ARENA BRUTA – Rodeio com mais conteúdo

O melhor conteúdo sobre o verdadeiro esporte do Cowboy

PRCA Reno Rodeo 2012

RENO RODEO, UM DOS MAIS FAMOSOS E TRADICIONAIS RODEIOS DOS ESTADOS UNIDOS TERMINOU NESTE SÁBADO APÓS 10 DIAS DE MUITA EMOÇÃO DENTRO DA ARENA QUE ESQUENTOU AINDA MAIS O CAMPEONATO DA PRCA

 

(por @HenRiQue_Bad) Terminou neste sábado, dia 23, a edição 2012 do Reno Rodeo, um dos mais tradicionais eventos da América e um dos mais cobiçados pelos competidores. A cidade de Reno está localizada no estado de Nevada, próximo a divisa com a Califórnia e é famosa por seus cassinos. Com pouco mais de 200 mil habitantes, Reno também é intitulada “a maior cidade pequena do mundo”. O rodeio, que este ano aconteceu entre os dias 14 e 23 de junho, é organizado por uma comissão de voluntários e além de ser sem fins lucrativos ainda mantém uma fundação que arrecada e distribuiu aproximadamente meio milhão de dólares para entidades da cidade. O evento movimenta cerca de US$ 42 milhões na economia da região e este ano recebeu mais de 140 mil visitantes. Com uma premiação que chegou a US$ 491 mil, o Reno Rodeo tem uma das quatro maiores premiações da temporada da Professional Rodeo Cowboys Association e faz uma grande diferença no Ranking de algumas modalidades.

 

Em todas as modalidades, cada competidor teve direito a duas apresentações entre os dias 15 e 22 de junho e os 12 melhores na soma de notas ou tempo voltaram para o Round Final no dia 23. AMontaria em Touros foi a única em que os competidores tiveram apenas uma chance e assim como nas outras modalidades, os 12 melhores retornaram a arena no último dia de competição. O BAREBACK reuniu algumas novas revelações da modalidade, mas a vitória foi dividida entre dois grandes nomes da montaria em cavalos sem sela. Kaycee Feild, o atual Campeão Mundial, entrou no último dia em primeiro lugar, mas foi alcançado pelo super campeão Ryan Gray, e ambos dividiram o título com um total de 249 pontos. Feild, que já havia sido Campeão em Reno em 2009, embolsou US$ 8.973 em todas as suas montarias enquanto Gray, que venceu nesta arena pela primeira vez ganhou US$ 7.711. O terceiro colocado foi o atual líder do Ranking, Wes Steverson, que agora deve aumentar sua diferença para Will Lowe, que não entrou na Final.

 

No LAÇO EM DUPLA (Team Roping), desde 1953 um competidor de Nevada não conquistava o título, mas Jade Corkill, que ficou em quarto lugar no Mundial de 2011, quebrou este tabu depois de quase 60 anos. Corkill e seu parceiro Kaleb Driggers, fizeram o terceiro melhor tempo da Final, mas como estavam na liderança foi o suficiente para garantir a vitória e US$ 10.605 para cada um. Os californianos Marcus Battaglia e Kyle Lockett terminaram em segundo lugar, seguidos dos também desconhecidos Dustin Bird e Paul Eaves. O atual Campeão Mundial Tuf Cooper foi o grande Campeão do LAÇO DO BEZERRO (Tie-Down Roping), depois de marcar o melhor tempo da Final, 8.4 segundos. Cooper que já entrou no sábado liderando a competição, foi o competidor que mais ganhou prêmios nesta edição do evento, somando US$ 12.834. Jeremiah Peek e o respeitado Blair Burkterminaram em segundo e terceiro lugares respectivamente.

O octa-campeão Mundial Fred Whitfield (Foto: Matt Cohen)

 

Na SELA AMERICANA (Saddle Bronc) a vitória foi de um ícone da modalidade, Cody DeMoss. Quatro vezes vice-campeão mundial, DeMoss ainda persegue seu primeiro Título Mundial e manteve a primeira colocação conquistada após dois Rounds durante a semana, conquistando a vitória com uma montaria de 84 pontos e uma premiação total de US$ 9 mil. Esta foi a terceira vitória de Cody DeMoss no Reno Rodeo. Em 2005 ele venceu na Sela Americana e como também ganhou prêmios no Laço em Dupla ficou com o troféu de Melhor Cowboy Completo do evento. Jesse Wright defendia o título que havia ganho ano passado, mas somou dois pontos a menos que o campeão e ficou em segundo lugar, seguido de Chad Ferley e Bradley Harter.

O Campeão Cody DeMoss (Foto: Matt Cohen)

 

Entre as mulheres dos TRÊS TAMBORES (Barrel Racing) a vitória ficou com a veterana Jeanne Anderson, de 52 anos. Melhor competidora das classificatórias, Jeanne só precisou fazer uma corrida com precaução na Final para garantir o título e mais de US$ 8 mil em prêmios. A também veterana Brenda Mays ficou com o segundo lugar, seguida da texana Randa Kellogg. A Bi-Campeã Mundial e atual líder do Ranking entrou no Round Final em penúltimo lugar mas conseguiu melhorar sua posição e terminou em sétimo lugar na classificação geral. Na modalidade mais radical das provas cronometradas, o BULLDOGGING (Steer Wrestling) a vitória ficou com Les Shepperson, do estado de Wyoming. Les entrou na Final em segundo lugar, mas depois de marcar o melhor tempo do evento, 4.7 segundos, conquistou o maior título de sua carreira. Este resultado dará um grande impulso ao competidor em busca de sua segunda Final Mundial e ele deve começar a semana entre os 10 melhores do mundo. O segundo colocado foi Jacob Talley, seguido do super campeão Todd Suhn.

O Campeão de Bulldogging Les Shepperson (Foto: Matt Cohen)

 

Dos 76 competidores que participaram das classificatórias na MONTARIA EM TOUROS (Bull Riding), apenas 20 obtiveram nota. O desconhecido Cameron Bland ficou em segundo lugar na segunda noite do evento e foi para a Final na 10ª colocação, mas desbancou os favoritos que resistiram até o fim e após obter a maior nota do último dia, ficou com o título. Bland montou Glass Dancer, que havia sido um dos destaques da etapa do Xtreme Bulls realizado na semana anterior e obteve 88 pontos, conquistando a maior vitória de sua carreira e US$ 11 mil em prêmios. Além dele, apenas outros dois competidores obtiveram nota entre os 12 finalistas. O também desconhecido Joe Frost obteve 84 pontos e terminou na segunda colocação, seguido do californiano Keith Roquemore, que estava em segundo lugar, mas rejeitou uma opção de montar em outro touro e ficou com 61 pontos na Final. O respeitado Ardie Meier marcou a maior nota das classificatórias, 91 pontos, mas caiu na Final e terminou em quarto lugar. Outros dois grandes nomes que participaram do Round Final foram o Campeão Mundial de 2004, Dustin Elliott, que caiu de seu touro com 7.74 segundos e terminou em sétimo lugar e o badalado Cody Whitney, que terminou em nono lugar. O Tri-Campeão Mundial J.W. Harris e o atual líder do Ranking Cody Teel, também competiram em Reno, mas não obtiveram nota em suas classificatórias e ficaram fora da Final.

O Campeão Mundial Dustin Elliott (Foto: Matt Cohen)

 

Fotos: Matt Cohen (www.mattcohenphoto.com)

 

Curta Blog Arena Bruta no Facebook

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 25 de junho de 2012 por em PRCA.
%d blogueiros gostam disto: