ARENA BRUTA – Rodeio com mais conteúdo

O melhor conteúdo sobre o verdadeiro esporte do Cowboy

PBR Nova York

Cody Nance venceu a primeira etapa da temporada e os americanos tiveram a leve impressão de que poderiam superar o domínio brasileiro em 2012. Mas as montarias dos brasileiros deixaram claro que era apenas uma doce ilusão americana

 

(por @HenRiQue_Bad) A abertura da principal divisão da PBR, a Built Ford Tough Series (BFTS) aconteceu em Nova York entre os dias 06 e 08 de janeiro, onde o americano Cody Nance se sagrou Campeão. Nance, que completou 24 anos recentemente, foi o único competidor a obter nota em todas as montarias e terminou a noite de domingo com 436.75 pontos e US$ 40 mil em dinheiro, levando pra casa a sua terceira e mais importante fivela de Campeão na BFTS. O competidor do estado do Tennessee  foi o Melhor Novato (Rookie of the Year) de 2009, e já acumula mais de US$ 400 mil em prêmios na carreira. O segundo colocado no evento foi Valdiron de Oliveira, que caiu no Round 4 e por pouco não conquista sua terceira vitória na cidade. O outro único brasileiro a terminar entre os cinco melhores foi o Campeão Mundial Renato Nunes, que ficou na quarta colocação. Luke Snyder em terceiro e o Campeão Mundial Mike Lee completaram o TOP 5 em Nova York.

Outro grande destaque da etapa de Nova York foi o brasileiro Marco Antônio Eguche, Melhor Novato da PBR Brasil em 2008 . O competidor de Poá/SP estreou na principal categoria da PBR no ano passado onde participou de dois eventos e parou em apenas um touro, terminando na 73ª colocação no campeonato. Quarto melhor competidor de 2011 no Brahma Super Bull PBR, Eguche estava inscrito para um evento Touring Pro Division na Flórida, mas assim que foi convocado como alternate (reserva) viajou para NY. Depois de parar em três dos cinco animais que montou, o brasileiro terminou o evento empatado na nona colocação, somando pontos importantíssimos para mantê-lo no TOP 35, que são os competidores que irão seguir no Campeonato após os cinco primeiros eventos. Com a ausência de Robson Palermo que se recupera de uma cirurgia no ombro e Fabiano Vieira que teve problemas com seu visto de entrada nos EUA, foram nove brasileiros competindo na abertura do Campeoanto: Valdiron de Oliveira, Elton Cide, Douglas Ferreira, Paulo Lima, Marco Antônio Eguche, o Melhor Novato de 2011, Rubens Barbosa e os Campeões Mundiais de 2008 Guilherme Marchi, 2010 Renato Nunes e 2011 Silvano Alves.

O primeiro dos 29 eventos do ano foi realizado no Madison Square Garden, a mais famosa arena de esportes e shows do mundo. O MSG tem assentos para 20 mil pessoas e recebe regularmente jogos de hóquei no gelo e basquetebol. Ele também já abrigou lutas de boxes do lendário Mohammad Ali e shows inesquecíveis de artistas como Michael Jackson, Madonna e a memorável única apresentação de Elvis Presley na cidade. Isto prova a dimensão da PBR nos Estados Unidos. A estréia dos Bull Riders na famosa arena aconteceu no final de 2000, em um evento especial onde a entidade apresentou o esporte a maior cidade do mundo e a vitória na ocasião foi do brasileiro Paulo Crimber. Mas foi nas últimas seis temporadas que a cidade passou a abrigar oficialmente uma etapa do campeonato e vale lembrar também que em 2010, numa atitude ousada e inédita a PBR realizou uma “mini-etapa” numa arena montada na calçada da Time Square, a principal avenida da cidade e o ponto turístico mais visitado do mundo.

Valdiron de Oliveira

ROUND 1

A temporada começou “morna” na noite de sexta-feira, com alguns touros novos revelados pela ABBI e os mais experientes estavam num período de férias sem competir e demoraram a pegar novamente o “jeito da coisa”. Luke Snyder fez a melhor nota da noite, 87.25 pontos montando Alternator. Este touro é de propriedade de um consórcio formado por vários acionistas, entre eles o hexa-campeão Mundial da PRCA Cody Ohl. Esta foi a 10ª apresentação oficial do animal, que é descendente do famoso Strawberry Wine, e que apesar de não ter apresentado grandes desempenhos nos eventos anteriores nunca havia sido montado com sucesso. Na segunda colocação apareceram empatados o Campeão Mundial Kody Lostroh, o atual Campeão da National Finals Rodeo LJ Jenkins e Stormy Wing, ambos com 86.75 pontos. O canadense Ty Pozzobon com 86.50 pontos fechou o TOP 5 da noite. Guilherme Marchi foi o melhor brasileiro da noite, na oitava posição, seguido de Valdiron de Oliveira em 10°, Renato Nunes em 13°, Marco Antônio Eguche em 14°, Silvano Alves em 15° e Elton Cide em 23°. Os outros brasileiros não obtiveram nota na primeira noite.

ROUND 2

Os garotos Ryan Dirteater e Piston Robinson dividiram a vitória no 2° Round em Nova York após receberem 87.50 pontos em suas montarias. O Campeão Mundial da PRCA Dustin Elliott, o brasileiro Valdiron de Oliveira e J.B. Mauney empataram na terceira colocação, com 86.50 pontos cada. Silvano Alves foi o melhor brasileiro após Valdiron, terminando na 15ª posição. Marco Antônio Eguche e o Campeão Mundial Renato Nunes também pontuaram, respectivamente na 19ª e 21ª posições, mas nenhum deles conseguiu classificação para o Short-Go Extra, realizado logo na sequencia. Cody Nance assumiu a liderança do evento com 172.50 pontos após marcar 86.25 pontos no Round 2. Valdiron de Oliveira foi para a segunda posição com 172 pontos.

Pistol Robinson após a queda de Carrillo Cartel

SHORT-GO EXTRA

Apenas Valdiron de Oliveira representou o Brasil na Final Extra realizada no sábado. O atual vice-campeão Mundial montou The Game Changer (Clark / Owen / Showsports) e marcou 89.25 pontos se mantendo na segunda colocação na classificação do evento. Cody Nance recebeu a primeira nota acima de 90 pontos na temporada com uma montaria de 90.25 pontos e se manteve em primeiro lugar com 262.75 pontos. O Campeão Mundial Mike Lee foi o outro único a parar neste Round e marcou 88.50 pontos. Piston Robinson sofreu uma grave lesão ao cair de Carrillo Cartel (4 C’s / Sills / HD Bucking Bulls). O competidor teve fratura nas duas pernas (fêmur na direita e tíbia e fíbula na esquerda) ao ser pisado pelo animal e deve ficar afastado das arenas de seis a nove meses.

ROUND 4

J. B. Mauney marcou 88 pontos e ganhou o Round que abriu a competição na tarde de domingo. Mauney montou Full Force (Teague Bucking Bulls), touro que havia derrubado Elton Cide na noite anterior e já somava 24 apresentações e apenas seis paradas. Cody Campbell e o Campeão Mundial Kody Lostroh dividiram a segunda colocação com 87.75 pontos seguidos do novato Dakota Beck, que levou 20 pontos dentro e fora da boca após um acidente na primeira noite e do Campeão Mundial Renato Nunes, que ficaram com quarta posição. O atual Campeão Mundial Silvano Alves e Marco Antônio Eguche empataram na sétima colocação. Elton Cide foi o outro único competidor a obter nota entre os brasileiros, terminando na 17ª posição. As primeiras posições não se alteraram, com Cody Nance mantendo a liderança e Valdiron de Oliveira mesmo depois de cair de seu touro mantendo a segunda colocação.

Cody Nance no Short-Go

SHORT-GO (Final)

Cinco americanos, três brasileiros e dois canadenses foram os classificados para a grande Final mas apenas quatro deles conseguiram permanecer os oito segundos e obter nota. O Campeão Mundial Renato Nunes venceu o Round Final e fez a maior nota do evento ao montar Delco (Jeff Robinson) com 91.50 pontos. Este touro, que foi adquirido recentemente por Jeff Robinson tem genética de Moassy Oak Mudslinger, e até então tinha apenas quatro paradas em 15 apresentações. Luke Snyder escolheu Carrillo Cartel, o mesmo animal que havia fraturado as pernas de Pistol Robinson, como uma tentativa de vingança, no que chamamos no Brasil de “tirar a mágoa”. A montaria de Snyder  foi indicada inicialmente com 7.8 segundos mas o competidor pediu revisão e os juízes entenderam que a montaria havia sido válida e deram 88.75 pontos. Valdiron de Oliveira assumiu a liderança provisória após marcar 88 pontos em Bad Blake (Jeff Robinson / Wolf Creek Cattle). Mas encerrando o evento veio Cody Nance, que só precisava permanecer os oito segundos para garantir a vitória e foi o que ele fez. Nance declarou que queria escolher RMEF Gunpowder & Lead (Jeff Robinson) mas o animal foi retirado da lista da final e o competidor escolheu Sticker Shock (Teague Bucking Bulls). Este touro é descendente de Gunslinger, um dos maiores animais de todos os tempos, e chegou a Nova York com 20 apresentações e apenas três paradas, incluindo as de Fabiano Vieira e Paulo Crimber.

Fotos: PBR

 

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 12 de janeiro de 2012 por em PBR.
%d blogueiros gostam disto: