ARENA BRUTA – Rodeio com mais conteúdo

O melhor conteúdo sobre o verdadeiro esporte do Cowboy

Trevor Brazile: O grande fenômeno do laço

TREVOR BRAZILE É O COMPETIDOR QUE MAIS GANHOU PRÊMIOS NA HISTÓRIA DA PRCA E ENTRE TANTOS OUTROS RECORDES ELE BUSCA ESTE ANO IGUALAR A IMPRESSIONANTE MARCA DE 18 TÍTULOS MUNDIAIS, QUE PERTENCE AO TAMBÉM LAÇADOR GUY ALLEN

 

Nenhum atleta no mundo usando chapéu ou montando um cavalo é tão premiado como Trevor Brazile. Com um laço na mão, o texano escreveu nos últimos 10 anos seu nome não somente na história do Rodeio, mas do esporte americano de uma maneira geral, tornando-se um dos atletas mais conhecidos e respeitados do país. A imprensa, constantemente o compara aos astros Tiger Woods do Golfe e Kobe Bryant do Basquete, e tal comparação se justifica. Aos 36 anos de idade, Trevor compete em três modalidades pela Professional Rodeo Cowboys Association, onde já ganhou US$ 4.4 milhões em prêmios e 16 Títulos Mundiais. Ele é o competidor que mais ganhou dinheiro em 76 anos desde que a PRCA foi fundada e também o único a ganhar mais de US$ 1 milhão em três modalidades diferentes. Em 2010 ele ganhou seu oitavo Título Mundial no All-Around Cowboy, para atletas que competem em mais de uma modalidade, os chamados Cowboys Completos e bateu o recorde que até então pertencia ao lendário Ty Murray, com sete fivelas. Ano passado ele conquistou com folga sua nona fivela de Cowboy Completo e este ano ele busca um novo recorde, tornar-se o competidor com o maior número de títulos mundiais pela PRCA em todos os tempos. Esta marca pertence atualmente a Guy Alen, que ganhou 18 Títulos Mundiais no Steer Roping, uma modalidade semelhante ao Laço do Bezerro e que faz parte de apenas alguns eventos na temporada. Brazile é Tri-Campeão Mundial nesta modalidade e no início deste mês perdeu seu quarto título por apenas US$ 418, durante a Final Mundial do Steer Roping, que acontece separadamente da National Finals Rodeo. Em Las Vegas, entre os dias 06 e 15 de dezembro, Brazile irá competir apenas no Laço em Dupla, modalidade que ele lidera o Ranking e se conquistar a vitória se igualará ao recorde de Allen, já que seu 10° título de Cowboy Completo está praticamente garantido devido a diferença para os demais concorrentes.

Trevor Brazile está a duas fivelas de igualar a marca de 18 títulos mundiais de Guy Allen

Apesar de ser considerado o maior atleta dos rodeios em todos os tempos, Trevor Brazile mantém os pés no chão e diz ser um competidor no mesmo nível dos demais, creditando suas vitórias a seus excelentes cavalos. Para amenizar a desvantagem de ter um porte físico inferior ao de seus principais concorrentes, ele usa sempre animais fora de série, todos treinados por ele mesmo. “Se eu não posso ganhar fisicamente, preciso ter os melhores companheiros na hora da laçada,” afirma ele. Para os outros competidores, além de talento e bons cavalos o que o diferencia dos demais é a sua concentração, praticamente inabalável. “A disciplina é seu maior atributo. Ele está sempre focado no que está fazendo,” declarou Roy Cooper, um dos maiores laçadores de todos os tempos e que é seu sogro.

Nascido em Amarillo, centenária cidade no norte do Texas com forte influência agropecuária, Trevor foi preparado desde muito cedo para se tornar o que é hoje. “No recreio da escola, ao invés de brincar, eu andava a cavalo,” relembra ele, que era incentivado e treinado por seu pai Jimmy, que foi quatro vezes a Final Mundial no Steer Roping na década de 80. Jimmy não queria que o filho fosse bom em apenas uma modalidade e sim que estivesse entre os melhores em todas as modalidades que competisse, e foi exatamente o que aconteceu. Isso também é outro grande diferencial em sua carreira e o fez ganhar nove títulos como Cowboy Completo em 10 anos, pois atualmente ele é o único atleta que consegue se manter entre os melhores em mais de uma modalidade. Normalmente seus concorrentes neste título são excelentes competidores em uma modalidade e regulares em outra, como é o caso do veterano Bobby Mote, que atualmente está em terceiro lugar no Ranking. Mote é Tetra-Campeão Mundial no Bareback, modalidade que neste ano já ganhou mais de US$ 110 mil e eventualmente também compete no Laço em Dupla, onde ganhou apenas US$ 10 mil. Já Brazilefechou a temporada regular com mais de US$ 247 mil, sendo US$ 132 mil no Laço em Dupla, US$ 65 mil no Steer Roping e de US$ 48 mil no Laço do Bezerro.

“No recreio da escola, ao invés de brincar, eu andava a cavalo,” conta Trevor Brazile, que desde muito cedo foi preparado por seu pai para ser um campeão

Competir em várias modalidades em um mesmo dia não é nada fácil, pois são modalidades que exigem técnicas diferentes. Segundo Josh Peek, que compete no Laço do Bezerro e Bulldogging, é complicado para qualquer atleta terminar uma prova e ter que se concentrar para outra completamente diferente em poucos minutos. “Por isso é difícil alcançá-lo. Ele consegue focar em uma modalidade e esquecer a anterior facilmente,” afirma Peek. E ao longo da história sempre foi assim, nenhum outro competidor conseguiu se manter entre os primeiros em várias modalidades. Ty Murray, ganhou sete vezes o Título de All-Around Cowboy, porém era excelente montando em touros, onde ganhou a maioria de seus prêmios, mas nunca ganhou uma fivela de Campeão Mundial na Sela Americana e no Bareback. Trevor Brazile é um dos únicos três atletas da história a ganhar a fivela de ouro em quatro modalidades diferentes. Os outros dois únicos que haviam conseguido antes dele, competiram nas décadas de 30 e 40, quando o rodeio era muito diferente do que conhecemos hoje. Para Patrick Smith, que é seu parceiro nas competições de Laço em Dupla a quase sete anos, sua persistência é um de seus maiores atributos. “Mesmo se ele não ganhar, ele mantém a calma e aprende com os erros, sempre buscando melhorar.”

A trajetória profissional de Trevor Brazile começou em 1996, mas o atleta cursou um longo caminho até seu primeiro Título Mundial, que só veio em 2002. Depois de ganhar títulos nas categorias jovens e no Rodeio Universitário, ele teve momentos difíceis em seus primeiros anos como profissional. “Foi difícil. Demorei para ter certeza se aquilo era realmente o que Deus havia escolhido para mim fazer,” revela ele. Persistindo, em 1998 ele venceu seu primeiro grande evento, o de San Antonio no Texas e alcançou classificação para a National Finals Rodeo pela primeira vez, competindo no Laço em Dupla. Nos anos seguintes seu nome foi se tornando cada vez mais conhecido nos principais rodeios do país, até que em 2002, depois de terminar em segundo lugar no Ranking do Steer Roping e em terceiro no Laço do Bezerro, ele conquistou seu primeiro título Mundial na categoria Cowboy Completo, somando US$ 274 mil durante o ano. Desde então, ele só não conquistou este título em 2005, quando terminou na terceira colocação. Em contra-partida, nas últimas 11 temporadas ele registrou feitos que demorarão anos para serem superados. Em 2007 ele se tornou o 10° competidor da história a conquistar três fivelas de ouro em um mesmo ano, o que não acontecia desde a década de 80. Esta marca ele repetiu novamente em 2010, quando estabeleceu o recorde de nove títulos de Cowboy Completo. “Ser campeão é a maior motivação que existe,” declara o atleta.

Com mais de 4.4 milhões de dólares ganhos, Trevor Brazile é o competidor mais premiado da história da PRCA

 

Trevor Brazile também é um dos dois únicos atletas na história da PRCA a se classificar para a Final Mundial em quatro modalidades diferentes. Isto aconteceu em 2003, quando ele competiu no Laço em Dupla nas categorias ‘cabeceiro’ e ‘pezeiro’ (com parceiros diferentes), além do Laço do Bezerro e Steer Roping. Ele também se tornou o primeiro atleta a ultrapassar US$ 3 milhões em prêmios em eventos da PRCA e o primeiro e único a ultrapassar US$ 4 milhões até hoje. Devido a sua importância para o esporte, em 2008, Brazile foi introduzido ao Texas Cowboy Hall of Fame, segundo maior memorial do rodeio mundial. Em toda sua carreira profissional ele acumula cerca de 360 fivelas de campeão, 50 vitórias em Round’s da National Finals Rodeo e 16 Campeonatos Mundiais, sendo nove como Cowboy Completo, três no Laço do Bezerro, três no Steer Roping e um no Laço em Dupla.

Outro ponto que chama a atenção na vida de Trevor Brazile é a sua religiosidade. Para seu parceiro no Laço em Dupla, ele retrata exatamente o que os cowboys do passado eram. “Cowboys tinham fé em Deus, eram fiéis as suas origens e amavam o país e a sua família,” completa Smith. O competidor constantemente cita o nome de Deus em suas conversas e deixa claro que não serve a Ele apenas porque tem feito sucesso. “Quando eu sou fraco, Ele me faz forte, seja dentro ou fora das arenas,” declarou Trevor. Quando não está nas competições, o campeão treina cavalos em seu Rancho, em Decatur no Texas. Ele e a esposa Shada, tem um casal de filhos, Treston de cinco anos e Style de dois anos. Shada, com quem ele se casou em 2001, é enteada de Roy Cooper, oito vezes Campeão Mundial, e irmã de Tuf Cooper, Campeão Mundial de 2011 e Clif e Clint, também campeões no Laço do Bezerro.

Trevor Brazile com a esposa Shada e os filhos Treston e Style durante a Final Mundial de 2010, quando ele estabeleceu o recorde de 9 fivelas como Cowboy Completo

A senhora Brazile já foi modelo e desenhou coleções de roupas infantis para uma das maiores grifes western do mundo, mas com tantos cowboys dentro de casa, ela não conseguiu seguir outro caminho a não ser o rodeio. Este ano ela voltou a praticar a prova dos Três Tambores, e mesmo não competindo em muitos eventos ela ganhou mais de US$ 18 mil e está entre as 50 melhores da temporada. Apesar de não poder ficar muito tempo em casa, Trevor é muito dedicado a família e em 2010 declarou que só iria competir mais quatro ou cinco anos e se aposentar das arenas para curtir o crescimento de seus filhos. Se igualar o recorde de títulos Mundiais este ano, marca que certamente irá demorar mais de uma década para ser superada, podemos considerar que ele terá alcançado todos seus objetivos profissionais e a sua retirada dos rodeios ficará bem mais próxima.

Acostumado com vitórias e a bater recordes, o ano de 2012 certamente também será especial na vida de Trevor Brazile. Quando começou a temporada, cogitava-se a possibilidade dele ganhar quatro títulos Mundiais este ano, chegando a um total de 20, ou seja, um em cada modalidade que pratica, mais o de Cowboy Completo. A National Finals Rodeo acontece em Las Vegas, entre os dias 06 e 15 de dezembro e o título de Cowboy Completo já está praticamente garantido devido a sua vantagem sobre os demais. Como não competiu em muitos eventos no Laço do Bezerro este ano, ele acabou não se classificando para a NFR nesta modalidade, o que já reduziu suas possibilidades de títulos. Já no Laço em Dupla, competindo com Patrick Smith, ele ganhou importantes eventos como Cheyenne e Salinas, e lidera com folga na categoria ‘cabeceiro’. Quando perdeu o título também no Steer Roping, Brazile deixou escapar a chance de quebrar o recorde de fivelas de ouro ainda este ano, o que certamente ele fará na próxima temporada.

Trevor Brazile já ganhou Títulos Mundiais em quatro categorias diferentes, sendo que por duas vezes ele já ganhou a Tríplice Coroa, ou seja, três títulos Mundiais no mesmo ano

Outro recorde que Trevor Brazile deve bater durante a Final Mundial deste ano é a de maior número de Round’s vencidos em todos os tempos. Atualmente ele está empatado com o lendário Billy Etbauer, com 50 vitórias cada um. Ele não sabe explicar o segredo de tanto sucesso nas competições, mas garante que estar confiante em si mesmo é parte fundamental para conquistar algo. “Existem muitos caras que laçam bem, mas existe uma diferença entre laçar bem e vencer,” declara o competidor. Sempre positivo e realista ele completa dizendo que é preciso conhecer seus pontos fortes e fracos e tentar melhorar a cada dia: “Você tem que saber tudo o que está fazendo, mas é preciso apagar da mente as coisas que deram errado.”

Números de Trevor Brazile

4,4 milhões de dólares em prêmios

410 mil dólares foi a média de prêmios nas últimas quatro temporadas

16 Títulos Mundiais

360 vitórias em eventos da PRCA

50 Round’s vencidos na National Finals Rodeo

4.053 palavras e 21.000 letras existem em sua biografia no site da PRCA

Fotos: PRCA (Divulgação)

Siga o @Blog_ArenaBruta no Twitter

*Está matéria pode ser encontrada também na Revista É RODEIO, Ed. n° 16 (Out/Nov), pg. 48-50. Acesse o site www.revistaerodeio.com

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 16 de novembro de 2012 por em Cowboys, PRCA.
%d blogueiros gostam disto: