ARENA BRUTA – Rodeio com mais conteúdo

O melhor conteúdo sobre o verdadeiro esporte do Cowboy

PBR Des Moines 2012

MESMO JÁ COM A VITÓRIA GARANTIDA, ROBSON PALERMO DEU MAIS UM SHOW MONTADO EM RMEF GUNPOWDER & LEAD E PELA SEXTA VEZ EM SEIS CONFRONTOS OBTEVE MAIS DE 90 PONTOS NO FILHO DO LENDÁRIO LITTLE YELLOW JACKET

 

(por @HenRiQue_Bad) Ainda existem pessoas que assistem Montaria em Touros apenas para ver os espetaculares acidentes que o esporte mais radical do Planeta pode proporcionar. A PBR, mais do que ninguém sabe fazer com que os fãs estejam mais interessados em uma bela montaria do que em desastres dentro da arena. Na noite de ontem, Robson Palermo já estava com o título do evento de Des Moines garantido e poderia não se esforçar para ficar os oito segundos sobre RMEF Gunpowder & Lead (Jeff Robinson). Mas o brasileiro mostrou porque faz parte deste show chamado PBR e brindou os fãs do esporte com uma belíssima apresentação de 92 pontos. PALERMO entrou na Final em primeiro lugar com 90.75 pontos de vantagem para o segundo colocado, que até então era LJ Jenkins, e independente dos outros competidores precisava apenas permanecer os oito segundos sobre seu touro para garantir sua primeira vitória na temporada. Dos nove concorrentes do acreano apenas o Campeão Mundial Guilherme Marchi obteve nota, 82.25 pontos em Jr. Bonner, mas como Marchi estava a mais de 90 pontos de diferença para ele, Palermo garantiu a vitória antes mesmo de montar. A escolha de Robson Palermo não foi por acaso, ele já havia montado e parado em RMEF Gunpowder & Lead outras cinco vezes e em todas obteve nota superior a 90 pontos, incluindo as duas maiores da temporada 2011 na BFTS. O brasileiro ganhou dinheiro em todas as quatro montarias que fez no fim de semana e terminou como o único a parar em quatro touros totalizando US$ 51.900. Esta foi a oitava vitória na carreira de Palermo, que este ano participou de apenas seis dos 15 eventos já realizados e agora subiu da 23ª para a 16ª colocação no Ranking Mundial.

 

O canadense Chad Besplug

O segundo lugar em Des Moines ficou com o Campeão Mundial Guilherme Marchi, que parou em três dos quatro touros que montou e subiu mais uma posição no Ranking da temporada, de sétimo para sexto lugar. “Sabonete” também havia ficado em segundo lugar na etapa da semana anterior em Indianápolis depois de uma má fase que durou nove eventos seguidos. O terceiro colocado foi LJ Jenkins, resultado que o manteve na quarta posição do campeonato. Jenkins ficou entre os cinco melhores em cinco dos seus últimos seis eventos, incluindo uma vitória em Kansas City. Stormy Wing e Emílio Resende completaram o TOP 5, respectivamente em quarto e quinto lugares. Resende, que montou em cinco eventos nesta temporada e chegou a três Finais, subiu mais cinco posições no Ranking e ocupa agora a 30ª colocação. Fabiano Vieira, que havia vencido o evento anterior, parou em dois touros nesta semana e se classificou para a Final mas não teve condições de montar devido a uma lesão. Mesmo não montando o paranaense terminou o evento na sexta colocação e manteve a nona posição no campeonato. Outro brasileiro na Final foi o atual Campeão Mundial Silvano Alves, que terminou em oitavo depois de parar em dois dos quatro touros que montou. Quem substituiu Fabiano Vieira na Final foi o australiano Ben Jones, que estava em 11° lugar na classificação do evento. Como caiu na Final, Jones manteve a 11ª posição, mas os pontos obtidos nas montarias anteriores lhe deram quatro posições a mais no Ranking Mundial. Mas como havia montado neste evento apenas como alternate, ele deve voltar ao Touring Pro Division em busca de seu retorno oficial a elite da PBR. Todos os oito brasileiros presentes em Des Moines obtiveram nota em pelo menos um touro. Marco Eguche terminou em 12° lugar e se manteve na terceira colocação do Ranking enquanto Renato Nunes terminou em 13° e caiu de sexto para o sétimo lugar no campeonato. O atual líder do Ranking, Valdiron de Oliveira teve um osso do pé direito quebrado quando ainda estava no brete para montar no Round 3 no domingo. Apesar de não competir no último dia em Des Moines, Valdiron está confirmado no evento da próxima semana. Apesar de ter pontuado em apenas um touro nesta semana ele aumentou sua diferença em relação a J. B. Mauney para 563 pontos.

 

O trabalho dos salva-vidas de Shorty Gorham e Frank Newson

Asteroid (Circle T Ranch) marcou 47.25 pontos ao derrotar Stormy Wing na Final e ficou com o título de melhor touro do evento. Esta nota foi a segunda maior da temporada, perdendo apenas para os 47.50 pontos obtidos pelo próprio Asteroid em Sacramento no mês de janeiro. Esta foi a quinta vitória em oito eventos que ele participou este ano, totalizando nove vitórias na carreira. O segundo melhor touro da temporada passada estreou na BFTS a menos de um ano, exatamente em Des Moines quando teve um desempenho fraco e foi montado por Elton Cide com 76 pontos. A outra única parada dele foi em agosto, em uma montaria de 87 pontos de Fabiano Vieira. De lá pra cá foram mais 13 montarias de onde ele sempre saiu vencedor.

 

O evento de Des Moines foi o 15° da temporada e se tornou decisivo para alguns competidores. A próxima parada da elite da PBR será em Uncasville no próximo fim de semana, onde cada um dos 35 inscritos terão direito a montar três touros e os 10 melhores fazem a Final do evento. No sábado também será realizado a quarta edição do PBR 15/15 Bucking Battle, que coloca frente a frente somente os 15 melhores competidores contra os 15 melhores touros da atualidade e os pontos valem em dobro para o Ranking. Após este evento será feito também o terceiro corte da temporada, onde cinco competidores da elite dão lugar aos cinco melhores posicionados no Ranking do TPD. Na realidade garantem vaga para os próximos cinco eventos apenas quem terminar o próximo domingo entre os 25 primeiros do Ranking. Quem ficar entre o 26° e o 30° terá que dar lugar caso algum competidor volte a montar após lesão.

 

COL. FINAL – DES MOINES

1 – Robson Palermo – 353.50 pontos

2 – Guilherme Marchi – 251.50 pontos

3 – LJ Jenkins – 170.75 pontos

4 – Stormy Wing – 169.50 pontos

5 – Emílio Resende – 168.00 pontos

6 – Fabiano Vieira – 164.75 pontos

7 – Austin Meier – 157.75 pontos

8 – Silvano Alves – 156.00 pontos

9 – Chase Outlaw – 88.50 pontos

10 – Ryan Dirteater – 87.00 pontos

 

Ranking Parcial – 15 eventos

1 – Valdiron de Oliveira – 5.925,50 pontos

2 – J. B. Mauney – 5.362,50 pontos

3 – Marco Antônio Eguche – 5.080,75 pontos

4 – L. J. Jenkins – 4.979,50 pontos

5 – Silvano Alves – 4.674,25 pontos

6 – Guilherme Marchi – 4.209,50 pontos (+1)

7 – Renato Nunes – 4.002,25 pontos (-1)

8 – Austin Meier – 3.585,25 pontos

9 – Fabiano Vieira – 3.183,00 pontos

10 – Ryan Dirteater – 3.010,00 pontos

Outros Brasileiros

16 – Robson Palermo – 2.518,75 pontos (+7)

30 – Emilio Resende – 974,75 pontos (+5)

32 – Rubens Barbosa – 802,25 pontos (-1)

34 – Elton Cide  – 721,75 pontos (-1)

35 – Paulo Lima – 677,75 pontos (-1)

44 – Douglas Ferreira – 369,75 pontos (-1)

 

Fotos: PBR.com

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 23 de abril de 2012 por em PBR 2012.
%d blogueiros gostam disto: