ARENA BRUTA – Rodeio com mais conteúdo

O melhor conteúdo sobre o verdadeiro esporte do Cowboy

PBR Duluth

PBR DULUTH

(by @HenRiQue_Bad)

Nos dias 13 e 14 de maio, Duluth no estado da Geórgia, recebeu a penúltima etapa da BFTS antes das férias de verão, que vão até o fim de julho. Foi a terceira vez que a pequena cidade de pouco mais de 20 mil habitantes recebeu a elite da PBR, sendo que nas duas anteriores, sediou a abertura da temporada. Os eventos aconteceram no final de 2008 e 2009 mas valeram para os campeonatos de 2009 e 2010, com vitórias de Mike Lee e Guilherme Marchi, respectivamente. Antes disso, o evento era realizado em Atlanta, principal cidade do estado e que fica a poucos quilômetros de distancia. Novamente oito brasileiros estavam entre os 40 classificados para o evento: Valdiron de Oliveira, Silvano Alves, Guilherme Marchi, Robson Palermo, Paulo Lima, Fabiano Vieira, Douglas Ferreira e Elton Cide. Esta 18ª etapa da temporada contou também com a presença de três australianos e dois canadenses, além da estréia do americano Matt Triplett, que teve sua primeira chance na elite da montaria em touros depois de já ter ganho US$ 13 mil nos eventos da Touring Pro Divison em 2011.

Este evento também foi destaque em todos os principais programas esportivos dos Estados Unidos, devido ao desafio encarado por Chad Ochocinco, um dos mais famosos jogadores da Liga de Futebol Americano, de encarar o touro DejaBlu. O desafio começou com uma brincadeira no Twitter e rapidamente tornou-se o fato esportivo mais comentado da semana .

J. B. Mauney

ROUND 1

O evento de Duluth mesclou alguns dos principais tropeiros da entidade com outros da região sul e sudeste do país, que fazem aparições em poucas etapas durante a temporada, e essa mistura de touros temidos com outros desconhecidos deu certo, e apenas 11 competidores obtiveram nota neste primeiro Round. J. B. Mauney montou Full Force (Teague Bucking Bulls), animal que estreou na BFTS este ano, e marcou 87.50 pontos, a maior nota do Round. O Campeão Mundial Mike Lee foi o segundo melhor, com 86.75 em Cowboy Compactor (Frontier Rodeo Company), seguido de um triplo empate entre Aaron Roy, Robson Palermo e Shane Proctor com 86.50 pontos. Além de Palermo, o outro único brasileiro a parar foi Silvano Alves, mas o paulista ficou na 11ª colocação, a meio ponto de uma vaga no Short-Go Extra.

SHORT-GO EXTRA (ROUND 2)
Apenas dois competidores conseguiram nota no Round Bônus. J. B. Mauney montou Smooke Screen (Frontier Rodeo Company), animal que estava invicto em três apresentações na BFTS e obteve 89 pontos, se isolando na liderança do evento com 176.50 pontos. Jordan Hupp foi o outro único competidor a parar em dois touros na noite e assumiu a segunda colocação do evento após uma montaria de 87.50 pontos em Bad Moon (Circle T Ranch), que só tinha duas paradas em 2011. O mais famoso dos 10 touros desse Round era Voodoo Child (Robinson / Beutler / McNeely), eleito duas vezes Melhor Touro do Ano na PRCA. O touro aumentou seu cartel de vitórias, e continua apenas com cinco paradas em 99 apresentações em rodeios da PBR e PRCA.

J. B. Mauney

ROUND 3

A segunda noite de competição em Duluth começou sem a presença do bi-campeão Mundial Chris Shivers que lesionou o ombro na noite anterior ao cair do touro King X (K-C / Strickland / Whitehead). A previsão é que possa voltar já na próxima semana para o último evento antes das férias de verão, em Pueblo no Colorado. Dos 39 competidores que foram para a arena, apenas 12 obtiveram nota. Silvano Alves pegou o touro Perfect Poison (Circle T Ranch), que ele já havia montado e parado na etapa de Tampa/Flórida e novamente marcou 88 pontos, vencendo o Round e conseguindo a classificação para a grande Final. O Campeão Mundial da PRCA, Dustin Elliott veio logo atrás com 87.75 pontos no touro Sleeper (Jeff Robinson / Cunningham) e também ficou entre os 10 melhores que voltaram para o Short-Go. J. B. Mauney e Austin Meier marcaram 87.25 pontos e empataram na terceira colocação do Round. Assim, J. B. manteve a liderança do evento, parando em três touros em uma mesma etapa desde a abertura do Campeonato em Nova York. Fechando o TOP 5 do Round apareceu o canadense Aaron Roy que montou Big Easy (Teague Bucking Bulls) e marcou 87 pontos. Guilherme Marchi foi o oitavo montando Blackberry (Wally Barnette) com 85.75 pontos, seguido de Robson Palermo, em nono, com 85.50 pontos no touro Hail Damage (Cornwell Bucking Bulls). O outro único brasileiro a parar foi Valdiron de Oliveira, que ficou na 12ª posição depois de obter 83.75 pontos em MontanaCanvas.com (Jeff Robinson / Jene Baker), mas como havia caído na primeira noite ficou fora do Short-Go.

Mauney com a Fivela de Campeão em Duluth

SHORT-GO (FINAL)
J. B. Mauney e Jordan Hupp chegaram a Final em condições favoráveis, pois eram os únicos que haviam parados em três touros e só precisavam parar para que o titulo da etapa ficasse entre eles. Guilherme Marchi havia ficado na 11ª posição na soma das duas noites, mas como o americano Ryan McConnel que estava em décimo não teve condições de voltar para a Final devido a uma lesão, o brasileiro herdou a vaga. Como ultimo da lista dos 10, Marchi teve que se ficar com a ‘sobra da escolha’, o touro I’m a Gangster (Jeff Robinson / Cappello), invicto na temporada, mas que ele já havia parado em 2009. Mas pela 10ª vez no ano o touro levou a melhor e continuou sua serie de invencibilidade. Dustin Elliott que estava em oitavo lugar, escolheu Chicken on a Chain (Robinson / Tedesco / Larry the Cable Guy) e marcou 89 pontos no Touro Campeão Mundial da PBR. Na sequencia veio Silvano Alves montando Speckled Ivory (Circle T Ranch), touro que havia derrubado seus quatro últimos desafiantes, e marcou 90 pontos, sua 35ª parada em 2011. Logo em seguida veio Robson Palermo que escolheu um touro pouco conhecido do público e que fazia apenas sua terceira aparição na BFTS, Immigrant (Frontier Rodeo Company). Palermo levantou o público com uma apresentação impecável, que lhe rendeu 91.25 pontos e a maior nota do Round Final, porém na soma geral, ele ficou 0.25 pontos atrás de J. B. Mauney, que ainda nem havia montado. Aaron Roy e Mike Lee que estavam em terceiro e quarto lugares respectivamente cairam de seus touros e a disputa ficou mesmo entre Mauney e Jordan Hupp. O segundo colocado Jordan Hupp chegou na Final com excesso de confiança e escolheu After Party (Circle T Ranch), atual Campeão Mundial da PRCA e que foi citado por Cody Lambert, diretor de montarias da PBR, como um dos cinco melhores touros da temporada. Pela sétima vez desde que estreou na PBR e 30ª vez na carreira, o touro levou a melhor. J. B Mauney entrou na arena já com o título garantido e encerrou o evento montando RMEF Gunpowder & Lead (Jeff Robinson). Este touro já havia dado cinco notas acima de 90 pontos este ano, e levou a melhor desta vez, carimbando a fivela de Mauney, que não vinha numa fase muito boa nos últimos meses e ganhou US$ 40.330 com a vitória.

Colocação Final Duluth/Georgia
1 – J. B. Mauney, 263.75 pontos
2 – Robson Palermo, 263.50 pontos
3 – Silvano Alves, 261.75 pontos
4 – Jordan Hupp, 258.25 pontos
5 – Dustin Elliott, 176.75 pontos
6 – Aaron Roy, 173.50 pontos
7 – Mike Lee, 172.25 pontos
8 – Austin Meier, 171.50 pontos
9/10 – Ryan McConnel, 86.50 pontos
9/10 – Shane Proctor, 86.50 pontos

Desafio OCHOCINCO vs. DEJABLU

Ochocinco vs. DejaBlu

Chad Ochocinco é o principal jogador do Cincinnati Bengals, da Liga Profissional de Futebol Americano e adotou este sobrenome oficialmente devido ao numero que usa em seu uniforme, 85. O  desafio começou depois de uma brincadeira no Twitter, no dia 05 de maio, quando Ochocinco postou  em seu perfil que iria a Duluth montar em um touro. Imediatamente o diretor executivo da PBR, Sean Gleason, respondeu que se ele tivesse coragem de montar ganharia um prêmio de US$ 10 mil, e se ele parasse os oito segundos também ganharia uma Pick-Up Ford. O touro escolhido pelo diretor de montarias da PBR foi DejaBlu (Jeff Robinson), que já derrubou Chris Shivers, Mike Lee e Kody Lostroh, entre outros, somando 52 montarias e 14 paradas. Antes do desafio o atleta teve aulas teóricas de montaria com Ty Murray e Cody Lambert, além de receber dicas de outros competidores da PBR. Devido a popularidade do jogador, o desafio se tornou o acontecimento esportivo mais comentado da semana, despertando a atenção de todos os meios de comunicação do país. Ochocinco prometeu doar o cachê ganho para uma entidade de apoio a crianças carentes e disse que se ganhasse a Pick-Up, sortearia entre seus seguidores no Twitter. Também ficou combinado que se ele parasse poderia escolher um nome definitivo para o animal, mas se o animal o vencesse passaria a se chamar ‘No Show Cinco’.

A montaria aconteceu no sábado, entre o Round 3 e o Short-Go e durou apenas 1.5 segundos, mas a Ford e a PBR doaram a Pick-Up para o sorteio. No final o atleta declarou que se divertiu muito e completou: “Este esporte não recebe atenção suficiente. Os caras que montam em touros toda semana merecem o maior respeito. Eles teriam que ser os atletas mais bem pagos do mundo.”

NOTICIAS DO CAMPEONATO
*** Esta foi a 13ª vitória na carreira de J. B. Mauney, que não vencia um evento desde setembro de 2009, quando foi Campeão em Reno/Nevada. Em 2011, apesar de sempre estar entre os 10 melhores do ranking o competidor não vinha conseguindo uma sequencia de bons resultados, chegando a apenas cinco Short-Go nas 17 etapas anteriores.

*** Sean Willingham estava a pouco mais de 100 Km de sua residência e era o único competidor do estado da Geórgia a montar no evento de Duluth, mas acabou caindo dos dois touros que montou. O atleta que completa 31 anos no próximo dia 18 é um dos 15 únicos competidores que montaram em todos os eventos da temporada. Incrivelmente este foi o 206º evento seguido que o competidor monta na BFTS, tendo ficado de fora de uma etapa pela última vez em outubro de 2004. Apesar de impressionante, a marca ainda está longe do recorde detido por Luke Snyder de 275 eventos seguidos.

*** Guilherme Marchi, que tem 202 eventos da BFTS na carreira está a um touro de completar sua montaria de número 600. Com as quatro apresentações nesta última etapa o brasileiro chegou a 599 montarias desde sua estréia em 2004, com 373 paradas, o que lhe confere um percentual de 62.27% , sendo 43 delas acima de 90 pontos.

*** Apesar de não se classificar para o Short-Go, Valdiron de Oliveira foi o primeiro competidor da temporada a parar em 40 touros, após a montaria no Round 3. O brasileiro caiu apenas de 18 animais nos 18 eventos que participou, o que lhe dá uma média de 68.97% de aproveitamento. Valdiron já soma três vitórias, 12 Finais e cinco notas acima de 90 pontos.

*** O segundo competidor no aproveitamento é Silvano Alves com 63.60%, totalizando 55 montarias e 35 paradas, seguido de Robson Palermo, que esteve em apenas 15 dos 18 eventos da temporada e soma 42 montarias e 26 paradas, 61.90% de aproveitamento.

*** Silvano Alves pode passar o verão americano na liderança do Campeonato. O paulista está a 702 pontos do lider, Valdiron de Oliveira, e se na próxima etapa Valdiron repetir o desempenho de Duluth, onde parou em apenas um touro, Silvano precisaria parar nos quatro touros em Pueblo, o que lhe garantiria teóricamente um lugar entre os três primeiros colocados do evento e ultrapassaria o lider em quase 100 pontos. Vale lembrar que para o Ranking Mundial são considerados três tipos de pontuação: as notas obtidas pelos competidores; os bônus concedidos aos 10 primeiros de cada Round (100 pontos para o primeiro, 90 para o segundo e etc.) e os bônus concedidos a colocação Final do evento (300 pontos para o Campeão, 270 para o segundo, 240 para o terceiro e etc.), sendo possivel assim, um competidor conquistar 1100 pontos por evento de dois dias, se ele obtiver nota máxima dos juizes, vencendo todos os Rounds.

Num exemplo real: J. B. Mauney venceu os dois primeiros Rounds em Duluth. 1° Round 87.50 pontos de nota + 100 pontos de bônus – 2° Round 89 pontos de nota + 100 pontos de bônus; e dividiu a terceira colocação no Round 3: 87.25 pontos de nota + 75 pontos de bônus; e como não obteve nota no Short-Go recebeu apenas o bônus de 300 pontos pela vitória, ou seja: 87.50 + 100 + 89.00 + 100 + 87.25 + 75.00 + 300 = 838.75 pontos

*** O touro Bushwaker (Julio Moreno / Richard Oliveira) que não esteve em Duluth lidera pontuação média dos touros, com uma média de 46.58 pontos por montaria. Em 2011 foram seis apresentações e ninguém conseguiu parar, o que mantêm o animal com uma média de 2.65 segundos por montaria na temporada. Lembrando que o Melhor Touro do Campeonato é o que tiver melhor desempenho na Final Mundial entre os 10 escolhidos por votação pelos competidores classificados.

*** Nesta última semana a PBR anunciou a inserção de mais um evento no calendário de 2011, antecipando a volta das férias de verão que iria até a primeira semana de agosto. O evento será realizado em Thackerville/Oklahoma nos dias 29 e 30 de julho em uma parceria com um dos maiores patrocinadores do campeonato, o WinStar Cassino. O evento será o único da temporada realizado ao ar livre, numa arena que será montada ao lado do Cassino.

RANKING PARCIAL – APÓS 18 EVENTOS
1 – Valdiron de Oliveira – 7.714,00 pontos
2 – Silvano Alves – 7.012,00 pontos
3 – Austin Meier – 5.653,00 pontos
4 – L. J. Jenkins – 5.597,25 pontos
5 – Robson Palermo – 5.545,25 pontos
6 – Guilherme Marchi – 4.697,00 pontos
7 – Shane Proctor – 4.391,75 pontos
8 – J. B, Mauney – 4.267,75 pontos
9 – Ben Jones – 4.128,75 pontos
10 – Ryan McConnel – 3.915,75 pontos
Outros Brasileiros
17 – Fabiano Vieira – 2.808,50 pontos
20 – Paulo Lima – 2.638,75 pontos
25 – Renato Nunes – 1.948,25 pontos
31 – Wesley Lourenço – 1.383,50 pontos
37 – Douglas Ferreira – 898,00 pontos
39 – Elton Cide – 841,50 pontos
61 – Paulo Crimber – 84,25 pontos
66 – Marco Eguche – 79,50 pontos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 15 de maio de 2011 por em Uncategorized.
%d blogueiros gostam disto: