ARENA BRUTA – Rodeio com mais conteúdo

O melhor conteúdo sobre o verdadeiro esporte do Cowboy

Touro Bushwacker

Bushwacker, a catapulta de Cowboys

(por @HenRiQue_Bad)

De propriedade de Julio Moreno e Richard Oliveira, Bushwacker não se destaca apenas por ser o touro em atividade que mais derrubou competidores, mas também pela rapidez com que faz isso. O touro de aproximadamente 700 quilos, está a 17 meses sem ser montado com sucesso, e isso inclui ter jogado ao chão com dois ou três pulos, Campeões Mundiais e figuras carimbadas do TOP 10 da PBR.

 

Com um ano e meio de carreira dedicada exclusivamente a PBR e um invejável cartel de 32 montarias e apenas duas paradas, o touro é constantemente chamado de catapulta, pela forma e rapidez com que arremessa seus desafiantes. Além das duas paradas, o touro só registra uma montaria acima dos 5,0 segundos, o que lhe da uma media de ‘desmonta’ de 2,85 segundos. Pela BFTS, ele já soma 14 eventos, com 19 apresentações e apenas a parada de Thiago Paguioto, Campeão da PBR Brazil em 2009 e que sorteou o touro no terceiro Round da Final Mundial deste mesmo ano e obteve 89.75 pontos após uma belíssima montaria. De lá pra cá ele já derrotou 16 desafiantes, incluindo o Campeão Mundial Mike Lee (Oklahoma City 2011); os Campeões da PBR World Finals J. B. Mauney (Anaheim 2011), Robson Palermo (Sacramento 2011), Jody Newberry (Las Vegas 2010); o vice-campeão da temporada passada Austin Meier (Iron Cowboy 2011 e Tulsa 2010); o lider do Ranking da PBR em 2011, Valdiron de Oliveira (Pueblo 2010); o lider da temporada da PRCA, Shane Proctor (Springfield 2010 e Oklahoma City 2010) e o Melhor Novato da PBR em 2010, Silvano Alves (Springfield 2010). 

 

Bushwacker estreou nas arenas profissionais em agosto de 2009, durante uma etapa do Touring Pro Divison (Challenger Tour) em Santa Barbara/Califórnia, onde foi avaliado com 48 dos possíveis 50 pontos depois de derrubar o premiado Chad Denton em 3,10 segundos. O primeiro a derrotá-lo foi Markus Mariluch, durante um evento do Touring Pro Division realizado em Las Vegas pouco antes da Final Mundial de 2009, onde o texano obteve 88 pontos. Pela segunda divisão da PBR o touro acumula 11 eventos e 13 apresentações. Além de Paguioto e Mariluch, apenas J. W. Harris conseguiu ficar em seu lombo por mais de 5,0 segundos. O tri-campeão Mundial fez uma apresentação de 6,20 segundos em Waco/Texas, em maio de 2010, pelo TPD.

 

Em 2010, Bushwacker foi o grande Campeão da ABBI na categoria Classic, categoria que reune touros de três e quatro anos, depois de superar outros 19 concorrentes durante a PBR World Finals, rendendo a seus proprietários um prêmio de US$ 250 mil. Ele chegou a liderar também a briga pelo titulo de Touro do Ano e esteve muito perto de se tornar o primeiro a vencer nas duas categorias, mas foi ultrapassado na media geral pelo bi-campeão Bones, e terminou a temporada em segundo lugar. O desempenho incomparável dos últimos meses o colocou no Short-Go dos três eventos que participou nesta temporada (Sacramento, Anaheim e Oklahoma) e o selecionou como um dos dois touros da grande Final do Iron Cowboy 2011, onde derrotou Austin Meier com 2,34 segundos e impediu o competidor de ganhar o Título do evento e a premiação de US$ 50 mil.

 

Devido ao baixo índice de paradas, ele já foi comparado por Cody Lambert, Diretor de Montarias da PBR, com o lendário Bodacious, que teve 135 apresentações e apenas oito paradas e Rampage que teve 53 montarias e também oito paradas. Bushwacker é filho de um dos touros mais respeitados da história da PBR e da PRCA, Reindeer Dippin, que se apresentou 106 vezes e foi montado com sucesso apenas em três oportunidades, sendo a última pelo brasileiro Helton Barbosa em Del Mar/Califórnia, pouco antes de sua aposentaria.

 

BUSHWACKER EM NÚMEROS

VS. Campeões Mundiais PBR – 100% (0-2)

VS. TOP 10 Ranking PBR 2010 – 100% (0-2)

VS. TOP 20 Ranking PBR 2010 – 100% (0-11)

VS. Top 10 Ranking PBR 2011 – 100% (0-10)

VS. Top 20 Ranking PBR 2011 – 100% (0-10)

VS. Qualificados PBR World Finals – 95,84% (1-24)

Montaria mais rápida – Elliott Jacoby, 1,10 segundos (Fort Worth-2009)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 21 de março de 2011 por em Touros.
%d blogueiros gostam disto: