ARENA BRUTA – Rodeio com mais conteúdo

O melhor conteúdo sobre o verdadeiro esporte do Cowboy

Mesa Redonda do Rodeio – Proctor e Shivers

O RETORNO DO CAMPEÃO MUNDIAL SHANE PROCTOR E A APOSENTADORIA DO BI-CAMPEÃO MUNDIAL DA PBR CHRIS SHIVERS SÃO ASSUNTOS EM UMA INÉDITA MESA REDONDA NO RODEIO BRASILEIRO

 

Ontem tive o prazer de ser convidado pelo Colunista e Comentarista de Rodeio Eugênio José dos Santos para participar de uma inédita “mesa redonda” no Rodeio Brasileiro, onde conversamos e expressamos nossas opiniões sobre dois assuntos que foram destaque nas arenas esta semana: o retorno do atual Campeão Mundial da PRCA Shane Proctor as arenas depois de mais de 60 dias sem montar e a aposentadoria do único competidor com mais de um Título Mundial da PBR ainda em atividade, Chris Shivers. O Colunista e Comentarista Eugênio José dos Santos é Bi-Campeão Brasileiro de Rodeio Universitário e pioneiro no jornalismo deste esporte na internet. Esta semana seu portal, o maior e melhor sobre o assunto no Brasil chegou a importante marca de 1 milhão de visitantes. Confira na integra nosso bate-papo:

Esta semana duas notícias, uma no site da PRCA e uma no site da PBR, deixaram os fãs de montarias em touros, alegres e tristes ao mesmo tempo. No site da PRCA foi anunciada a volta de Shane Proctor, atual campeão mundial pela PRCA, enquanto no site da PBR foi anunciada a aposentadoria do bicampeão mundial e o primeiro a ganhar o milhão de dólares da PBR.

Hoje convido aqui no meu site para comentar estas notícias meu amigo Abner Henrique de Faxinal (PR) idealizador e colunista dono do blog Arena Bruta, Blog com pouco mais de um ano de existência, um apaixonado por rodeio e desde 1997 especialista em PBR e PRCA e juntos vamos comentar estas duas notícias da semana.

Vou começar perguntando para o Abner Henrique o que ele espera do volta de Proctor e também falar de sua contusão? Será que ele consegue um desempenho parecido como o de 2011?

 

ABNER: Acredito que a contusão em si, não vai atrapalhar em nada, porque foi no braço esquerdo, o braço de equilíbrio. O que pode atrapalhar um pouco é os mais de 60 dias parado e ele disse que nem treinou, vai direto para o rodeio. Em contrapartida vai competir na Flórida, com touros relativamente mais fáceis. O grande teste será mesmo na hora que voltar a PBR, o que acredito que seja na outra semana em Houston.

 

EUGÊNIO: Vale lembrar que disse na matéria final (veja a matéria em http://www.eugeniojose.com.br) que Shane Proctor foi o melhor Bull Rider de 2011, por montar nos dois melhores campeonatos mundiais (PBR e PRCA), ganhou o Xtreme Bulls, Campeão Mundial pela PRCA, Ganhou Cheyenne, Calgary e ainda no começo de 2012 se sagrou campeão pela PBR do Touring Pro Divison – Segunda divisão da PBR – Sem montar. Venceu cerca de 20 rodeios. Na PBR e na PRCA. Fica a expectativa de um bom americano de volta, uma vez que lá nos EUA cowboys diferenciado como Shane Proctor está em falta.

 

Outro assunto importante da semana é aposentadoria de um dos maiores nomes do PBR: Chris Shivers bicampeão pela mais de trezentos eventos, na PBR, rei absoluto do clube dos 90 pontos, que anuncia sua aposentadoria. Aposentadoria essa que já havia sido cogitada em 2008. Será que ele já deveria ter aposentado uma vez que ele não vinha apresentando bons resultados?

 

EUGÊNIO: Eu acho que ele fez o certo, montou até onde as forças deram, fez melhor que Justin McBride, até hoje não entendo porque ele parou. Chris têm na PBR 86 notas acima de noventa pontos. Acho difícil alguém superar esta marca, foi o primeiro milionário – quando ganhou o título de 2003 foi a primeira vez que a PBR deu um milhão de dólares.  Mesmo quando falaram para ele parar em 2008, ele continuou e ganhou em média 100 mil dólares por ano. Quanto a resultados no ranking, em 2008 foi sua última aparição entre os dez melhores do mundo, ficando na sétima posição. São quinze anos de PBR. Acho que agora ele vai parar na hora certa.

 

ABNER: Também acredito que o que vale mesmo é a carreira num todo e ninguém além de McBride consegue parar no auge, enquanto tiver vencendo. O Shivers ganhava eventos desde que ele tinha 15 anos de idade, ele acostumou ser vencedor, e é claro que enquanto tivesse ganhando não ia parar. Ele disse que “perdeu a graça”, talvez por saber que não era tão competitivo a ponto de ganhar mais um mundial e montar apenas por montar fica sem sentido. E se olhar no retrospecto dele neste ano, ele parou em pelo menos um touro em cada evento que participou e está em 20° lugar, ou seja, realmente não é tarde demais. Ele ainda é um dos mais duros que estão por lá.

Publicado originalmente em http://www.eugeniojose.com.br

Arte: Eugênio José – contato@eugeniojose.com.br 

Participação de Abner Henrique  – bad_bodacious@hotmail.com

Siga-me no Twitter: @eugeniojose

Patrocínio: Bulls Champions e Strut Botas

Apoio: M2Wart e Auto Posto Cupimzão

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 16 de fevereiro de 2012 por em Brasil, PBR 2012.
%d blogueiros gostam disto: