ARENA BRUTA – Rodeio com mais conteúdo

O melhor conteúdo sobre o verdadeiro esporte do Cowboy

PBR Glendale 2012

SILVANO ALVES VENCE PELA SEGUNDA VEZ NA TEMPORADA E ULTRAPASSA A INCRÍVEL MARCA DE US$ 2 MILHÕES EM PRÊMIOS EM APENAS 23 MESES, O QUE O COLOCA NA LISTA DOS 10 QUE MAIS GANHARAM DINHEIRO NA PBR EM TODOS OS TEMPOS

 

(by @HenRiQue_Bad) Muita gente já criticou Silvano Alves por preferir parar nos touros e garantir uma nota baixa do que arriscar uma boa montaria e uma super nota. O atual Campeão Mundial não ganhou nenhum dos nove primeiros eventos deste ano mas mesmo assim era o competidor com o melhor percentual de paradas na temporada, apesar de a duas semanas estar apenas na 10ª posição do Ranking. Foi assim, de boi em boi que Silvano venceu dois eventos consecutivos pela primeira vez em sua carreira e subiu seis posições ocupando agora a quarta posição. O competidor de 24 anos foi o único a parar em quatro touros neste ultimo fim de semana em Glendale, Arizona e garantiu a vitória após marcar 87.25 pontos em Back Bender (Jeff Robinson / Wolf Creek) na Final. Esta foi apenas a terceira parada no lombo do filho do memorável Fender Bender, que estava invicto desde agosto do ano passado, tendo derrubado nove desafiantes seguidos. Silvano Alves, que entrou na Final em segundo lugar e ficou com o título após a queda do então líder Marco Antônio Eguche, embolsou US$ 42.973, que totalizaram US$ 253.200 na temporada e ultrapassou os US$ 2 milhões desde que ele estreou em terras americanas, em abril de 2010. Agora Silvano tem 21 paradas em 29 montarias este ano (72.41%) e soma 3.674,50 pontos, a 406,50 pontos do líder J.B. Mauney.

Caleb Sanderson montando Buckey

O segundo colocado em Glendale foi Caleb Sanderson, que parou em três dos quatro animais que montou. Sanderson corria risco de ser cortado dos eventos da BFTS e ainda agravou uma lesão antiga em seu ombro na noite de sábado, ao cair no Round Bônus. Mas ele mostrou porque é um dos mais talentosos americanos da nova geração e após se classificar para a Final em quarto lugar escolheu Buckey (Wentz Bucking Bulls), touro que só havia sido montado com sucesso uma vez nos últimos 13 meses. O competidor da Flórida fez uma belíssima apresentação e obteve 91.75 pontos, que o levou da 25ª para a 15ª posição no Ranking e ainda lhe garantiu na 2ª Batalha 15 por 15, que acontecerá no próximo fim de semana. O brasileiro Marco Antônio Eguche liderou desde o Round 2, mas após cair de Jack Daniel’s After Party (Circle T Ranch) na Final, terminou na terceira colocação. Eguche retomou a terceira colocação no Mundial e está a 265,75 pontos do líder. O quatro lugar ficou para Robson Palermo, que em apenas duas semanas competindo após uma cirurgia no ombro já ocupa a 23ª colocação e em quinto lugar terminou o Bi-Campeão Mundial Chris Shivers, que se despede das arenas este ano e fez seu ultimo evento no Arizona.

Emílio Rezende montando Too Sexy em sua noite de estréia na elite da PBR

Esta etapa contou com oito brasileiros e eles dominaram do início ao fim. No Round 1, todos eles obtiveram nota e a melhor nota ficou com Emílio Rezende, que pela primeira vez montou na elite da PBR e marcou 89,50 pontos em Red Man (5 S Ranch / Jerome Davis). No Round Bônus, ainda no sábado, Marco Antônio Eguche fez a melhor nota, 89 pontos em Motown Magic (Circle T Ranch) e assumiu a liderança. Os brasileiros entraram no domingo ocupando as quatro primeiras posições do evento e outros dois ainda estavam no TOP 10. Eguche manteve a liderança com a segunda melhor nota do Round em Sue (Julio Moreno / B&E) e a Final contou com seis brasileiros: Eguche, Silvano Alves, Robson Palermo, Emílio Rezende, Valdiron de Oliveira e Fabiano Vieira. Com estes bons resultados todos eles ganharam pontos preciosos tanto na briga pelo titulo quanto na garantia pela permanência na BFTS. O touro Rango (Jeff Robinson), que derrubou Valdiron de Oliveira na Final ficou com o Título de Melhor Touro do evento. J. B. Mauney novamente passou em branco. O líder da temporada vê seus concorrentes se aproximarem rapidamente depois de cair de sete touros seguidos. Mauney está com o pulso e o dedo polegar da mão direita lesionados, o que tem prejudicado muito seu desempenho.

Marco Antônio Eguche caindo de Jack Daniel's After Party no Short-Go (Final)

Glendale foi a 11ª parada da Built Ford Tough Series 2012 e o primeiro após uma serie de quatro eventos especiais que foram realizados em estádios de futebol. Ele também marcou a ultima chance para os competidores antes do segundo corte da temporada, que promoveu alguns competidores do Ranking do Touring Pro Division, a segunda divisão da PBR e cortou outros da elite. Os 25 primeiros do Ranking da BFTS estão garantidos nos próximos cinco eventos. Além deles Matt Bohon, Dusty Ephrom, Kasey Hayes, Chase Outlaw e Harve Stewart também tem vaga garantida, devido a suas posições atuais no Ranking da segunda divisão. Todos eles já participaram de eventos da BFTS este ano como reservas (alternate), com destaque para Outlaw que já venceu um evento e Stewart que já havia sido promovido no ultimo corte, após a 5ª etapa, mas não somou pontos suficientes para garantir vaga entre os TOP 25 e voltou pelo dinheiro ganho. As vagas de Hayes, Bohon e Ephron oficialmente pertence aos brasileiros Edevaldo Ferreira, Eneas Barbosa e Ademir Cândido da Silva, que ocupam as três primeiras colocações do TPD mas optaram por continuarem competindo no Brasil. As outras cinco vagas de cada etapa serão preenchidas por competidores que se lesionaram e voltam a montar com isenções ou por convidados, que são vagas dadas ao Campeão de cada etapa do TPD. Shane Proctor, Skeeter Kingsolver, Reese Cates e provavelmente McKennon Wimberly farão uso de suas isenções nestes próximos cinco eventos, preenchendo essas cinco vagas remanescentes. Dakota Beck, mesmo chegando a Final em Glendale foi cortado da BFTS, juntamente com Jory Markiss e Sean Willingham que nunca havia sido cortado em 10 temporadas como profissional e esteve na arena nos últimos 228 eventos da principal divisão da PBR.

CLASSIFICAÇÃO FINAL – GLENDALE

1 – Silvano Alves – 348.00 pontos

2 – Caleb Sanderson – 266.50 pontos

3 – Marco Antônio Eguche – 264.25 pontos

4 – Robson Palermo – 178.50 pontos

5 – Chris Shivers – 173.75 pontos

6 – Fabiano Vieira – 172.25 pontos

7 – Valdiron de Oliveira – 169.25 pontos

8 – Emílio Rezende – 89.50 pontos

9 / 10 – Austin Meier – 86.50 pontos

9 / 10 – Dakota Beck – 86.50 pontos

RANKING PARCIAL – 11 EVENTOS

1 – J.B. Mauney – 4.081,00 pontos

2 – Valdiron de Oliveira – 4.032,25 pontos

3 – Marco Antônio Eguche – 3.815,25 pontos (+1)

4 – Silvano Alves Almeida – 3.674,50 pontos (+3)

5 – Renato Nunes Rosa – 3.220,50 pontos (-2)

6 – Austin Meier – 3.013,50 pontos (-1)

7 – Ryan Dirteater – 2.686,75 pontos (-1)

8 – Chris Shivers – 2.287,75 pontos (+4)

9 – Guilherme Antônio Marchi – 2.172,00 pontos

10 – LJ Jenkins – 2.169,75 pontos

Outros Brasileiros

23 – Robson Gomes Palermo – 1.294,50,00 pontos (+8)

24 – Fabiano Vieira – 1.170,50 pontos (+5)

32 – Elton Cide Pereira – 721,75 pontos (-2)

33 – Rubens Barbosa – 682,25 pontos (-1)

34 – Paulo Ferreira Lima – 598,00 pontos

39 – Douglas Ferreira dos Santos – 369,75 pontos

42 – Emílio Rezende – 279,50 pontos

Fotos: PBR.com

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 20 de março de 2012 por em PBR, PBR 2012.
%d blogueiros gostam disto: