ARENA BRUTA – Rodeio com mais conteúdo

O melhor conteúdo sobre o verdadeiro esporte do Cowboy

PBR Top Bulls – Priceless

PBR TOP BULL: INAUGURANDO ESTA NOVA COLUNA DO ARENA BRUTA CONHEÇA PRICELESS, TOURO QUE JÁ PROPORCIONOU MAIS DE US$ 60 MIL PARA OS BRASILEIROS NESTA TEMPORADA

 

(por @HenRiQue_Bad) Nos Estados Unidos, a expressão Priceless é usada como adjetivo de algo de valor inestimável, e que poderiamos traduzir como “não tem preço”. Ironicamente, o touro que leva este nome na PBR – Professional Bull Riders, é exatamente o animal que mais ajudou engordar a conta bancária dos brasileiros nesta temporada. Ano passado, criei a série Touro da Semana, onde contei um pouco da história dos principais candidatos ao título de Melhor Touro naquela temporada. As matérias desta série estão até hoje entre as mais acessadas e comentadas do Arena Bruta e devido a este sucesso decidi criar a coluna PBR TOP Bull, onde pretendo destacar periodicamente durante o ano a história dos principais touros da PBR. Para dar inicio a esta coluna quero falar de Priceless, um touro que tem me chamado a atenção desde o ano passado quando deu vitória aos competidores em oito Rounds e nesta temporada já lidera como o touro que mais deu vitórias em Rounds até agora.

 

Rubens Barbosa montando Priceless em Oklahoma City

Pela BFTS, principal divisão da PBR, Priceless só esteve em três eventos este ano, mas já deu diretamente US$ 14.100 para quem o montou, coincidentemente apenas brasileiros. Em Portland, Marco Eguche entrou no Round Bônus em nono lugar e tinha apenas duas opções de touros para escolher, e optou por Priceless. O brasileiro ganhou o Round com 90.50 pontos, a maior nota do evento e sua primeira nota acima dos 90, o que naquele momento lhe deu a liderança da etapa. Diretamente a montaria lhe rendeu US$ 4.700 pela vitória no Round, mas se considerarmos que a montaria ajudou ele a chegar na segunda colocação na classificação do evento, podemos acrescentar no currículo do animal mais US$ 14.700. Uma semana depois, Eguche entrou na Final (Short-Go) de Sacramento em primeiro lugar e não hesitou em escolher Priceless mais uma vez. A montaria de 92.25 pontos novamente foi a melhor do evento rendendo diretamente mais US$ 4.700 e com esta nota o brasileiro foi o Campeão do evento, ou seja, indiretamente o touro o ajudou a ganhar mais US$ 30.800. Duas semanas depois, Priceless estava novamente nas arenas, desta vez no Round Bônus da etapa de Oklahoma City. Apesar do que havia feito nas semanas anteriores ele foi “rejeitado” pelos competidores, e sobrou para Rubens Barbosa, que se classificou na última das 10 vagas. Rubinho já o havia montado na PBR World Finals em outubro, quando também ganhou o quinto Round com 92.50 pontos e embolsou US$ 20 mil. Em Oklahoma City, Priceless teve um desempenho abaixo do que vinha apresentando anteriormente e só deu 87.50 pontos para o brasileiro, mas esta ainda foi a maior nota do Round, dando ao competidor mais US$ 4.700. Somadas as premiações dos três Rounds onde ele deu vitória com a premiação indireta que ele ajudou o competidor a ganhar, totaliza US$ 63 mil, ou seja, média de US$ 21 mil por montaria.

 

Marco Eguche montando Priceless em Sacramento

Priceless tem aproximadamente 680 kg e completará sete anos de idade este ano. Com genética de Houdini, ele é fisicamente idêntico a seu pai, Best Shot, touro que fez 75 montarias entre 2005 e 2008, tanto na PBR quanto na PRCA e permitiu apenas 15 paradas em seu lombo. Nascido e criado no estado de Oklahoma sob os cuidados de Dillon e H.D. Paige, proprietários da D&H Cattle Company, ele agora também pertence a L&E Bulls, um grupo de investidores que mantém parcerias em outros animais de destaque. Priceless iniciou sua carreira nos eventos do Touring Pro Division em maio de 2009, e depois de quatro excelentes montarias ele foi competir na Final Mundial, ainda como um animal da ABBI Classic. Das 45 vezes que já foi montado, ele permitiu 19 paradas, sendo que 10 foram acima dos 90 pontos, e das últimas 12 vezes que foi desafiado em apenas uma o competidor não obteve nota, o que o coloca como um dos principais animais de espetáculo na atualidade. Pela principal divisão da PBR ele já fez 24 apresentações e permitiu 13 paradas, já na divisão de acesso foram 18 apresentações e apenas cinco paradas. As outras três apresentações oficiais que ele tem na carreira foram em eventos da PRCA, todas no ano passado, onde apenas um competidor conseguiu nota.

 

 

 

Fotos: PBR.com

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 24 de fevereiro de 2012 por em PBR, Touros.
%d blogueiros gostam disto: