ARENA BRUTA – Rodeio com mais conteúdo

O melhor conteúdo sobre o verdadeiro esporte do Cowboy

PBR Wichita

PBR WICHITA – 23 e 24 de Setembro (By @HenRiQue_Bad)

 

Neste fim de semana os melhores competidores de Montaria em Touros do Mundo estiveram em Wichita, no estado do Kansas. A cidade localizada na região central do país é uma das 50 maiores cidades americanas e sediou a 26ª etapa da temporada do Built Ford Tough Series, a principal divisão da PBR. Neste evento foram oito brasileiros: Silvano Alves, Valdiron de Oliveira, Guilherme Marchi, Fabiano Vieira, Paulo Lima, Wesley Lourenço, Elton Cide e Rubens Barbosa. A grande ausência da etapa foi de Robson Palermo, que decidiu ficar de fora para ter mais tempo de recuperar o ombro lesionado. Shane Proctor, com uma lesão na perna e o mexicano Rocky MacDonald também não competiram neste fim de semana. Depois de vencer um evento do Touring pro Division no Texas na semana passada, Sterling Yancy ganhou a oportunidade de retornar a BFTS. O texano de 25 anos já havia participado de um evento na temporada passada e após parar em apenas um touro ficou na 78ª posição no Mundial.

 

ROUND 1

O primeiro Round em Wichita trouxe muitos touros novos e pouco conhecidos, mesmo assim apenas 14 dos 40 competidores obtiveram nota. Ryan Dirteater e LJ Jenkins empataram com a melhor nota do Round, 86.75 pontos, após montarem Frosty (Bailey Rodeo Company) e Peter Piper (Curtis Mendel), respectivamente. A segunda melhor nota do Round foi do mineiro Rubens Barbosa, que montou Iron Horse (Circle T Ranch) e marcou 86.50 pontos, seguido de Jordan Hupp com 86.25 pontos e Luke Snyder com 85.75 pontos. Valdiron de Oliveira empatou com Chris Shivers na sexta colocação com 85.50 pontos e Fabiano Vieira dividiu com Guilherme Marchi a oitava colocação, cada um com 85.25 pontos. Silvano Alves recusou a opção de re-ride e ficou com 73.50 pontos, e não retornou ao Short-Go Extra. Paulo Lima sentiu uma lesão na virilha e outra no joelho direito após cair neste Round, e não competiu no dia seguinte. O pernambucano ainda é duvida para a próxima etapa.

 

Ryan Dirteater montando After Party

ROUND BÔNUS (Short-Go Extra)

Quatro brasileiros voltaram ao Short-Go Extra, onde apenas quarto dos 10 competidores obtiveram nota. Ryan Dirteater assumiu a liderança isolada do evento depois de vencer o segundo Round consecutivo. O “Cherookee Kid” montou Jack Daniel’s After Party (Circle T Ranch), um dos principais touros da temporada e marcou 90.25 pontos, somando 177 pontos após duas montarias. Luke Snyder assumiu a segunda posição na classificação do evento com 174 pontos após marcar 88.25 pontos em Billionaire (Bailey Rodeo Company). Fabiano Vieira, empatou com Snyder na segunda posição do Round e ficou em terceiro lugar na classificação geral com 173.50 pontos. O outro único a parar e ir para o segundo dia com duas notas foi Valdiron de Oliveira que marcou 86.75 pontos em Stanley FatMax (Jeff Robinson) e ficou em quarto na soma geral com 172.25 pontos.

 

O fato triste deste Round foi o acidente de Guilherme Marchi. O brasileiro foi pisoteado pelo touro How He Roll (Chad Berger) e saiu da arena desacordado com quatro costelas quebradas e o pulmão perfurado. Marchi passou a noite na UTI respirando com a ajuda de aparelhos por precaução, mas na manhã seguinte já estava se recuperando bem. O Campeão Mundial ficará de fora das últimas etapas da Temporada Regular da BFTS e sua luta agora é estar totalmente recuperado para competir na Final Mundial no fim do mês que vem.

 

ROUND 3

Apenas 37 competidores entraram na arena no inicio da noite de sábado e exatamente 1/3 deles conseguiu permanecer os oito segundos. J.B. Mauney, que vem perdendo posições no Ranking nas últimas quatro etapas escolheu Josey Wales (New Frontier Rodeo) e marcou a maior nota do Round, 88 pontos. O canadense Aaron Roy e o bi-campeão Mundial Chris Shivers empataram com a segunda melhor nota do Round, 87.50 pontos. Roy montou o famoso Big Tex (Chad Berger / Clay Struve), um dos mais temidos animais da PBR nos últimos 10 anos, mas que está em fim de carreira. Shivers escolheu Early Bird (D&H Cattle / Buck) e se classificou para sua terceira Final nos últimos quatro eventos. Ryan Dirteater fez a quarta melhor nota, 87.25 pontos em Clam Digger (Chad Berger / John & Lacey) e manteve a liderança, com 264.25 pontos. Fabiano Vieira fechou o TOP 5, com 86.75 pontos em Big Jim (Chad Berger) e também se classificou para a Final, com 260.25 pontos. Valdiron de Oliveira fez 85 pontos, a 10ª melhor nota do Round e se manteve invicto, garantindo a classificação para a Final na quarta posição. Silvano Alves, novamente obteve a nota mais baixa do Round, 83 pontos no mesmo touro que havia machucado Guilherme Marchi na noite anterior e também se classificou para a Final na oitava colocação. Além de Dirteater, Fabiano e Valdiron, apenas Luke Snyder parou nos três touros e os quatro entraram na Final ocupando as quatro primeiras posições. LJ Jenkins sofreu uma concussão ao cair do touro Grey Ghost (Berger / Struve / Schott) e não pode competir na Final.

 

Para se adaptar a uma transmissão ao vivo na TV, o Short-Go desta etapa teve um formato diferente e contou com 12 ao invés dos habituais 10 competidores.

 

SHORT-GO (Final)

Sem I’m a Gangster, que esta se recuperando de uma lesão e Asteroid que ganhou folga este fim de semana, Bushwacker foi o único touro favorito ao Titulo a estar presente na Final, e foi escolhido por Luke Snyder que estava em segundo lugar. Snyder declarou que estava em duvida entre dois outros animais, mas como precisava tirar uma diferença de mais de três pontos em relação ao líder, sabia que Bushwacker era um touro que dava condições para isso. Rubens Barbosa, Caleb Sanderson e Piston Robinson empataram na 12ª posição. Com os critérios de desempate, Sanderson assumiu a 12ª vaga da Final e Robinson foi o substituto de LJ Jenkins. O brasileiro Rubinho Barbosa não montou na Final por pouquíssimos pontos, já que o critério de desempate leva em consideração somente as notas recebidas pelo competidor, excluindo a do touro.

 

Das 12 montarias da Final, apenas dois competidores obtiveram nota. Valdiron de Oliveira caiu de Another One (Jeff Robinson) e terminou na quarta colocação do evento. Fabiano Vieira montou e caiu de DEWALT Guaranteed Tough (Jeff Robinson / #10 Bucking Bulls), touro que até semana passada era conhecido como Ranger Red e tem apenas uma parada nos últimos 12 meses. Outra montaria que chamou atenção foi a de Luke Snyder em Bushwacker. O competidor foi o 24° derrotado consecutivamente pelo animal, invicto desde outubro de 2009. Com a nota 47 pontos, o touro conquistou sua nona fivela de Melhor Touro na temporada e agora deve ficar descansando até a Final Mundial no próximo mês.

 

Silvano Alves escolheu Movin’ On, touro que pertencia a Jerry Nelson da Frontier Rodeo e foi comprado por Jeff Robinson esta semana. Silvano foi o primeiro a permanecer os oito segundos sobre o animal desde que ele estreou na BFTS, obtendo 85 pontos. Na carreira o animal já tem 22 montarias e cinco paradas em eventos da PRCA e do TPD, incluindo uma de 92 pontos de Paulo Crimber em janeiro deste ano. Ryan Dirteater encerrou o evento, já sabendo que tinha conquistado a vitória após a queda de Luke Snyder. O competidor havia escolhido Crosswired (D&H Cattle / Clifton Wiggins), animal que havia dado duas notas acima de 91 pontos nas ultimas três vezes que esteve competindo na BFTS. Dirteater marcou 91.75 pontos e confirmou a vitória, como o único competidor a parar nos quatro touros em Wichita embolsando US$ 46 mil e subindo da 21ª para a 15ª posição. O competidor de 22 anos perdeu oito eventos seguidos nesta temporada por causa de uma lesão, mas nos sete eventos que montou após seu retorno ele chegou a quatro Finais, todas ficando entre os quatro primeiros colocados e ganhou 15 posições no Ranking Mundial. Wichita foi a segunda vitória na carreira de Ryan Dirteater, que também havia vencido em Dallas em 2009. Ele estreou na principal divisão da PBR em 2008, quando participou de sete eventos e ficou na 54ª colocação na classificação Final. Em 2009 ele se machucou na última etapa da temporada antes de Las Vegas só voltou a montar em janeiro deste ano, o que o fez ficar de fora das duas últimas Finais Mundiais e pelo que vem montando, mesmo fora da briga pelo Tíltimas Finais Mundiais e pelo que vem montando, mesmo fora da briga pelo Timeiros colocados e ganhou 15 posiççando  obtiveram n tulo Mundial é um dos favoritos a vencer a PBR World Finals, que dá um bônus de US$ 250 mil ao Campeão dos cinco dias.

 

Após o fim desta etapa houve duas mudanças importantes no Ranking. Fabiano Vieira subiu uma posição e agora é sexto colocado, o que faz com que o Brasil tenha cinco competidores entre os seis melhores do Mundo. J.B. Mauney, apesar de chegar a Final, perdeu seu lugar no TOP 10 e agora é o 11° colocado. Luke Snyder, foi segundo colocado no evento e entrou TOP 10, depois de subir da 13ª para a 10ª posição. Rubens Barbosa, mesmo sem montar na Final subiu mais três posições. Nos último quatro eventos o mineiro subiu 16 posições.

 

COL. FINAL – WICHITA/KS

1 – Ryan Dirteater – 356,00 pontos

2 – Luke Snyder – 260,50 pontos

3 – Fabiano Vieira – 260,25 pontos

4 – Valdiron de Oliveira – 257,25 pontos

5 – Silvano Alves 241,50 pontos

6 – Chris Shivers – 173,00 pontos

7 – Dustin Elliott – 170,50 pontos

8 – Jordan Hupp – 170,25 pontos

9 – J. B. Mauney 88,00 pontos

10 – Aaron Roy – 87,50 pontos

 

RANKING PARCIAL – 26 EVENTOS

1 – Silvano Alves – 11.617,75 pontos

2 – Valdiron de Oliveira – 9.839,50 pontos

3 – Robson Palermo – 8.110,00 pontos

4 – Guilherme Marchi – 7.669,00 pontos

5 – Austin Meier – 7.331,25 pontos

6 – Fabiano Vieira – 6.539,25 pontos (+1)

7 – Shane Proctor – 6.451,50 pontos (-1)

8 – LJ Jenkins – 6.038,00 pontos

9 – Ryan McConnel – 5.731,00 pontos

10 – Luke Snyder – 5.493,25 pontos (+13)

Outros Brasileiros

17 – Paulo Lima – 4.296,25 pontos (-2)

30 – Renato Nunes – 1.948,25 pontos

32 – Wesley Lourenço – 1.723,00 pontos

33 – Douglas Ferreira – 1.485,50 pontos

38 – Elton Cide – 1.179,50 pontos

44 – Rubens Barbosa – 801,25 pontos (+3)

65 – Paulo Crimber – 84,25 pontos

70 – Marco Ant. Eguche – 79,50 pontos

 

(+) Posições Ganhas em relação a última etapa

(-)  Posições perdidas em relação a última etapa

 

Siga @Blog_ArenaBruta no Twitter..

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 26 de setembro de 2011 por em PBR.
%d blogueiros gostam disto: