ARENA BRUTA – Rodeio com mais conteúdo

O melhor conteúdo sobre o verdadeiro esporte do Cowboy

PBR Des Moines

PBR DES MOINES
(por @HenRiQue_Bad)

 

Neste fim de semana a PBR esteve pela terceira vez em Des Moines, cidade de aproximadamente 200 mil habitantes e que abriga a sede das maiores companhias de seguros do país. Des Moines foi eleita pela Revista Forbes como o quarto melhor lugar para se administrar uma empresa nos Estados Unidos e é a capital de Iowa, estado líder na produção de soja, etanol e suínos. O evento realizado nos dias 06 e 07 de maio não contou com a presença do atual Campeão Mundial Renato Nunes, que passou por uma cirurgia no ombro e ficará fora das arenas até o fim da temporada. Outros oito brasileiros representaram nosso país na 17ª etapa da temporada: Valdiron de Oliveira, Silvano Alves, Guilherme Marchi, Robson Palermo, Paulo Lima, Fabiano Vieira, Elton Cide e Douglas Ferreira. Com tanto atletas machucados, a Wells Fargo Arena trouxe muitas caras novas na condição de “alternates” (reservas), como é o caso dos americanos Brant Atwood e Guytin Tsosie, que já haviam participado da BFTS em 2010 e tiveram sua primeira chance na atual temporada.

ROUND 1

Das 40 montarias deste Round apenas 17 competidores obtiveram nota, sendo que sete deles eram brasileiros, porém a vitória ficou com Travis Briscoe que marcou 88.50 pontos em Bad Yeller (D & H Cattle Co.), touro que até então tinha 27 montarias e apenas sete paradas desde 2008. Briscoe foi Campeão em Des Moines em 2009, primeiro ano em que o evento foi realizado na cidade. O Bi-Campeão Mundial Chris Shivers fez a segunda melhor nota da noite, 87.75 pontos montando em PFI’s Boot Daddy (Gene Owen), animal que tinha apenas três paradas na BFTS. O terceiro melhor foi o paranaense Fabiano Vieira que fez a primeira parada em Ludacris (Clark / Owen / Showsports) na temporada, com 87 pontos. Dos oito brasileiros que foram pra arena, apenas Guilherme Marchi não obteve nota, caindo de Back In (D & H Cattle Co.), que estava estreando na principal divisão da PBR.

SHORT-GO EXTRA (ROUND 2)

Apesar de sete dos oito brasileiros terem obtido nota, apenas Fabiano Vieira e Silvano Alves ficaram entre os 10 melhores e retornaram para o Round Extra de sexta-feira. Novamente os touros foram quase imbatíveis e saíram vitoriosos nas sete primeiras montarias. O primeiro a parar foi Fabiano Vieira que assumiu a liderança momentânea do evento após marcar 85.50 pontos em Pricelles (D & H Cattle Co. / L & E Bulls), animal que agora tem 17 apresentações e seis paradas, sendo quatro de brasileiros. Na seqüência veio Chris Shivers, que já havia vencido quatro Rounds nas etapas anteriores e montou Billionaire (Bailey Rodeo Company) com 87 pontos, assumindo a liderança, já que o último a montar, Travis Briscoe, foi derrotado por Jefferey Scott’s Titanium Tough (Jeff Robinson).

ROUND 3

Fabiano Vieira venceu o terceiro Round em Des Moines com 89.25 pontos montando Segs the Juice (Jeff Robinson), um dos melhores touros para se obter nota na BFTS. A segunda melhor montaria do Round foi de Austin Meier que obteve 88.75 pontos em The Game Changer (Clark / Owen / Showsports) que estava invicto até então. Luke Snyder que ainda estava sem nota, conseguiu a classificação para a Final do evento ao parar em Slim Chance (D & H Cattle Co.) e obter 88.50 pontos, a terceira melhor nota do Round. Robson Palermo, com 85 pontos e Valdiron de Oliveira com 82.75 pontos foram os outros brasileiros a parar em seus touros, e se classificaram para o Short-Go na sexta e oitava colocação, respectivamente.

Com a nota deste Round, Fabiano Vieira somou 261.75 pontos em três montarias, mesma soma de Chris Shivers, que ficou em sétimo no Round 3, e os dois foram para o Short-Go empatados na primeira colocação.

SHORT-GO (FINAL)

Oficialmente Chris Shivers era o lider, pois segundo o critério de desempate, que considera somente a nota recebida pelo competidor, excluindo a do touro, o americano tinha 0,25 pontos de vantagem sobre o brasileiro e teve direito de escolher seu touro primeiro.

 

Yellow Jacket Jr. (Dakota / Berger / Struve / Rosen), que não era montado com sucesso desde a Final Mundial do ano passado sobrou para Luke Snyder que entrou no Short-Go empatado em nono lugar com Travis Briscoe. Snyder havia caido deste mesmo animal uma semana antes, em Seattle, mas desta vez ele levou a melhor e com uma belíssima montaria garantiu a única nota acima dos 90 da etapa de Des Moines, 91 pontos. Daí em diante foi um passeio de feras como Shepherd Hills Trapper (D & H Cattle Co. / Shepherd Hills), Big Tex (Dakota / Berger / Struve), Hank (Jeff Robinson) e Smack Down (Dakota / Berger / Struve / Rosen) que derrotaram Valdiron de Oliveira, Ryan McConnel, Robson Palermo e Colby Yates. Travis Briscoe, Aaron Roy e Austin Meier também foram ao chão antes dos oito segundos e a decisão ficou nas duas ultimas montarias finais. Fabiano Vieira, que parou em pelo menos um touro em cada etapa que participou este ano, havia escolhido Slim’s Ghost (Jeff Robison), um dos cinco clones do lendário Panhandle Slim, e obteve 87.75 pontos, ficando muito próximo de sua primeira vitória na BFTS. Chris Shivers se viu na mesma situação da etapa de Glendale, quando entrou na Final liderando mas não parou em seu touro e deixou o titulo para Valdiron de Oliveira. Mas desta vez ele havia escolhido um touro bem menos duro que na outra ocasião, The Situation (Dakota Rodeo / Chad Berger) e marcou 89.75 pontos, suficientes para ultrapassar o brasileiro em dois pontos e vencer o evento. Shivers não vencia um evento desde janeiro de 2009 e esta foi sua 23ª vitória em 15 temporadas na elite da PBR.

COLOCAÇÃO FINAL – DES MOINES/IOWA

1 – Chris Shivers, 351.50 pontos

2 – Fabiano Vieira, 349.50 pontos

3 – Luke Snyder, 179.50 pontos

4 – Austin Meier, 174.75 pontos

5 – Aaron Roy, 172.00 pontos

6 – Colby Yates, 169.00 pontos

7 – Robson Palermo, 168.75 pontos

8 – Ryan McConnel, 167.25 pontos

9 – Valdiron de Oliveira, 166.50 pontos

10 – Travis Briscoe, 88.50 pontos.

Notas do Campeonato

***Chris Shivers estreou na PBR em 1997 e é considerado o Rei dos Recordes na entidade. Ele foi o primeiro cowboy a ganhar mais de US$ 300 mil em uma única temporada, em 1998, quando as premiações eram bem menores que hoje. Em 2001 ele se tornou o primeiro membro da PBR a ultrapassar a marca de US$ 1 milhão em prêmios e dois anos mais tarde foi o primeiro a ganhar o bônus de US$ 1 milhão dado ao Campeão Mundial e consequentemente o primeiro da história a somar US$ 2 milhões em prêmios. Alguns recordes permanecem até hoje, como ser o único competidor a vencer três eventos seguidos (2000), ter obtido duas vezes 96.50 pontos, a maior nota da PBR e também é recordista em notas acima de 90, tendo conquistado 86 vezes.

***Nos últimos anos muito se falou na aposentadoria de Chris Shivers, pois a muito tempo seu rendimento vem caindo ano a ano, porém nesta temporada ele tem mostrado que ainda é competitivo.  Devido a problemas familiares o competidor só participou de 11 eventos em 2011, mas em apenas quatro ele ficou fora da Final (Short-Go). Com a vitória em Des Moines ele pulou da 19ª para a 12ª colocação, a pouco menos de 200 pontos de um lugar no TOP 10 do ranking. Ele declarou: “Sinto-me saudável, e isso faz a diferença.”

***Shivers que é o único que pode alcançar o tri-campeonato de Adriano Moraes, declarou após a vitória em Des Moines que sabe que não vai ganhar outro campeonato Mundial: “Eu não quero isso do jeito que eu queria antes, e isso não vai acontecer”, finalizou o competidor. Seu principal objetivo agora é se classificar e chegar em boas condições a Final Mundial em outubro, onde igualará o recorde de Moraes, de 14 PBR World Finals.

***Fabiano Vieira participou de 10 etapas na temporada, e chegou a quatro Short-Go, sendo que por duas vezes terminou entre os cinco melhores, parando em 18 dos 30 touros que montou. Dos últimos seis eventos ele ficou de fora apenas da etapa de Tampa/Florida, devido a uma luxação no braço de equilíbrio, e mesmo assim neste período ele subiu 11 posições, do 28º para o 17º lugar.

***Nesta semana, J. B. Mauney e Shane Proctor, que são cunhados, foram atração do Tim McCarver Show, um programa esportivo de nível nacional, cujo o apresentador é um ex-jogador de Beisebol, que brilhou nas décadas de 60, 70 e 80.

*** Brian Canter encontra-se internado em um hospital de Dallas onde passou por uma cirurgia de emergência no sábado a noite, a terceira em menos de uma semana. O competidor está internado por causa de uma infecção e a coágulos de sangue, devido a uma cirurgia no joelho feita a duas semanas. “Brian está muito doente e ele precisa de todos nós orando por ele”, foi a declaração deixada por Tiffany Davis, esposa do Campeão Mundial Jerome Davis no FaceBook. Davis, que ficou tetraplégico depois de um acidente em 1998 foi quem ensinou Canter a arte da Montaria em Touros, em sua escola de Rodeio na Carolina do Norte.

Ranking Parcial após 17 eventos

1 – Valdiron de Oliveira, 7.630,25 pontos

2 – Silvano Alves, 6.320,25 pontos

3 – L.J. Jenkins, 5.597,25 pontos

4 – Austin Meier, 5.306,50 pontos

5 – Robson Palermo, 4.827,00 pontos

6 – Guilherme Marchi, 4.581,25 pontos

7 – Shane Proctor, 4.190,25 pontos

8 – Ben Jones, 3.993,00 pontos

9 – Ryan McConnel, 3.734,25 pontos

10 – J. B. Mauney, 3.429,00 pontos

Outros Brasileiros

17 – Fabiano Vieira,             2.808,50 pontos

19 – Paulo Lima, 2.638,75 pontos

25 – Renato Nunes, 1.948,25 pontos

31 – Wesley Lourenço, 1.383,50 pontos

37 – Douglas Ferreira, 898,00 pontos

39 – Elton Cide, 841,50 pontos

60 – Paulo Crimber, 84,25 pontos

65 – Marco Eguche, 79,50 pontos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 9 de maio de 2011 por em PBR.
%d blogueiros gostam disto: