ARENA BRUTA – Rodeio com mais conteúdo

O melhor conteúdo sobre o verdadeiro esporte do Cowboy

PBR Milwaukee

PBR Milwaukee – (by @HenRiQue_Bad)

 

Depois de um intervalo de duas semanas, a Built Ford Tough Series, principal divisão da PBR voltou a reunir os melhores competidores e os melhores touros do mundo. Abrindo oficialmente a fase decisiva da temporada, Milwaukee no estado do Wisconsin sediou pela primeira vez uma etapa do mundial. A cidade, que é a 23ª mais populosa do país fica localizada as margens do Lago Michigan, próximo a fronteira com o Canadá. A 24ª etapa do TOP 40 da PBR marcou a volta dos brasileiros Valdiron de Oliveira e Robson Palermo que haviam perdido as últimas etapas devido a lesões. A competição realizada no Ginásio Bradley Center com capacidade para mais de 18 mil pessoas, teve ainda a presença de outros sete brasileiros: Silvano Alves, Guilherme Marchi e Fabiano Vieira que assim como Valdiron e Palermo ocupam um lugar no TOP 10 do Ranking Mundial, além de Paulo Lima, Wesley Lourenço, Elton Cide e Rubens Barbosa. O evento também conheceu um estreante, Dakota Beck de apenas 20 anos, que tem pouca história na PBR mas ganhou o convite por ter sido Campeão de dois eventos da segunda divisão nos últimos 15 dias.

ROUND 1

O primeiro Round foi totalmente dominado pelos brasileiros, que fizeram as três melhores montarias da rodada. Paulo Lima montou Cowboy Casanova (Mesa Bucking Bulls) e ficou com a melhor nota, 88 pontos, embolsando US$ 3.580 e indo para o Round Extra na primeira colocação. Robson Palermo voltou a montar depois de 30 dias afastado devido a complicações numa antiga lesão no ombro, e ficou com a segunda melhor nota, 87 pontos, obtida em Chick’N Fried (Chad Berger / Clay Struve). O terceiro colocado foi Rubens Barbosa, líder do Ranking de novatos da temporada 2011 e que montou Grey Ghost (Chad Berger / Clay Struve) marcando 86.50 pontos. O Campeão Mundial Mike Lee empatou na quarta colocação do Round com o australiano Ben Jones, com 86.25 pontos cada. Jones ficou desacordado após ser atingido pelo touro que montou, Norris (Chad Berger / Clay Struve) e apesar de retomar os sentidos logo em seguida não competiu no Round Extra, realizado logo em seguida. Fabiano Vieira, com 84 pontos na 11ª posição e Silvano Alves com 81 pontos na 14ª posição foram os outros dois únicos brasileiros a obter nota neste Round. O touro que recebeu a nota mais alta no primeiro Round foi T-Rex (Circle T Ranch), que fazia sua estréia e derrubou o Campeão Mundial Guilherme Marchi, sendo avaliado com 44.25 pontos.

ROUND BÔNUS (Short-Go Extra)

Robson Palermo foi o grande destaque do Round Bônus. O brasileiro que não está 100% fisicamente devido a seu ombro, já havia montado num touro reserva no 1° Round, depois que seu touro não deu condições dele iniciar a montaria, e no Short-Go Extra novamente aceitou o re-ride (repete) depois que seu touro correu pela arena. Mesmo com um dedo da mão de montaria torcido, o acreano entrou nos bretes pela quarta vez na noite e conquistou 89.25 pontos no touro Bad Moon (Circle T Ranch). Rubens Barbosa e Shane Proctor também obtiveram a mesma nota de Palermo e dividiram a vitória do Round recebendo US$ 3.556 cada um. Robson Palermo assumiu a segunda colocação do evento após duas montarias, com 176.25 pontos. Na soma geral, Rubinho apareceu em terceiro com 175.75 pontos, seguido de Shane Proctor com 175.25 pontos. Paulo Lima marcou 88.75 pontos, a quarta melhor nota do Round e se manteve na liderança do evento com 176.75 pontos. Os americanos Douglas Duncan e Kasey Hayes foram os outros competidores que obtiveram nota, passando a ser quinto e sexto colocados na classificação. Fabiano Vieira montou no Short-Go Extra substituindo o australiano Ben Jones, caiu do touro Lincoln Eletric’s Bring It (Berger / Struve / Box K). O melhor entre os 10 touros que se apresentaram no Round foi Speckled Ivory (Circle T Ranch), que obteve 44.50 pontos ao derrotar Mike Lee.

ROUND 3

Guilherme Marchi, que havia caído de mal jeito sobre o braço direito no 1° Round, não montou no sábado devido a dores no pulso e na mão. Dos 39 competidores que entraram na arena, apenas 12 conseguiram parar os oito segundos.  J.B. Mauney que não atravessa uma boa fase e corre o risco de entrar na Final Mundial abaixo da 10ª colocação no Ranking fez a melhor nota do Round, 89 pontos no touro Who Dat (K-C Bucking Bulls / Spark-lin Acres). Nas cinco etapas que já teve depois das férias de verão, Mauney não se classificou pra nem um Short-Go ou Short-Go Extra, tendo parado em apenas três dos 11 touros que montou. A segunda colocação foi dividida entre Piston Robinson que montou Stinger (K-C Bucking Bulls / Folds / Strickland) e Ben Jones, que também marcou 87.75 pontos montando Rowdy LJ (Circle T Ranch). Jones se sentiu mal após está montaria devido ao desmaio sofrido na noite anterior e apesar de estar em quinto lugar na classificação geral não montou na Final. Paulo Lima parou em Iron Horse (Circle T Ranch) conquistando 85.75 pontos e foi para a Final como o único competidor a parar nos três touros. Fabiano Vieira e Silvano Alves foram os outros dois únicos brasileiros a obter nota, porem Silvano ficou na 12ª colocação, a 1.25 pontos de diferença para o último classificado. Com 44.50 pontos, Mr. Slim (Jeff Robinson) foi o melhor touro da rodada, derrotando Shane Proctor.

SHORT-GO (Final)

Paulo Lima entrou na Final com uma vantagem de 86.25 pontos para o segundo colocado e como era o único que havia parado em todos os touros, dependia apenas de si mesmo para garantir sua segunda vitória na temporada. O pernambucano escolheu Highway 12 (Jeff Robinson), touro que foi indicado ao Titulo de Melhor Touro da temporada 2010. Uma escolha ousada já que ele tinha 10 opções para escolher e este touro não havia deixado nenhum competidor parar os oito segundos desde janeiro. Kasey Hayes, que entrou em sexto lugar para o Short-Go escolheu Asteroid (Circle T Ranch), touro que mais tem chamado atenção nos últimos eventos.  Hayes não conseguiu permanecer os oito segundos e o touro que só tem duas paradas em sete apresentações na BFTS recebeu 47.50 pontos e faturou o Título de Melhor Touro pelo terceiro evento consecutivo. O brasileiro Rubens Barbosa fez sua primeira Final depois de quatro eventos e mesmo não parando no touro Jack Daniel’s After Party (Circle T Ranch) fechou o evento na quinta colocação e os 525,75 pontos acumulados somando notas e bônus fizeram com que o mineiro subisse 14 posições no Ranking. Rubinho lidera a corrida pelo Título de Melhor Novato da temporada, concedido ao competidor que ganha mais prêmios no ano que estréia na BFTS.

 

Dos 10 finalistas, apenas quatro obtiveram nota e três foram brasileiros. Douglas Duncan, o único americano a parar na Final, fez a segunda melhor nota do Round, 91.75 pontos montando Cooper Tires Wild & Out (Berger / Struve / Box K) e terminou em terceiro lugar pela segunda vez nesta temporada. Fabiano Vieira, que entrou para sua quarta Final consecutiva parou em Slim’s Ghost (Jeff Robinson) e os 88.50 pontos conquistado lhe deram a quarta colocação no evento com 258 pontos, ficando entre os cinco melhores pela terceira vez nos últimos quatro eventos. Robson Palermo escolheu um velho conhecido, RMEF Gunpowder & Lead (Jeff Robinson), touro que até então havia dado seis notas acima de 90 pontos nesta temporada e foi impecável, recebendo 48 pontos dos juizes, que somada a nota do Touro lhe deu 93.50 pontos. Esta foi a maior nota da BFTS em 2011, superando a marca anterior de 93.25 pontos também conquistada por Palermo neste mesmo animal, na etapa de Pueblo. O brasileiro também é dono da maior nota em eventos da PBR este ano, 94.50 pontos, conquistada emcima do touro Smackdown (Berger / Struve / Rosen) num evento da segunda divisão em julho.

 

Paulo Lima fez a última montaria do evento já sabendo que precisava permanecer os oito segundos para conquistar a vitória, já que Robson Palermo havia assumido a liderança. O brasileiro havia feito uma escolha difícil, Highway 12, touro que é uma mistura da genética de Yellow Jacket e do lendário Bodacious. Aproveitando a boa genética do animal, Bandeja fez uma excelente montaria que lhe rendeu 91 pontos e a segunda vitória na temporada com 353.50 pontos e US$ 38.030. O pernambucano de 25 anos já havia vencido o evento de Oklahoma City este ano e na carreira tem três vitórias em 37 eventos, que lhe dá uma espetacular média de uma vitória a cada 12 etapas. Com os pontos conquistados em Milwaukee, Paulo Lima subiu da 22ª para a 14ª colocação do Ranking, a 601.75 pontos do TOP 10.

 

COL. FINAL – MILWAUKEE/WY

1 – Paulo Lima – 353,50 pontos

2 – Robson Palermo – 269,75 pontos

3 – Douglas Duncan – 261,50 pontos

4 – Fabiano Vieira – 258,00 pontos

5 – Rubens Barbosa – 175,75 pontos

6 – Shane Proctor – 175,25 pontos

7 – Ben Jones (Não Montou na Final) – 174,00 pontos

8 – Mike Lee – 170,75 pontos

9 – Kasey Hayes – 169,00 pontos

10 – Ryan McConnel – 168,50 pontos

RANKING PARCIAL – 24 EVENTOS

1 – Silvano Alves – 10.176,00 pontos

2 – Valdiron de Oliveira – 9.163,25 pontos

3 – Robson Palermo – 7.564,75 pontos (+1)

4 – Guilherme Marchi – 7.563,75 pontos (-1)

5 – Austin Meier – 6.382,00 pontos

6 – Shane Proctor – 6.063,00 pontos (+1)

7 – LJ Jenkins – 5.856,25 pontos (-1)

8 – Fabiano Vieira – 5.653,25 pontos

9 – J. B. Mauney – 4.923,00 pontos

10 – Ryan McConnel – 4.897,75 pontos

Outros Brasileiros

14 – Paulo Lima – 4.296,25 pontos (+8)

30 – Renato Nunes – 1.948,25 pontos (-1)

32 – Wesley Lourenço – 1.723,00 pontos

33 – Douglas Ferreira – 1.485,50 pontos

37 – Elton Cide – 1.179,50 pontos

47 – Rubens Barbosa – 634,75 pontos (+14)

65 – Paulo Crimber – 84,25 pontos

70 – Marco Eguche – 79,50 pontos

( + ) Posições Ganhas em Relação ao último evento

( – ) Posições Perdidas em Relação ao último evento

Siga o @Blog_ArenaBruta no Twitter

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 12 de setembro de 2011 por em PBR.
%d blogueiros gostam disto: