ARENA BRUTA – Rodeio com mais conteúdo

O melhor conteúdo sobre o verdadeiro esporte do Cowboy

PBR Uncasville 2012

NOVATO AUSTRALIANO É OUSADO E SURPREENDE VENCENDO LOGO EM SUA ESTRÉIA NA ELITE DA PBR IGUALANDO O FEITO DO CAMPEÃO MUNDIAL SILVANO ALVES QUE TAMBÉM VENCEU SEU PRIMEIRO EVENTO NA BFTS

 

(por @HenRiQue_Bad) “Ousadia pra vencer… Alegria pra viver…,” o novo tema em homenagem ao super astro do futebol se encaixa perfeitamente com o novato Lachlan Richardson. O australiano de 19 anos tinha a opção de escolher alguns touros digamos que menos complicado para montar na Final do evento de Uncasville no último domingo, mas ele escolheu Jack Daniel’s After Party (Circle T Ranch), um animal de difícil encaixe já que é pequeno, rápido e com pulos irregulares. Se foi por coragem, ousadia ou inocência nunca saberemos mas o fato é que ele parou no touro e obteve 89.50 pontos, garantindo a vitória logo em sua estréia na BFTS. Lachlan quase se acidentou nos dois primeiros touros que montou na etapa, mas em ambas as vezes levantou sorrindo, deslumbrando seu primeiro fim de semana ao lado dos melhores competidores do mundo. Apesar de ter sido o único a parar nos quatro touros em Uncasville, o competidor deixou claro que ainda tem muito a aprender quanto a posicionamento e estilo, pois parou em seus quatro touros mais na garra e na vontade do que no talento propriamente dito. Ele se classificou em segundo lugar para a Final e antes de montar só viu Guilherme Marchi obter nota então sabia que parando garantia no mínimo a segunda posição. After Party, Melhor Touro da PRCA em 2010, rodou baixo e ainda se perdeu um pouco antes dos 4 segundos, mas na segunda metade da montaria o animal mostrou a explosividade que todos conhecem e mesmo trocando de direção o garoto permaneceu colado em cima de seu lombo. A confirmação da vitória veio alguns segundos depois quando o então líder Justin Koon caiu de Who Dat (K-C / Spark-lin Acres).

Lachlan Richardson montando Jack Daniel’s After Party no Short-Go

Com a vitória e as premiações ganhas nos Rounds, Richardson embolsou US$ 38.900 e os pontos o colocam na 31ª colocação do Campeonato. Ele entrou no fim de semana na 14ª colocação do Ranking da divisão de acesso e devido aos 13 que estavam em sua frente estarem lesionados, fora do país ou já garantidos na primeira divisão, ele foi chamado como alternate substituindo um dos competidores do TOP 35 lesionados, fato que deve colocá-lo novamente na etapa deste fim de semana. Lachlan Richardson iguala o feito que apenas dois brasileiros, Agnaldo Cardoso e Silvano Alves tinham conseguido nos últimos anos, vencer logo na estréia. Agnaldo ganhou Grand Rapids em 2007 e Silvano Nampa em 2010. Comparar Lachlan com o Campeão Mundial Silvano Alves é impossível, mas algumas coincidências chamam a atenção como o fato dos dois terem estreado e vencido a 16ª etapa do Campeonato, exatamente a etapa que antecedeu o evento de Billings e ambos foram os únicos a parar em quatro touros, mas o brasileiro na ocasião somou um ponto a menos que o australiano. Silvano também foi Campeão em Uncasville em sua temporada de estréia mas naquela época o evento era na segunda metade do Campeonato. O novato foi para segundo lugar na briga pelo título de revelação do ano, atrás do americano Chase Outlaw, mas tudo ainda depende do regulamento da PBR e de quando Enéas Barbosa irá montar pela primeira vez, já que o título é dado ao estreante que ganhar mais dinheiro somando todas as divisões e Neinha mesmo sem montar nos Estados Unidos está a apenas US$ 23 mil de diferença para o americano, o que pode ser conseguido em apenas um fim de semana. Porém a PBR não considera a Final Mundial como um evento válido para o Campeonato e se o brasileiro montar apenas em Las Vegas (já está classificado) ele não concorre ao Título de Rookie of the Year.

Silvano Alves montando Whitewater Touble

O segundo colocado em Uncasville foi Justin Koon, que voltou ao TOP 10 do Ranking. Silvano Alves entrou invicto na Final e mesmo caindo de seu último touro terminou em terceiro lugar no evento, subindo para a segunda colocação no Mundial. Valdiron de Oliveira se manteve na liderança do Campeonato com a quarta colocação neste fim de semana, mas o goiano sofreu um acidente no Round 3 e não montou na Final. Valdiron levou uma pisada na cabeça tendo seu rosto espremido contra o chão. Ele saiu desacordado da arena mas retomou a consciência ainda a caminho da ambulância e passou a noite no hospital em observação. A PBR não divulgou detalhes sobre os ferimentos que ele sofreu, mas ele teve alta nesta segunda-feira e já está em sua casa no Texas. Já está confirmado que ele fica de fora do próximo evento em Billings e ainda é duvida para os dois próximos eventos antes das férias da Built Ford Tough Series. O Campeão Mundial Guilherme Marchi completou o TOP 5 do evento e se manteve na sexta colocação do Ranking. Outros dois brasileiros sofreram lesões neste fim de semana. Rubens Barbosa caiu de mal jeito de seu primeiro touro e teve uma lesão leve no pescoço, que o deixou fora da continuação da etapa. O melhor novato de 2011 deve ficar em casa por alguns dias por recomendação médica. Na mesma noite Robson Palermo sofreu uma lesão no ombro, mas pelo que foi divulgado pela PBR não houve gravidade e ele deve estar já no próximo evento. J. B. Mauney que realizou uma cirurgia em um dos dedos da mão esquerda a algumas semanas tentou se manter na briga pelo título e montou em Uncasville com a mão direita. Apesar de demonstrar um certo estilo com a outra mão ele caiu dos quatro touros que montou, três válidos pelo evento e um pelo PBR 15/15, e viu Silvano Alves e LJ Jenkins o ultrapassarem na classificação, o jogando para o quarto lugar.

Palermo no Round 1 montando Blu Emu After Pain (Hank)

Pela sexta vez na temporada Asteroid ficou com o título de melhor touro do evento. O animal participou apenas do PBR 15/15 Bucking Battle onde derrubou o Campeão Mundial Renato Nunes e foi avaliado com 46.50 pontos. Rango também recebeu 46.50 pontos na Final do evento, mas o título é dado pela média das notas e como o jovem touro havia feito outra montaria na sexta-feira recebendo 45.50 pontos, ficou com média de 46 pontos e a segunda colocação. O evento de Uncasville foi o 16° da temporada e o último para se definir o terceiro corte da temporada, de onde serão excluídos cinco competidores do TOP 35 e promovidos outros cinco do Touring Pro Division. Oficialmente garantem vaga para os cinco próximos eventos os 25 primeiros colocados do Ranking e os cinco promovidos do TPD. As outras cinco vagas são preenchidas com competidores que estão entre a 26ª e 30ª posições ou competidores que sofreram lesões e voltam com isenções de alguns eventos. Também preenchem essas vagas os Campeões de cada etapa da divisão de acesso, como é o caso do australiano Budd Williamson que no sábado venceu o evento de Prescott. A etapa de Billings que acontece neste próximo fim de semana deve ter novamente um grande número de Alternates já que alguns competidores do TOP 25 como Valdiron de Oliveira, Douglas Duncan, Ty Pozzobon, Chris Shivers, Kody Lostroh, Jordan Hupp e Mike Lee não estarão competindo e outros como Ryan Dirteater, Luke Snyder, Stormy Wing e Caleb Sanderson também com lesões podem não confirmar presença.

CLAS. FINAL – UNCASVILLE/CT

1 – Lachlan Richardson – 345.75 pontos

2 – Justin Koon – 256.75 pontos

3 – Silvano Alves – 247.50 pontos

4 – Valdiron de Oliveira – 246.00 pontos

5 – Guilherme Marchi – 244.50 pontos

6 – Douglas Duncan – 172.75 pontos

7 – Austin Meier – 171.75 pontos

7 – LJ Jenkins – 171.75 pontos

9 – Kasey Hayes – 171.25 pontos

10 – Cody Nance – 171.00 pontos

RANKING PARCIAL – 16 EVENTOS

1 – Valdiron de Oliveira – 6.772,25 pontos

2 – Silvano Alves – 5.605,00 pontos (+3)

3 – LJ Jenkins – 5.366,25 pontos (+1)

4 – J. B. Mauney – 5.362,50 pontos (-2)

5 – Marco Eguche – 5.270,25 pontos (+2)

6 – Guilherme Marchi – 4.834,00 pontos

7 – Austin Meier – 4.302,25 pontos (+1)

8 – Renato Nunes – 4.169,75 pontos (-1)

9 – Fabiano Vieira – 3.576,50 pontos

10 – Justin Koon – 3.480,50 pontos (+2)

Outros Brasileiros

16 – Robson Palermo – 2.518,75 pontos

28 – Emílio Resende – 1.055,75 pontos (+2)

33 – Rubens Barbosa – 802,25 pontos (-1)

36 – Elton Cide – 721,75 pontos (-2)

37 – Paulo Lima – 677,75 pontos (-2)

47 – Douglas Ferreira – 369,75 pontos (-3)

 

Fotos: PBR.com

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 1 de maio de 2012 por em PBR 2012.
%d blogueiros gostam disto: