright chegou a Final Mundial como favorito e ficou com sua primeira fivela mesmo após cair de três dos 10 cavalos que montou.

Mesmo caindo de três dos 10 cavalos que montou, Jesse Wright levou a terceira fivela de ouro para a casa da família (Foto: PRCA-Mike Copeman)

Mesmo caindo de três dos 10 cavalos que montou, Jesse Wright levou a terceira fivela de ouro para a casa da família (Foto: PRCA-Mike Copeman)

No ano passado, Jake Wright quase se juntou aos irmãos na NFR, mas perdeu a vaga por apenas US$ 85. Este ano, ele não deu chance ao azar e após 10 vitórias durante a temporada, garantiu sua vaga na oitava colocação. Jake estreou no principal evento do ano com um segundo lugar entre os 15 melhores da primeira noite e venceu os dois Round’s seguintes, incluindo um empate com Jesse Wright na terceira noite, o que fez deles os primeiros gêmeos a dividirem a vitória em um Round na história da NFR. A segunda metade da competição de 10 Round’s não foi tão boa para ele, mas mesmo assim ele terminou a temporada na sexta colocação, se colocando como o terceiro nome da família na Sela Americana.

Alex e Spencer foram os outros dois da família Wright que brilharam em 2012. Aos 25 anos e um passado de vitórias no rodeio colegial e universitário, Alex Wright fez sua quarta temporada pela PRCA, terminando em 27° lugar no ranking após nove títulos durante o ano. Já Spencer, apelidado pelos irmãos de “Red” fechou a temporada como o Melhor Novato do Ano, somando mais que o dobro da premiação do segundo colocado. Calvin, o segundo mais velho entre os irmãos homens também já competiu na modalidade, porém sem grande sucesso na PRCA. O caçulinha Stewart é o único que ainda não quis se arriscar no lombo dos cavalos e joga competições colegiais de Basebol. O time de ‘cowboys’ da família Wright se completa com Rusty, filho mais velho de Cody e que já compete em eventos amadores e colegiais. Todos os cinco irmãos que estão em atividade na PRCA atualmente estiveram entre os 50 melhores do Ranking praticamente toda a temporada e Cody Wright não esconde a felicidade que isto lhe trouxe. O veterano revela que há uma competição particular entre eles e que com o passar do tempo está cada vez mais difícil para ele vencer seus alunos.

Jake e Jesse entraram para a história como os primeiros gêmeos a ganharem juntos um Round da NFR (Foto: Rodeo Fame)

Jake e Jesse (ao fundo) entraram para a história como os primeiros gêmeos a ganharem juntos um Round da NFR (Foto: Rodeo Fame)

O casal Bill, dono de uma empresa de construção e Evelyn, uma professora, tiveram 13 filhos, sendo sete homens e seis mulheres. Entre as mulheres, nenhuma seguiu carreira relacionada a rodeios, mas já entre os homens, os seis mais velhos desde criança sempre se aventuraram no lombo dos animais no rancho da família. Fãs incondicionais de Cody, os mais jovens não escondem o orgulho de terem um irmão e professor tão premiado e respeitado. Jake declarou que ver dois dos seus irmãos entre os quatro favoritos ao título deste ano é algo que o motiva demais, porém ele pretende escrever sua própria história. “Cody tem títulos incríveis e que orgulha todos nós, mas não queremos ser conhecidos apenas como os irmãos caçulas do ‘mito’. Cada um de nós queremos fazer seu próprio nome,” finaliza Jake.

A participação de Cody, Jesse e Jake na NFR deste ano igualou a marca de Butch, Kaye e Sandy Kirby em 1975; Clay, Travis e Brady Tryan em 2010 e Tuf, Clint e Clif Cooper em 2011; e dos lendários Billy, Robert e Dan Etbauer, que competiram em oito Finais entre 1989 e 1997. Cody Wright, que venceu Billy Etbauer em 2008, quando conquistou seu primeiro mundial sabe que ainda falta muito para eles igualarem o trio que também competia na Sela Americana. “Eles fizeram grandes coisas e nós temos que ser incríveis para igualá-los ou superá-los,” declarou Cody. Mas ele garante que tão importante quanto chegar a este recorde, serão as vitórias e marcas que irão aparecer durante o caminho. Apesar de muitos anos e muitos títulos o distanciarem dos irmãos Etbauer,os Wright’s  podem escrever seu nome na história já neste próximo ano.Nunca, em 54 anos da National Finals Rodeo um quarteto de irmãos se classificou para a mesma edição do evento e isto certamente é um dos objetivos da família deles, que em 2013 tem cinco bons candidatos as 15 vagas da Sela Americana em Las Vegas.

(Da esq. para a dir.: Cody, Spencer, Jake, Jesse e Alex) Quinteto pode fazer história na PRCA em 2013 (Foto: PSN-PRCA)

(Da esq. para a dir.) Cody, Spencer, Jake, Jesse e Alex. Quinteto pode fazer história na PRCA em 2013 (Foto: PSN-PRCA)

PATROCÍNIO

CORDAS PRECISION - Tecnologia e evolução a favor do esporte

CORDAS PRECISION – Tecnologia e evolução a favor do esporte

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 28 de dezembro de 2012 por em Cowboys, National Finals Rodeo - Las Vegas 2012, PRCA.
%d blogueiros gostam disto: