ARENA BRUTA – Rodeio com mais conteúdo

O melhor conteúdo sobre o verdadeiro esporte do Cowboy

Duelo de Titãs – PBR Bucking Battle

Em mais uma ação inédita e inovadora a PBR trás até os fãs do esporte um verdadeiro duelo de titãs que colocará frente a frente os 15 melhores competidores contra os 15 melhores touros da atualidade

 

(por @HenRiQue_Bad) Neste fim de semana tem início mais uma inovadora ação da Professional Bull Riders, o 15 por 15 Bucking Battle. O primeiro capítulo deste “Duelo de Titãs” que reunirá os 15 melhores competidores desafiando os 15 melhores touros da atualidade acontece em Sacramento na Califórnia no dia 28 de janeiro, onde também será realizada a quarta etapa do Mundial da PBR, o Built Ford Tough Series 2012. O “Duelo” será realizado no sábado, logo após a disputa do 1° Round do evento e os pontos ganhos pelos 15 competidores não valerão para a pontuação da etapa, mas contam para o Ranking Mundial. Nesta ocasião não haverá o Round Extra, ou o Short-Go Bônus que normalmente é realizado após o 1° Round, reunindo os 10 melhores competidores, ou seja, para se definir o Campeão de Sacramento serão considerados apenas as notas do Round 1 no sábado, do Round 2 e da Final no domingo.

 

Este formato de disputa foi idealizado pela PBR para colocar frente a frente os melhores da atualidade, já que pelo sorteio ou pela escolha dos competidores é raro ver um TOP montando num TOP. O 15 por 15 Bucking Battle está programado para acontecer em nove eventos da BFTS nesta temporada, sendo já confirmado em Albuquerque/NM em março; Indianápolis/IN e Uncasville/CT em abril; Billings/MT, Boise/ID e Pueblo/CO em maio. As outras duas edições irão acontecer após o break de verão em locais e datas ainda a serem confirmados. Além da nota e da premiação, cada um dos 10 melhores competidores receberão pontos bônus dobrados em relação aos Rounds tradicionais. O competidor que obtiver a maior nota da batalha ganha mais 200 pontos, o segundo 180 pontos, seguindo numa escala de 20 pontos até o 10° colocado. Os touros que estarão sendo desafiados em Sacramento foram escolhidos e escalados em suas posições por Cody Lambert, diretor de montarias do campeonato que divulgou um relatório onde justificou cada escolha. Os competidores para este primeiro desafio foram escolhidos de duas listas. A primeira lista apresenta os 10 melhores da temporada 2011 e a segunda lista, que colocou os competidores da 11ª até a 15ª posição foi baseada no Ranking Mundial deste ano, após as três primeiras etapas. Os competidores lesionados foram substituídos por outros da mesma lista e no caso de um mesmo competidor aparecer nas duas listas, foi dada a chance ao competidor que ocupasse a próxima posição no Ranking 2012. Nas próximas edições do duelo a lista será unificada e irão participar os 15 melhores do Ranking deste ano.

 

Os 10 competidores que escalados com base na colocação final de 2011 foram: (1) Silvano Alves; (2) Valdiron de Oliveira; (3) Robson Palermo; (4) Guilherme Marchi; (5) Fabiano Vieira; (6) Austin Meier; (7) J.B. Mauney; (8) LJ Jenkins; (9) Shane Proctor; (10) Ryan McConnell. Como Palermo e Proctor estão lesionados e Fabiano Vieira ainda não resolveu problemas com seu visto de entrada, eles foram substituídos pelo 11°, 12° e 13° colocados de 2011, respectivamente Aaron Roy, Luke Snyder e Caleb Sanderson. Como alguns competidores da segunda lista já haviam sido escalados nesta primeira lista, eles deram lugar para os próximos na classificação e os cinco que vão para o duelo são: (4) Cody Nance; (6) Ty Pozzobon; (7) Marco Antônio Eguche; (8) Jordan Hupp; (11) Renato Nunes.

 

Veja a seguir os confrontos do 15 por 15 Bucking Battle em Sacramento.

 

Asteroid derrotando Silvano Alves em 2011

SILVANO ALVES vs. ASTEROID (Circle T Ranch & Rodeo)

Se Silvano parar, pode receber a maior nota de sua carreira na PBR. Os dois já duelaram na etapa de Thackerville no ano passado, exatamente no fim de semana que Asteroid despertou a atenção de todos e se colocou na briga pelo Título de Melhor Touro de 2011. Nesta temporada o brasileiro só caiu de um touro nas nove montarias que fez. Asteroid tem a maior nota da temporada até agora e já derrubou J.B. Mauney e Douglas Duncan nas últimas semanas e segue com uma carreira de 21 montarias e apenas duas paradas.

 

VALDIRON DE OLIVEIRA vs. BUCKEY (Wentz Bucking Bulls)

Valdiron está focado e motivado. Mesmo com uma lesão no ombro ele prometeu ser Campeão em Sacramento. Nas três primeiras etapas desta temporada ele montou 10 vezes e caiu de apenas três touros. Buckey não é montado com sucesso a quase um ano e das 18 apresentações que tem na carreira em apenas três foi derrotado. No último domingo ele foi escolhido por Marco Antônio Eguche e saiu rodando alto em direção ao centro da arena, só derrubando o brasileiro com 6.00 segundos. Para Lambert ele foi o melhor touro a se apresentar neste início de temporada, mas não está na posição 1 porque Asteroid tem sido excelente a muito mais tempo.

 

GUILHERME MARCHI vs. SMACKDOWN (Berger / Struve / Rosen)

Dos nove touros que montou este ano, Marchi caiu de apenas três e foi Campeão da etapa de Anaheim. Smackdown só foi montado com sucesso sete vezes em 51 tentativas, mas em cinco delas a nota foi superior a 90 pontos. Em 2011 ele deu a Robson Palermo a maior nota da PBR na temporada, 94.50 pontos em um evento da segunda divisão e também deu a Douglas Ferreira 91 pontos na Final Mundial. Na única participação que fez neste ano recebeu 45 pontos ao derrubar Paulo Lima no último domingo.

 

AUSTIN MEIER vs. SHEPHERD HILLS TRAPPER (Circle T Ranch & Rodeo)

Meier foi o melhor competidor americano nas duas últimas temporadas e este ano após três etapas novamente só está atrás do brasileiro Valdiron de Oliveira. Ele parou em sete dos 10 touros que montou até agora, incluindo a última neste mesmo animal, no último domingo quando obteve 85.50 pontos. Shepherd Hills Trapper tem 40 apresentações na carreira e além de Meier, ele só foi montado por oito segundos outras cinco vezes, incluindo duas de Fabiano Vieira.

 

J.B. MAUNEY vs. LARRY THE CABLE GUY’S GIT-R-DONE (Jeff Robinson)

Mesmo com uma lesão no pulso, Mauney parou em três dos nove touros que montou este ano na BFTS e chegou a Final de duas das três etapas. Será a primeira vez que enfrentará este animal. Este touro tem genética de Yellow Jacket e Panhandle Slim e segundo Cody Lambert, não estava na lista inicial de escalados para o Bucking Battle, e só ganhou a vaga depois que seu “tio” Yellow Jacket Jr. teve um mal desempenho na etapa de Portland. Git-R-Done já derrubou feras como os Campeões Mundiais Guilherme Marchi, Renato Nunes e Kody Lostroh e somente Mike Lee o venceu em 27 apresentações na carreira.

 

LJ JENKINS vs. JACK DANIEL’S TENNESSEE HONEY (Circle T Ranch & Rodeo)

Jenkins parou em apenas quatro dos nove touros que montou este ano e seu maior desafio até agora foi contra King of Hearts, de onde saiu vitorioso no último domingo com 89.50 pontos. Este touro era conhecido até meados de 2011 por Immigrant e trocou de nome devido a um contrato de patrocínio. Em 15 apresentações já derrubou nomes como Paulo Lima, J.B. Mauney e o Campeão Mundial Silvano Alves. Apenas Robson Palermo (91.25) e Austin Meier (89.00) suportaram os oito segundos sobre ele até hoje.

 

RYAN McCONNEL vs. HIGHWAY 12 (Jeff Robinson)

McConnel participou de todas as etapas nas últimas três temporadas e sempre terminou entre os 10 melhores do mundo desde 2009. Foi mal em Nova York e Anaheim, mas se recuperou no último fim de semana quando ficou em terceiro lugar em Portland. Highway 12 é filho de Yellow Jacket e trás genética de Bodacious herdada de sua mãe. Foi indicado ao Título de Touro do ano em 2010 e tem apenas três paradas em 31 tentativas. Já derrubou os Campeões Mundiais Guilherme Marchi e Shane Proctor e deu 92 pontos para Valdiron de Oliveira e 91 pontos para Paulo Lima.

 

AARON ROY vs. MAC NETT’S SOUTHERN WINE (Jeff Robinson)

Roy está com uma lesão no joelho e tinha anunciado que ficaria fora das duas próximas etapas, mas não recusou o convite para substituir Robson Palermo na 1ª edição do Bucking Battle. O canadense parou em apenas um dos últimos cinco touros que montou e seu retrospecto nesta temporada é de quatro paradas em nove montarias, com destaque para o sexto lugar em Nova York. Southern Wine só permitiu duas paradas em 36 tentativas até hoje, mas apesar disso não era cogitado por Lambert para compor esta lista. O diretor mudou de idéia ao vê-lo na etapa de Anaheim quando derrubou o Campeão Mundial Renato Nunes em uma montaria que se o brasileiro parasse obteria 92 ou 93 pontos. Ele também já derrotou os Campeões Mundiais Wesley Silcox e Shane Proctor, além dos brasileiros Fabiano Vieira e Douglas Ferreira, que já caiu dele três vezes.

 

LUKE SNYDER vs. BLACK ATTACK (D&H Cattle Company)

Snyder é o recordista de eventos consecutivos na BFTS e vive seu melhor início de temporada desde que estreou na PBR. No último domingo ele caiu de Highway 12 e perdeu a chance de pela primeira vez assumir a liderança do Mundial. Chegou a Final de duas das três etapas que disputou este ano e parou em seis dos 11 touros que desafiou. Black Attack tem uma saída forte e rápida que costuma tirar os competidores de posição logo no primeiro pulo. Em 12 apresentações, somente o Tri-Campeão Mundial J.W. Harris conseguiu suportar oito segundos sobre ele. Coincidentemente ele foi responsável por tirar de ação dois grandes competidores nos últimos 45 dias. Shane Proctor teve seu braço quebrado na National Finals Rodeo em dezembro deve ficar fora das arenas por dois meses e na semana passada no evento de Denver Clayton Foltyn teve uma grave lesão na mão após levar uma pisada do touro. Lambert disse que não havia levado muita fé neste touro porque seus tropeiros Dillon e H.D. Page preferiram levá-lo para os eventos da PRCA em 2011 ao invés de coloca-lo na PBR.

 

Cowboy Casanova em ação com Paulo Lima

CALEB SANDERSON vs. COWBOY CASANOVA (Mesa Bucking Bulls)

O competidor de 22 anos teve sua melhor temporada em 2011, quando terminou o Mundial na 13ª posição depois de ser um dos destaques da Final Mundial. Neste inicio de ano ele montou em nove touros e parou em cinco. O principal destaque da tropeira Mesa Pate é um típico touro de nota, e foi montado com sucesso em oito das 17 vezes que saiu do brete. Lambert o escalou depois que viu ele derrubar J.B. Mauney e Paulo Lima nas duas últimas semanas.

 

CODY NANCE vs. JACK DANIEL’S AFTER PARTY (Circle T Ranch & Rodeo)

Nance está tendo o melhor início de temporada de sua carreira. Foi Campeão da primeira etapa em Nova York e por uma semana ocupou a primeira posição no Ranking. Atualmente está em quarto lugar depois de parar em três dos 10 touros que montou. After Party, que tem genética de Bodacious, foi eleito o Melhor Touro da PRCA em 2010 e logo depois iniciou sua carreira na PBR. Das 50 vezes que foi montado apenas em 10 ele deixou que o competidor completasse os oito segundos, proporcionando cinco notas acima de 90 pontos. Cody Nance já montou nele duas vezes e não ficou mais que quatro segundos em cada uma. No ano passado ele foi eleito duas vezes o melhor touro e proporcionou três vitórias aos competidores nas etapas da BFTS. Já foi avaliado com mais de 45 pontos 21 vezes, incluindo duas vezes que recebeu nota 48 pontos. Cody Lambert disse que ele nunca será o melhor touro da PBR, mas vai ficar por muito tempo entre os melhores.

 

TY POZZOBON vs. MELLOW YELLOW JACKET (Berger / Struve / Schott)

O canadense é outra grande surpresa deste início de temporada e apesar de uma lesão no joelho está entre os 10 melhores do campeonato pela primeira vez. Nas três etapas que participou montou em 11 touros e parou em seis. Mellow Yellow Jacket é filho do lendário Yellow Jacket e só foi montado cinco vezes em 36 tentativas. Ele ficou cinco meses afastado das arenas se recuperando de uma lesão e re-estreou no último sábado em Portland quando derrubou J.B. Mauney com 3.23 segundos. É um touro previsível, pula sempre do mesmo jeito, mas segundo o diretor da PBR é um touro acima do normal e é cogitado a estar entre 15 que farão o último Round da Final Mundial em outubro.

 

Speckled Ivory voando com Valdiron de Oliveira

MARCO ANTÔNIO EGUCHE vs. SPECKLED IVORY (Circle T Ranch & Rodeo)

O brasileiro ainda é um novato na PBR e participará de seu sexto evento neste fim de semana. Nas duas etapas que montou no ano passado ele conseguiu parar em apenas um touro, mas no início desta temporada, depois de ganhar uma vaga como alternate ele surpreendeu. Dos 10 touros que montou até agora, Eguche caiu de apenas quatro e chegou a Final de dois eventos, inclusive liderando a etapa de Portland, quando só perdeu a Fivela na última montaria, mesmo assim com uma bela apresentação em Buckey. Originário do Haway, Speckeled Ivory tem descendência do gado Brahmam, o que o faz ser muito semelhante aos touros brasileiros. Essa linhagem faz com que ele dê pulos altos, o que empolga o público e torna a montaria um espetáculo e foi por isso que Lambert o escalou, por sua capacidade de produzir notas altas. Desde que estreou em março de 2010 ele já foi desafiado 28 vezes e somente em sete permitiu que o competidor permanecesse o tempo regulamentar, proporcionando quatro notas acima de 90 pontos. Valdiron de Oliveira já parou nele quatro vezes, enquanto que os Campeões Mundiais Silvano Alves, Guilherme Marchi e Shane Proctor fizeram uma parada cada um.

 

JORDAN HUPP vs. LINCOLN ELETRIC’S BRING IT (Berger / Struve / Box K)

Esta será a quarta vez que Hupp montará em Bring It. Das outras três, o animal venceu uma e o competidor duas, incluindo a última, no domingo passado quando ele venceu o evento de Portland. Ele ficou em 21° e 19° nas duas últimas temporadas e aparentemente fará de 2012 o melhor ano de sua carreira. Nas três primeiras etapas deste ano ele montou nove touros e parou em cinco. Bring It estreou nas arenas em setembro de 2008 e de lá pra cá já se apresentou 55 vezes, permitindo apenas quatro paradas. Em maio de 2011, o Campeão Mundial Guilherme Marchi marcou 92 pontos em uma das 17 vezes em que ele foi avaliado com mais de 45 pontos.

 

RENATO NUNES vs. SHEPHERD HILL SOD BUSTER (D&H Cattle Company)

O Campeão Mundial Renato Nunes caiu dos quatro últimos touros que montou na BFTS, mas seu desempenho na etapa de Nova York o garantiu nesta primeira edição do Bucking Battle, na última das cinco vagas para o Ranking de 2012. Sod Buster só foi montado uma vez em toda sua carreira e mesmo assim em um dia onde não pulou como de costume. Das 27 vezes que saiu invicto da arena ele inclui ter jogado ao chão os Campeões Mundiais J.W. Harris e Wesley Silcox, além de nomes conhecidos como J.B. Mauney, LJ Jenkins, Douglas Duncan e Paulo Lima.

 

 

Anúncios

2 comentários em “Duelo de Titãs – PBR Bucking Battle

  1. Rogerio Veronez
    27 de janeiro de 2012

    Esse formato de disputa é mais um atrativo dentro desse espetáculo de rodeio que é a PBR. Torcendo muito pelos brasileiros e a coisa vai ser bruta, pois só tem Top na arena.
    Parabéns pela matéria.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 26 de janeiro de 2012 por em PBR, PBR 2012.
%d blogueiros gostam disto: