ARENA BRUTA – Rodeio com mais conteúdo

O melhor conteúdo sobre o verdadeiro esporte do Cowboy

Ben Jones – Um Campeão Diferente

CORTADO DA ELITE DA PBR NO INÍCIO DO ANO, BEN JONES DEU A VOLTA POR CIMA E DEPOIS DE UMA EXCELENTE FASE NAS ÚLTIMAS SEMANAS O AUSTRALIANO CHEGA A RETA FINAL DA TEMPORADA BUSCANDO UM LUGAR ENTRE OS 10 MELHORES DO MUNDO

(por @HenRiQue_Bad) “Se acontecer, vou entrar na minha van e ir para alguns eventos da segunda divisão e no corte seguinte eu estarei de volta,” foi assim que Ben Jones disse que encararia o “corte” da elite da Professional Bull Riders se viesse a acontecer. Dois dias após esta declaração a PBR anunciou oficialmente que o australiano não havia conseguido pontos suficientes para permanecer entre os 25 competidores que tem vaga garantida nos eventos da Built Ford Tough Series, principal campeonato da entidade, ou seja, estava cortado da divisão principal. Com a alegria que nos últimos anos o tornou uma das figuras mais emblemáticas e queridas das arenas mundiais, o competidor de 33 anos competiu em vários eventos do Touring Pro Division, a divisão de acesso e trilhou passo a passo seu retorno entre os melhores competidores e touros do mundo. Hoje ele ocupa a 16ª posição do Ranking, se classificou para as finais (short-go) dos últimos três eventos realizados e tem vaga garantida mais uma vez na Final Mundial, onde buscará pela primeira vez terminar o ano entre os 10 melhores da temporada.

Toda a irreverência de Ben Jones

Amadurecimento. Sorte. Persistência. Não há uma explicação exata para essa boa fase de Ben Jones, mas o fato é que ele ainda pode surpreender nas etapas que ainda restam. Mesmo montando em apenas 16 dos primeiros 25 eventos, ele já terminou quatro vezes entre os cinco primeiros colocados. No ano passado, quando participou de todos os eventos da temporada, ele conseguiu cinco TOP 5. Seu aproveitamento de 47.83% até o fim de semana passado é extremamente animador sobre os 40.85% em 2011 e principalmente sobre a média de sua carreira, que era de apenas 36.82%. Deve se considerar ainda, que mesmo classificado, na etapa de Springfield a duas semanas, Jonesnão pode montar na Final devido a uma lesão sofrida no Round anterior e ficou impedido de melhorar sua posição, terminando na sexta colocação do evento. Apesar de ter obtido nota em apenas 22 touros até agora, o australiano está a menos de US$ 8 mil de pela terceira temporada consecutiva ultrapassar US$ 100 mil em prêmios, sendo que 85% do total ganho na BFTS vieram depois de seu retorno. A temporada passada foi a melhor de sua carreira até hoje, onde ele chegou a liderar o Ranking por uma semana após bons resultados no começo do ano e se manteve entre os 10 melhores da classificação por várias etapas. Ele terminou na 14ª posição do campeonato e só não foi melhor devido a uma série de acidentes que o fizeram sair da arena desacordado três vezes e resultaram em vários desmaios posteriores, o prejudicando inclusive na Final Mundial. Faltando dois eventos e mais a Final em Las Vegas, o competidor deve montar no mínimo em 10 e no máximo em 16 touros na conclusão da temporada.Boas montarias combinadas com pontos extras por suas boas colocações podem lhe colocar o mais próximo possível do TOP 10, ou quem sabe, no imprevisível esporte da Montaria em Touros, colocá-lo em uma inédita posição dentre os 10 melhores.

Ben Jones em uma nova fase na sua vida

Assim como o final da temporada passada, o início desta foi de crise para o competidor que nasceu em uma pequena cidade próximo a Sydney na Austrália. Ben Jones parou em apenas três touros nos cinco primeiros eventos que montou e o corte do TOP 35 foi inevitável. Em dois meses competindo no Touring pro Division ele melhorou sua posição a cada semana, até que uma vitória no estado de Indiana lhe rendeu um convite para participar do evento de Des Moines, valendo pelo campeonato mundial. Ele não estava com lugar garantido na elite novamente, mas a 11ª colocação neste evento demonstrou que ele pretendia voltar. Sua volta aconteceu duas semanas mais tarde, quando ele era um dos cinco melhores do Ranking do TPD promovidos a BFTS após o terceiro corte da temporada. Desde então ele participou de todos os 10 eventos realizados e apenas em San Antonio passou em branco, ou seja, em todos os outros nove ele parou em pelo menos um touro, incluindo o evento deste fim de semana, onde já fez uma montaria. Neste período foram 30 touros montados, onde obteve nota em 17 deles, o que lhe dá um aproveitamento de 56%, comparável aos competidores que estão no topo da classificação. “É assim que os verdadeiros campeões são feitos, mostrando sua capacidade de dar a volta por cima,” declarou Jones em uma entrevista este ano.

Ben Jones e a dança que o tornou um dos mais populares atletas da PBR

Famoso por sua dança louca, que ele executa dentro da arena mesmo quando não para em seus touros, Ben Jones já admitiu que seu passado foi cheio de más escolhas e desgostos pessoais, mas se reservou ao direito de não dar muitos detalhes. No ano passado, os constantes acidentes lhe fizeram pensar na possibilidade de se aposentar das arenas. Mas enquanto vivia o momento mais complicado de sua carreira, sua vida pessoal passava por seu melhor momento e Jones se casou no fim do ano passado. Os reflexos do casamento e de um competidor mais “ajuizado” começaram a aparecer a partir da segunda metade desta temporada. O australiano estreou na principal divisão da PBR em 1998, quando tinha apenas 19 anos. Foram três eventos e a Final Mundial, terminando o ano na 48ª posição. Depois disso ele retornou para seu país e há informações de que ele ficou muito tempo afastado das arenas devido a seus problemas pessoais. Em 2005 ele reapareceu em alguns eventos da PBR, mas seu retorno a principal divisão só aconteceu em 2008, quando participou de seis etapas. No ano seguinte foram outras 10 etapas e somente em 2010, aos 31 anos de idade ele finalmente pode participar de uma temporada inteira, fechando o ano na 18ª posição. Este também foi o ano de sua primeira e única vitória na BFTS até hoje, quando marcou 90.25 pontos em Buffallo Hump na montaria final e conquistou o título em Nashiville, uma das mais tradicionais da PBR. Se tudo correr bem, daqui a duas semanas, Jones participará de seu 100° evento na principal divisão da PBR.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 29 de setembro de 2012 por em PBR 2012.
%d blogueiros gostam disto: