ARENA BRUTA – Rodeio com mais conteúdo

O melhor conteúdo sobre o verdadeiro esporte do Cowboy

PBR Last Cowboy Standing

DEPOIS DE UM “TIMIDO” INÍCIO DE TEMPORADA A ESTRELA DE SILVANO ALVES VOLTA A BRILHAR MAIS FORTE E O ATUAL CAMPEÃO MUNDIAL VENCE O LAST COWBOY STANDING, EMBOLSANDO MAIS DE US$ 160 MIL NA NOITE DE ONTEM

 

(por @HenRiQue_Bad) O Campeão Mundial Silvano Alves foi o único a “permanecer em pé” após três Rounds de competição e saiu de Detroit com a vitória no Last Cowboy Standing e um total de US$ 162.733 ganhos na noite deste sábado. Silvano foi o primeiro a entrar na arena no Round 3 e depois de marcar 87.75 pontos em Blue Emu After the Pain (Jeff Robinson), o antigo Hank, o paulista apenas aguardou a montaria do Campeão Mundial Renato Nunes e de Robson Palermo para comemorar a vitória. A noite do competidor de 24 anos começou no lombo de Double Back (Danny Reagan), onde ele obteve 83.50 pontos e a 11ª posição no Round 1. No Round seguinte ele montou Movi’n On (Jeff Robinson) e a nota 71.75 pontos o fez optar por montar em outro touro. Foi uma estratégia arriscada do brasileiro, já que neste formato de evento a parada já o classificava para a fase seguinte e a nota só valeria para um improvável desempate após o Round 5. A primeira opção do repete era Buck Wild (C’N Star Bull), mas o touro foi eliminado ainda no brete e como nada parecia estragar a concentração do brasileiro ele passou a corda em outro touro, desta vez Stinger (K-C / Folds / Strickland). Os 86 pontos conquistados nesta montaria o classificaram para o Round seguinte, onde ele foi o primeiro a montar. O prêmio pela vitória era de US$ 150 mil e Silvano ainda embolsou mais US$ 12.733 referente as notas dos Rounds, o que o colocou no topo do Ranking de prêmios nesta temporada com um total de US$ 229.489. Esta foi a sétima na vitória na carreira dele desde que estreou na principal divisão da PBR a dois anos atrás e o atual Campeão Mundial subiu da nona para a sétima colocação no Ranking da temporada.

Silvano Alves na montaria que lhe deu o Título

Quem também brilhou muito na noite de ontem foi Robson Palermo, que voltou a competir depois de uma cirurgia no ombro que o afastou das arenas por quatro meses. O acreano só havia montado em alguns touros em treino na fazenda e chegou a Detroit disposto a encarar os cinco Rounds da competição se fosse preciso. Palermo teve opção de repete depois que seu primeiro touro não teve um bom desempenho e montou My Space (Berger / Struve / Schott) ficando em terceiro lugar no Round com 87.50 pontos. No Round 2 ele montou Who Dat (K-C / Spark Lin Acres) e marcou a maior nota do evento, 88.50 pontos. Classificado para o Round 3, ele montaria o temido Deja Blu Emu (Jeff Robinson / Cappello), mas o brasileiro teve novamente outra opção de repete, desta vez dentro do brete e montou Party All the Time (Jeff Robinson) que o derrotou com 7.04 segundos. O Bi-Campeão da Final Mundial terminou em segundo lugar no seu retorno as arenas e já está na 39

ª posição do Ranking. O outro único competidor a chegar ao Round 3 foi o Campeão Mundial de 2010, Renato Nunes, que deu adeus ao Título ao cair com 2.87 segundos de South Point (K-C / Spark Lin Acres). Renato ficou em 13° lugar no Round 1 com 82.25 pontos e no Round 2 ficou por vários minutos com a expectativa de ser Campeão ao parar em Delco (Jeff Robinson) com 88 pontos e ver a maioria dos seus concorrentes caindo de seus touros. Com a terceira colocação em Detroit, Renato Nunes retomou a quinta posição no Ranking Mundial.

O Round 1 era considerado um dos mais fáceis da temporada, devido ao grande número de touros com pouca experiência nas arenas, mas mesmo assim apenas 14 dos 35 competidores obtiveram nota e se classificaram para o Round seguinte. LJ Jenkins montou Mr. Slim (Jeff Robinson), um dos quatro clones de Panhandle Slim que estavam neste Round, e marcou a maior nota, 88 pontos. Fabiano Vieira fez a segunda melhor nota, 87.75 pontos e foi seguido por Robson Palermo e Chase Outlaw. Dos sete brasileiros presentes no evento, apenas o Campeão Mundial Guilherme Marchi e o atual terceiro melhor do Mundo Marco Antônio Eguche não obtiveram nota e foram eliminados. Os 14 classificados para o Round 2 enfrentaram touros habitualmente usados nas Finais dos eventos, o que fez desse o Round mais duro da noite. Havia uma lista com 38 touros para os Rounds seguintes, e cada competidor montou um touro da lista de acordo com a sua classificação. LJ Jenkins, que estava em primeiro lugar montou e caiu de Lincoln Eletric’s Bring It (Berger / Struve /Box K) e Cord McCoy desafiou o outro grande nome deste Round, Rango (Jeff Robinson) e que ainda permanece com apenas uma parada na carreira. Valdiron de Oliveira e Fabiano Vieira caíram de seus touros no Round 2 e também foram eliminados. O Diretor de Montarias da PBR Cody Lambert, havia previsto que não mais que cinco competidores passariam pelo Round 2, e mais uma vez ele acertou, já que apenas três competidores, ambos brasileiros obtiveram nota na segunda montaria e foram para o Round seguinte.

A segunda edição do Last Cowboy Standing foi realizada em Detroit no estado de Michigan, que pela primeira vez recebeu um evento da PBR. A competição realizada no gigante Ford Field, estádio do Detroit Lions, reuniu mais de 25 mil pessoas numa montagem que utilizou apenas uma parte de suas arquibancadas e encerrou uma série de quatro eventos realizados pela PBR nos principais palcos do futebol americano. Além de Robson Palermo, que voltou e brilhou, outro competidor que ficou um tempo afastado das arenas re-estreou na noite de sábado. Shane Proctor, Campeão Mundial da PRCA em 2011, ainda não havia montado na PBR desde que voltou a competir a menos de um mês. Proctor fez a quinta melhor nota do Round 1 montando Slim’s Ghost (Jeff Robinson), mas acabou caindo e sendo eliminado no Round 2 pelo touro BigTexTraillers.com (Jeff Robinson). O líder da temporada, J.B. Mauney caiu de Wipeout (Danny Reagan) no Round 1, mas se mantém em primeiro lugar no Campeonato. Smackdown (Berger / Struve / Rosen) foi o melhor touro de um evento pela segunda vez nesta temporada ao marcar 45.50 pontos derrubando Douglas Duncan.

Campeão Last Cowboy Standing 2012 – Detroit-MI

Silvano Alves, 03 montarias, 03 paradas – US$ 162.733

NOTICIAS DA PBR

Mais Brasil – Segundo informações preliminares, o goiano Emílio Rezende foi Campeão de um evento do Touring Pro Division neste sábado dividindo a vitória com um americano na cidade de Poplar Bluff, Missouri. Emilio já era forte candidato a ser um dos cinco promovidos para a BFTS depois do segundo corte da temporada, que acontece após a etapa da próxima semana. O competidor havia ganho até este sábado mais de US$ 13 mil em eventos do TPD em menos de dois meses. Com esta vitória ele pode encurtar em uma semana seu caminho de estréia na principal divisão da PBR, já que de acordo com o regulamento, quem for Campeão de um evento do TPD e já tiver mais de US$ 10 mil no Ranking ganha vaga em uma etapa da BFTS, independente de sua posição. Com isso é provável que o goiano esteja presente já em Glendale, neste próximo fim de semana.

Mais Goiás – Além de Emílio Rezende, outros dois brasileiros foram finalistas no evento de Poplar Bluff, ambos do estado de Goiás. Rubens Barbosa, Melhor Novato da PBR em 2011 nasceu em Goiás e foi quinto colocado na noite de ontem. Rubinho que foi cortado da BFTS recentemente depois que lesões o impediram de somar pontos importantes, faz seu caminho de volta a divisão principal da PBR a três semanas e já soma algo em torno de US$ 8 mil. O outro finalista foi Ted Flora, de Rio Verde que já soma aproximadamente US$ 5 mil em prêmios neste ano.

Ranking Parcial – 10 eventos (Revisado)

1 – J.B. Mauney – 4.081,00 pontos

2 – Valdiron de Oliveira – 3.688,00 pontos

3 – Renato Nunes Rosa – 3.148,25 pontos (+3)

4 – Marco Antônio Eguche – 3.081,00 pontos

5 – Austin Meier – 2.842,00 pontos

6 – Silvano Alves Almeida – 2.736,50 pontos (+3)

7 – Ryan Dirteater – 2.686,75 pontos (-1)

8 – Justin Koon – 2.109,25 pontos

9 – Guilherme Antônio Marchi – 2.088,25 pontos

10 – LJ Jenkins – 2.085,75 pontos

Outros Brasileiros

29 – Fabiano Vieira – 748,25 pontos (+9)

30 – Elton Cide Pereira – 721,75 pontos (-1)

31 – Robson Gomes Palermo – 716,00 pontos

32 – Rubens Barbosa – 682,25 pontos

34 – Paulo Ferreira Lima – 598,00 pontos

39 – Douglas Ferreira dos Santos – 369,75 pontos


Fotos: PBR.com / Team PBR

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 11 de março de 2012 por em PBR 2012.
%d blogueiros gostam disto: