ARENA BRUTA – Rodeio com mais conteúdo

O melhor conteúdo sobre o verdadeiro esporte do Cowboy

Arena em Debate 02: Reta final da NFR 2012

QUEM SURPREENDEU, QUEM DECEPCIONOU E QUEM AINDA TEM CHANCES REAIS DE TÍTULO: ARENA EM DEBATE APRESENTA UM BATE-PAPO COM AS OPINIÕES DOS COLUNISTAS EUGÊNIO JOSÉ E ABNER HENRIQUE SOBRE A NATIONAL FINALS RODEOArena em Debate

Na noite de ontem chegamos exatamente a metade da National Finals Rodeo, restando ainda mais cinco Round’s até a noite de sábado quando ficarão definidos os Campeões Mundiais da temporada. Podemos dizer que ainda falta muita “água para rolar”, porém com os cinco Round’s já realizados dá pra ter uma noção de quem ainda briga pelo título mundial e de quem vai deixar muito a desejar nesta Final. E é em cima deste assunto que eu e o Colunista Eugênio José pautamos o Arena em Debate 2, um bate papo onde expomos nossas opiniões, nossa “decepções” e nossas expectativas para as cinco noites que restam no Melhor Rodeio Completo do Mundo.

TRÊS TAMBORES (Barrel Racing)

EUGÊNIO JOSÉ: Apostei cegamente em Mary Walker e repito a frase que falei no Arena em Debate I “Alguém que luta 30 anos para chegar a NFR merece o título.” E confesso que ela até aqui foi além da expectativa. Entre todas as modalidades é a competidora que mais ganhou dólares na final ($62.427,88). Venceu três rounds (1º, 2º e 3º).  No dia que derrubou um tambor a líder e principal concorrente Brittany Pozzi, derrubou dois. Se acabasse tudo agora ela, Mary Walker seria a campeã. Aliás, ela está com sorte de campeã.

ABNER HENRIQUE: Nunca botei muita fé no desempenho de Brittany Pozzi em Las Vegas, pois ela já perdeu três títulos mundiais em edições anteriores. Apesar de ainda não ter sido ultrapassada em números reais, Pozzi derrubou dois tambores na mesma noite e as penalizações lhe prejudicaram na classificação da NFR. Mary Walker derrubou um tambor e segue em quinto lugar atrás apenas das competidoras que ainda não cometeram penalizações. Nos próximos cinco dias, quem errar menos fica com a fivela. Walker tem vantagem, porque erros de uma das quatro que estão a sua frente vão lhe favorecer, já para a Bi-campeã Mundial Brittany Pozzi, resta não errar e ainda depender de uma má atuação de sua principal concorrente. Sherry Cervi e Lindsay Sears são os outros dois nomes, que na minha opinião podem ficar com o título deste ano.

Brittany Pozzi já chegou a NFR como a n° 1 do mundo outras cinco vezes e em apenas duas conquistou o título

Brittany Pozzi já chegou a NFR como a n° 1 do mundo outras cinco vezes e em apenas duas conquistou o título

LAÇO DO BEZERRO (Tie-Down Roping)

ABNER HENRIQUE:Esta é outra modalidade que eu acredito que só vai ser decidida quando o último bezerro tiver as patas amarradas no sábado. A alguns dias citei que a idade faria a diferença na briga pelo título, mas nos próximos cinco Round’s vai valer vontade e foco. Mais jovem, Tuf Cooper teve sua primeira noite ruim ontem, ou seja, ficou fora das seis primeiras posições da noite e não ganhou premiação. Com 15 anos a mais, Justin Maass conseguiu um cheque com a quarta posição e agora a diferença entre eles é de pouco mais de US$ 5.700. Hoje basta Maass ficar duas posições a frente de Cooper e ele retoma a liderança.

EUGÊNIO JOSÉ: No laço apostei em Tuf Cooper, atual campeão mundial, e foi dito e feito, disse que ele precisava ser preciso nas laçadas. Parece que ele ouviu, chegou na segunda posição e já venceu o primeiro round, repetiu a dose no quarto. Tomou a primeira posição no ranking mundial, lidera a final, e também aparece na projeção como campeão mundial se tudo terminasse agora. Mas, esta modalidade é a mais disputada, e vai ser decidida laçada a laçada.   Justin Maass está a menos de seis mil dólares de Cooper, o que não significa nada. A briga vai ser boa e continuo com Cooper.

Tuf Cooper é a grande revelação do Laço do Bezerro nos últimos 10 anos

Tuf Cooper é a grande revelação do Laço do Bezerro nos últimos 10 anos

SELA AMERICANA (Saddle Bronc)

EUGÊNIO JOSÉ: Apostei no Cody DeMoss, ele estava meio sumido, parece que sabia que hoje era dia de Arena em Debate e amanheceu na liderança da NFR. Quatro vezes vice-campeão do mundo ele sabe como termina esse filme.  A aposta de Abner Henrique, Jesse Wright, está em maus lençóis. Ainda é o líder, e ainda aparece como campeão se acabasse agora, mas, DeMoss, está com duas paradas a frente. Se Jesse cair de novo, o título fica distante, terá que fazer uma final daqui pra frente perfeita, e a experiência conta a favor de seu concorrente. Por outro lado DeMoss está muitos dólares atrás, terá que ser mais ousado, ganhar mais dinheiro, senão não leva.

ABNER HENRIQUE: Jesse Wright caiu ontem de novo e as coisas só não se complicaram para ele porque Wade Sundell e seus dois irmãos, Jake e Cody também caíram. Mas aquela nota zero do segundo dia pode custar caro pra Jesse. Literalmente “comendo pelas beiradas”, Cody DeMoss chegou a liderança e está invicto. Ele é experiente (já foi quatro vezes vice-campeão mundial) e conhece cada cavalo que passar pelos bretes daqui até sábado. DeMoss vai fazer cinco Round’s estratégicos e ao meu ver, se ele não cair de nenhum cavalo e fizer boas notas, conquista seu primeiro título mundial, que já é mais que merecido.

Com quatro vice-campeonatos na carreira, Cody DeMoss deve usar a experiência para conquistar primeira fivela de ouro na Sela Americana

Com quatro vice-campeonatos na carreira, Cody DeMoss deve usar a experiência para conquistar primeira fivela de ouro na Sela Americana

BULLDOG (Steer Wrestling)

ABNER HENRIQUE: Tem cinco ou seis competidores com chances reais de título e acredito que só vai ser definido na ponta do lápis, quando fizerem a revisão da soma das premiações após o último dia de competição. Luke Branquinho está com uma entorse no joelho, mas parece que não tem o prejudicado. Subindo posições a cada dia, assumiu a liderança ontem e agora é o cara a ser derrotado. Acredito que Dean Gorsuch e Trevor Knowless são os únicos que podem impedir seu quarto título mundial.

EUGÊNIO JOSÉ: Fui meio ousado, apostei no quarto colocado, Luke Branquinho. O Abner foi junto comigo, e o último campeão de Barretos na modalidade, vai e não derruba o primeiro boi. Tudo perdido? Nada, vem fazendo uma final de recuperação, e já é líder do ranking mundial. Acredito na experiência dele.

Campeão na arena de Barretos em 2011, Luke Branquinho persegue seu quarto título mundial no Bulldog

Campeão na arena de Barretos em 2011, Luke Branquinho persegue seu quarto título mundial no Bulldog

BAREBACK (Bareback Riding)

EUGÊNIO JOSÉ: Apostei em dois: Steven Dent que é a grande decepção desta final. Não quebrou um ovo, não ganhou um dólar sequer e ainda caiu ontem. Adeus título. A minha segunda aposta, que na verdade foi um alerta, foi Kaycee Field, eu disse que ele tinha sorte na final.Parece um comentário tonto, mas, se analisarmos, como eu e o Abner fizemos, tem cavalo de 88, e têm cavalo de 73 todas as noites. Bingo, ele só pega cavalo que pula bem, sua nota mais baixa foi ontem (5º Round) 82,50 pontos. Todas as apostas nele, que lidera tudo (NFR, Ranking e Projeção de título). Alguém para bater Field? Will Lowe, que pegou um cavalo de 78,50 no quarto round e caiu pra segunda posição da NFR.

ABNER HENRIQUE:A briga vai ficar mesmo entre Kaycee Feild e Will Lowe. No duelo de talentos, eu fico com o baixinho Lowe, mas Feild tem muita vantagem na pontuação (dinheiro). Acredito que se Lowe não reassumir a liderança na classificação da NFR e não terminar pelo menos três Round’s a frente de Feild, o título se define no Round 9. A grande decepção tem sido Steven Dent. Vice-campeão mundial em 2008 e quarto colocado nas duas últimas temporadas ele era um dos meus favoritos ao título, mas está tendo sua pior Final Mundial e já é carta fora do baralho.

Will Lowe precisa superar Kaycee Feild para se tornar um dos maiores campeões da história do Bareback com quatro títulos

Will Lowe precisa superar Kaycee Feild para se tornar um dos maiores campeões da história do Bareback com quatro títulos

LAÇO EM DUPLA (Team Roping)

ABNER HENRIQUE:O erro em um dos primeiros Round’s complicou um pouco as coisas para os líderes Trevor Brazile e Patrick Smith, e acredito que o título (segundo de Brazile e terceiro de Smith) já não depende somente deles. Cinco duplas ainda não erraram e isso pode influenciar no resultado final, porém todas essas cinco duplas tem pelo menos um tempo acima dos 10 segundos e isso influencia no resultado final. Os veteranos Chad Masters e Clay Cooper lideram a média da NFR e serão os campeões da temporada se continuarem na liderança. Derrick Begay e Cesar de La Cruz são meu terceiro palpite para o título.

EUGÊNIO JOSÉ: Posso dizer que apostamos (Eu e o Abner) Trevor Brazile Patrick Smith. Pelo simples motivo: ver Brazile fazendo história e quem sabe quebrar todos os recordes. Mas, eles erraram no segundo round, e fizeram um tempo alto no quarto round. Hoje a projeção aponta Chad Masters e Clay Cooper como campeões, eles vem revezando com Trevor Brazile e Patrick Smith. Continuo apostando nos mesmos, mas, a modalidade é delicada de se falar.

Trevor Brazile e Patrick Smith lideraram boa parte da temporada no Laço em Dupla

Trevor Brazile e Patrick Smith lideraram boa parte da temporada no Laço em Dupla

MONTARIA EM TOUROS (Bull Riding)

EUGÊNIO JOSÉ: Vai ser difícil eu apostar em outro enquanto J.W. Harris for competitivo como é. Cody Teel, que entrou liderando o campeonato viu a pressão de Harris no primeiro e segundo round, Teel Respondeu no terceiro round, mas ontem, quinto round Harris assumiu o controle e lidera tudo. (NFR, Ranking e Projeção de título). Não posso deixar de mencionar a aposta que a aposta de Abner Kanin Asay não sabe o que é a cor de um dólar ate agora. Mas, porém, contudo, entretanto, Harris e Teel tem o mesmo número de paradas. Embora se empatarem neste quesito Teel leva TOTAL desvantagem, tem uma nota 60, e outra 74,50 pontos. Continuo acreditando em Harris, se Teel ganhar, mostrará que pode ser sucessor de Harris. O Abner respeita o Harris, mas, vive querendo achar um pra bater ele RS. Acho melhor ele escolher o Teel, pois é o adversário a altura no momento.

ABNER HENRIQUE:Pra mim o título ficará entre três nomes: J.W. Harris, Cody Teel ou Seth Glause. Não somente por estarem nas três primeiras colocações, mas pelo que apresentaram nos Round’s anteriores. Independente dos touros que montar, Harris certamente vai fazer mais três paradas até sábado, ai a decisão vai ser nas notas que ele tirar e colocação dos Round’s. Teel é talentoso, mas sexta-feira e sábado costumam ser os piores Round’s, no quesito nível de touros e ai ele vai depender dos animais que a sorte lhe der e é claro, do que fizer de hoje até quinta-feira. Pode ser que hoje ele faça a melhor nota e reassuma a primeira colocação, porém J.W. Harris é J.W. Harris. Correndo por fora, aparece Glause, que está muito motivado e tem talento, mas depende do mal desempenho de Harris e Teel. Cody Whitney “assustou” no começo, mas caiu de três touros seguidos. Beau Schroeder tem chances matemáticas, porém caiu de dois touros seguidos e não depende somente dele. Kanin Asay era uma das minhas apostas de título, mas caiu dos cinco touros que montou, em partes devido a uma lesão nas costelas e já deu adeus as chances reais de título.

Com apenas 20 anos, Cody Teel tem a dura missão de superar o Tri-Campeão J.W. Harris na Montaria em Touros

Com apenas 20 anos, Cody Teel tem a dura missão de superar o Tri-Campeão J.W. Harris na Montaria em Touros

Fotos: PRCA

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 11 de dezembro de 2012 por em National Finals Rodeo - Las Vegas 2012, PRCA.
%d blogueiros gostam disto: