ARENA BRUTA – Rodeio com mais conteúdo

O melhor conteúdo sobre o verdadeiro esporte do Cowboy

Josh Barantine é o novo Campeão Mundial do CBR

AMERICANO SOBREVIVENTE DE DOIS FURACÕES É O GRANDE CAMPEÃO DO CHAMPIONSHIP BULL RIDING 2012, O CAMPEONATO ORGANIZADO PELO LENDÁRIO TUFF HEDEMAN E QUE TEVE DOIS BRASILEIROS NA BRIGA PELO TÍTULO

 

(por @HenRiQue_Bad) Após três Rounds na grande Final da temporada realizada em Cheyenne nos dias 23 e 24 de julho, o americano Josh Barantine superou o brasileiro Luis Blanco, que liderava o Ranking e ficou com o título de Campeão Mundial do Championship Bull Riding 2012. O atleta de 26 anos liderou o Campeonato por algumas semanas nesta temporada, mas mesmo caindo algumas posições se recuperou na reta final e chegou a decisão em segundo lugar. Na etapa Final, Barantine parou nos três touros que montou e terminou o evento em segundo lugar, desempenho que lhe garantiu pontos suficientes para ultrapassar o grande favorito por mais de 300 pontos. Blanco caiu de seu touro no primeiro Round e obteve 86.50 no Round 2, que não foram suficientes para lhe garantir entre os 15 finalistas. Já o novo Campeão conquistou 90.50 pontos em sua primeira montaria, que lhe renderam ainda bônus como a quarta melhor nota da noite e 91 pontos no Round 2, que lhe colocaram entre os primeiros do evento. Precisando parar na Final, Josh Barantine levantou o público com uma belíssima apresentação de 92.50 pontos e garantiu o cheque de US$ 100 mil, uma fivela e uma sela personalizada.

 

Josh Barantine – Campeão CBR 2012

Natural de Louisiana, Josh Barantine estreou no CBR este ano, depois que ficou um longo período afastado das arenas. Muito elogiado por Tuff Hedeman quando apareceu entre os Top’s do CBR, mesmo com uma certa vergonha ele tentava explicar porque só foi aparecer nos grandes eventos aos 26 anos de idade. “Quando você não tem muito e você perde tudo, não há muito para se gabar”, disse ele em uma entrevista no início deste ano. Ainda na adolescência o competidor foi destaque em vários campeonatos amadores, incluindo o respeitado Circuito Colegial, mas aos 20 anos ele se deparou com a primeira grande tragédia em sua vida quando o Furacão Rita destruiu tudo o que sua família tinha. Após recomeçarem do zero, três anos mais tarde novamente a família Barantine viu o pouco que tinha conseguido construir devastado pelo Furacão Ike, que atingiu o sul dos Estados Unidos em 2008. “Não queria abandonar as montarias, mas precisei trabalhar em outras coisas para sobreviver,”afirmou o competidor. Com o passar dos anos, Josh foi voltando a treinar aos poucos e despertou a atenção do lendário Don Gay e do respeitado tropeiro Jerry Nelson, que o apoiaram em seu retorno. Dos rodeios pequenos da PRCA, ele chegou a divisão de acesso do CBR onde logo conseguiu vaga entre os 40 melhores do CBR CINCH Tour. Depois de parar em nove dos 12 primeiros touros que montou Barantine assumiu a liderança do Campeonato e não escondeu o orgulho de ter conseguido dar a volta por cima. “Quando eu olho para trás de onde eu estava, para onde estou hoje, é mundos de distância. Eu realmente não poderia pedir por mais nada… exceto um Campeonato do Mundo”, declarou sorrindo a reportagem do CBR no início do ano. Na noite de 24 de julho de 2012, em uma das arenas mais tradicionais do Rodeio Mundial, Josh Barantine realizou seu grande sonho e provou que o amor pelo esporte é capaz de superar qualquer obstáculo. “Passar pelo que passei e chegar onde estou hoje, é prova de que com trabalho duro e determinação você pode fazer tudo acontecer.”

 

A etapa Final do Championship Bull Riding reuniu 40 atletas entre rankeados e convidados ilustres como o Campeão Mundial Wesley Silcox e o Tri-Campeão Mundial J.W. Harris. Além do paulista Luis Blanco, o Brasil foi representado por Robson Aragão na grande Final. O “homem-aranha” das arenas foi o atleta com o melhor índice de paradas na temporada do CBR e terminou em terceiro lugar na classificação geral do Campeonato, atrás apenas de Barantine e Blanco. O TOP 5 da temporada se completou com o mexicano Gustavo Pedrero e o americano Tyler Adrian. A etapa de Cheyenne, que foi realizada durante o tradicional Cheyenne Frontier Days teve dois Round’s com os 40 competidores e o Round Final, com os 15 melhores na terça-feira. Wesley Silcox foi o grande Campeão da etapa ao somar 274.50 pontos em três montarias. Josh Barantine ficou em segundo lugar com 274.00 pontos, seguido de J.W. Harris com 273.50 pontos. Cole Echols e o líder do Ranking da PRCA, Cody Teel, completaram as cinco primeiras posições. Todos os sete competidores que pararam na Final receberam notas superiores a 90 pontos, o que deixou totalmente eufórico o público presente em Cheyenne. A presença de grande atletas e grandes touros proporcionaram ainda outras 11 notas acima de 90 pontos nas 80 montarias dos Round’s preliminares, o que deixou claro que foi a melhor final do CBR em todos os tempos.

 

 

Siga @Blog_ArenaBruta no Twitter

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 25 de julho de 2012 por em CBR Bulls.
%d blogueiros gostam disto: