ARENA BRUTA – Rodeio com mais conteúdo

O melhor conteúdo sobre o verdadeiro esporte do Cowboy

PBR Bucking Battle Billings


GUILHERME MARCHI VENCE PELA PRIMEIRA VEZ NO PBR 15/15 BUCKING BATTLE MAS J.B. MAUNEY ROUBA A CENA COM UMA BELÍSSIMA MONTARIA COM A MÃO TROCADA NO LOMBO DO COBIÇADO RMEF GUNPOWDER & LEAD

 

(@HenRiQue_Bad) Em excelente fase, o Campeão Mundial Guilherme Marchi marca 90 pontos em Pandemic (C’N Stars Bull Company) e vence a quinta edição do PBR 15/15 Bucking Battle em Billings, estado de Montanna. Marchi participou de todas as edições do desafio que reúne os 15 melhores competidores contra os 15 melhores touros, mas até então havia obtido nota apenas em Indianápolis. Dos últimos 21 touros que montou, o brasileiro parou em 15, terminando em segundo lugar nos eventos de Indianápolis e Des Moines e quinto lugar na semana passada em Uncasville. Esta vitória rendeu a ele US$ 7.000 e elevou seus ganhos em 2012 para US$ 199.500. O touro sorteado para ele é filho do lendário Pandora Box e estava invicto a um ano, desde que Douglas Ferreira o montou em Kansas City. Na carreira Pandemic completou ontem 27 montarias com apenas quatro paradas, sendo mais da metade pelo Touring Pro Division.

 

J.B. Mauney montando RMEF Gunpowder & Lead com a mão direita

Apesar dos méritos na vitória de Marchi, o grande nome da noite foi J.B. Mauney. O americano que encarou sua sexta montaria com a mão direita, depois de ter fraturado a esquerda, alcançou pela primeira vez os oito segundos desafiando RMEF Gunpowder & Lead (Jeff Robinson) e conquistando 89 pontos. Ele já havia montado este touro outras três vezes, incluindo 92.25 pontos que lhe renderam a vitória em Baltimore e 89.50 pontos que lhe deu o segundo lugar em Atlanta, ambas em fevereiro deste ano. Mas na noite de ontem era diferente e poucos acreditavam que J.B. poderia suportar os oito segundos no filho de Little Yellow Jacket. O super astro das arenas Ty Murray chegou a comentar na transmissão para a televisão que achava impossível ele conseguir, mas disse que se existia um competidor capaz de contrariar as previsões com a mão trocada, era ele. “Quando alguém me diz que não pode fazer algo, eu realmente quero provar que estão errados, declarou Mauney após a montaria. O competidor que estava na liderança quando quebrou um dos dedos da mão de montaria caiu para a quarta colocação depois de duas semanas afastados das arenas mas decidiu voltar e tentar se manter vivo na briga por seu primeiro título mundial com a outra mão. O competidor de 25 anos declarou que se não fosse bem neste fim de semana assim como na semana passada, ele ficaria de fora das duas próximas etapas e só retornaria após as férias de verão da PBR, em agosto. Com a nota e os bônus conquistados ele subiu para a terceira colocação com 5.631,50 pontos, mas ainda mantém 1.140,75 pontos para o líder Valdiron de Oliveira, que não compete em Billings.

 

Quatro dos 15 competidores que teriam direito de participar do desafio não estiveram em Billings e foram substituídos pelos próximos colocados no Ranking. Depois que os primeiros sete competidores que entraram na arena não obtiveram sucesso, Fabiano Vieira fez a primeira parada da noite com 88.25 pontos em Party All the Time (Jeff Robinson). Este touro, que deu a vitória para Luke Snyder no PBR 15/15 de Albuquerque completou 23 montarias com apenas cinco paradas. LJ Jenkins foi o quarto e último competidor da noite a obter nota. Montando User Racing Bull (Brookman Hyland), touro com genética do memorável Skat Kat e que estava invicto desde fevereiro do ano passado, o americano marcou 85 pontos, mas mesmo assim foi ultrapassado momentaneamente por Mauney na classificação do Campeonato.

 

O PBR 15/15 Bucking Battle foi criado este ano para que os fãs tenham a oportunidade de assistir o desafio entre os 15 melhores competidores do Ranking contra os 15 melhores touros da atualidade. Os touros escolhidos são sorteados aleatoriamente e cada competidor monta naquele referente a sua colocação. Billings foi a quinta edição deste desafio, que passou também por Sacramento, Albuquerque, Indianápolis e Uncasville. As próximas paradas da “Batalha de Titãs” será nos dois próximos sábados em Nampa e Pueblo respectivamente. Após as férias de verão da PBR, que vão de 20 de maio a 10 de agosto, serão realizados mais duas edições deste desafio ainda com datas e locais a serem anunciados pela PBR.

 

Col. Final PBR 15/15 Bucking Battle – Billings/MT

1 – Guilherme Marchi vs. Pandemic (C’N Stars Bull Company)

2 – J.B. Mauney vs. RMEF Gunpowder & Lead (Jeff Robinson)

3 – Fabiano Vieira vs. Party All the Time (Jeff Robinson)

4 – LJ Jenkins vs. User Racing Bull (Brookman Hyland)

 

Fotos: PBR.com

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 5 de maio de 2012 por em PBR 2012.
%d blogueiros gostam disto: