ARENA BRUTA – Rodeio com mais conteúdo

O melhor conteúdo sobre o verdadeiro esporte do Cowboy

PBR Fresno

PBR FRESNO

(por @HenRiQue_Bad)

Valdiron de Oliveira

Pela terceira vez nesta temporada, a elite da PBR desembarcou no estado da Califórnia. Fresno, localizada na região central do estado, apesar de contar com uma população de quase meio milhão de habitantes é considerada uma cidade calma, conhecida por ter belos dias de sol quase o ano todo. O evento aconteceu no Save Mart Center, ginásio da Universidade local, e pelo sétimo ano seguido teve o patrocínio de um famoso Casino, localizado a 15 minutos de Fresno. O americano Corey Bailey estreou na primeira divisão da PBR depois de ter sido campeão num evento do Touring Pro Division no estado de Indiana. O australiano Brett Hanrahan também fez sua estréia, depois que seu vôo atrasou e ele não chegou a tempo de montar na etapa de Chicago. Com isso, pela primeira vez na temporada a Austrália teve cinco representantes na arena. A novidade deste evento foi a volta de Renato Nunes, que era prevista só para abril. Renato quebrou um dedo num evento do Touring Pro Divison em Janeiro, e depois de montar em outros dois eventos da BFTS decidiu se afastar para fazer uma cirurgia, que lhe rendeu sete eventos de descanso. Além do Campeão Mundial de 2010, outros oito brasileiros montaram na arena californiana: Valdiron de Oliveira, Guilherme Marchi, Silvano Alves, Robson Palermo, Fabiano Vieira, Elton Cide, Paulo Lima e Douglas Ferreira. A etapa trouxe uma carga de adrenalina a mais, pois decidiria os 10 competidores que seriam cortados do TOP 40, o que fez com que muitos deles que não viam bem nos últimos eventos, se superassem para não ficarem de fora dos próximos eventos da BFTS 2011.

 

ROUND 1

Foi o Round mais duro da temporada. Apenas 11 dos 40 competidores conseguiram permanecer os oito segundos sobre seus touros e seis foram brasileiros. Douglas Duncan, que só havia parado em sete dos 31 touros que montou na temporada e estava na zona de corte, fez a maior nota do primeiro Round. Montando Bucking Machine (D & H Cattle Co.) o texano de 23 anos, que também havia vencido o Round de abertura da temporada em Nova York, marcou 87.75 pontos, embolsando US$ 3.580. O Campeão Mundial de 2009, Kody Lostroh marcou a segunda melhor nota montando Outa da Blue (Circle T Ranch) com 87.25 pontos. Renato Nunes, que voltou depois de sete eventos montou Spike (Cosca / Brown) e provou que não perdeu a forma enquanto esteve fora das arenas marcando 87 pontos, a terceira melhor nota do Round. Guilherme Marchi foi o quarto da rodada depois de obter 86.25 pontos em Clinically Insane (D & H Cattle Co. / Harrison). Elton Cide em sexto, Valdiron de Oliveira em oitavo, Douglas Ferreira em décimo e Fabiano Vieira em décimo primeiro foram os outros brasileiros a obter nota. Silvano Alves, Paulo Lima e Robson Palermo foram os três únicos brasileiros sem nota no Round de abertura em Fresno.

 

ROUND 2 (SHORT-GO EXTRA)

Dos 10 competidores que voltaram para o Round Bônus, cinco eram brasileiros. Valdiron de Oliveira venceu seu sétimo Round na temporada montando Sue (Julio Moreno / B & E Bucking Bulls). O brasileiro foi o único competidor a parar neste Round, marcando 84.50 pontos e assumindo a liderança do evento, um touro a frente dos outros concorrentes.

 

ROUND 3

A noite de domingo começou com mais um show dos touros, que igualaram a noite anterior, permitindo apenas 11 montarias qualificadas em 39 montarias. Renato Nunes deu seus primeiros passos em busca de ser o primeiro bi-campeão Mundial consecutivo da PBR vencendo o Round com 89 pontos no touro Segs the Juice (Jeff Robinson) e garantindo a classificação para a Final do evento. Stormy Wing ficou em segundo com 88.75 pontos em Early BIRD (D & H cattle Co.) e também garantiu sua vaga entre os 10 finalistas, com duas paradas em três touros. Valdiron de Oliveira montou Deja Blue (Jeff Robinson / Cappello) e garantiu a terceira colocação do Round com 88.25 pontos e foi para o Short-Go como o único competidor a parar nos três touros. O outro único brasileiro a parar foi Douglas Ferreira que obteve 83.50 pontos em Funky Music (Humpz & Hornz) e também alcançou a classificação para a Final de Fresno em quarto lugar. Devido ao baixo índice de paradas, seis competidores conseguiram se classificar para o Short-Go com apenas uma nota, e apenas os quatro primeiros colocados tinham chance de vencer o evento.

 

Valdiron de Oliveira

SHORT-GO (FINAL)

Valdiron de Oliveira entrou para a Final numa situação confortável e só precisava permanecer os oito segundos para garantir sua terceira vitória, e mesmo que caísse ainda poderia ser Campeão, dependendo do resultado de Renato Nunes, Stormy Wing e Douglas Ferreira. Além de Valdiron, apenas Shane Proctor era o outro competidor do TOP 10 da temporada que chegou a Final, o que garantia matematicamente um aumento na diferença de pontos do brasileiro sobre os demais colocados do ranking Mundial.

 

Valdiron com a fivela de Campeão

Um a um os competidores foram caindo, incluindo os Campeões Mundiais Chris Shivers que caiu de Hank (Jeff Robinson), Kody Lostroh que caiu de Shepherd Hills Trapper (D & H Cattle Co. / Shepherd Hills) e o atual lider da PRCA, Shane Proctor, que caiu de Stubby (D & H Cattle Co. / Franzen). Douglas Ferreira caiu de Buckey (Craig & Vicki Wentz) e depois que Stormy Wing caiu de High Octane Hurricane (West Coast) ficou garantida a décima vitória brasileira, só faltava definir quem seria o Campeão: Valdiron ou Renato. O atual Campeão Mundial, Renato Nunes escolheu RMEF Gunpowder & Lead (Jeff Robinson), touro famoso por proporcionar boas notas aos competidores, e levantou o público com uma apresentação de 92 pontos, assumindo a liderança do evento em busca de sua segunda vitória consecutiva em Fresno. Valdiron de Oliveira escolheu Red Hot (D & H Cattle Co. / Harrison) outro touro de boas notas e que ele próprio havia parado a uma semana em Glendale. Os 90.50 pontos foram apenas um mero detalhe, pois o goiano foi o único a parar nos quatro touros e garantiu sua segunda vitória em duas semanas, embolsando mais de US$ 50 mil pela vitória e abrindo uma larga vantagem sobre o segundo colocado.

 

COL. FINAL – FRESNO/CALIFORNIA

1 – Valdiron de Oliveira, 348.00 pontos

2 – Renato Nunes, 268.00 pontos

3 – Stormy Wing, 174.25 pontos

4 – Douglas Ferreira, 167.00 pontos

5 – Douglas Duncan, 87.75 pontos

5 – Travis Briscoe, 87.75 pontos

7 – Shane Proctor, 87.50 pontos

8 – Kody Lostroh, 87.25 pontos

9 – Chris Shivers, 87.00 pontos

10 – Skeeter Kingsolver, 86.75 pontos

 

NOTICIAS DO CAMPEONATO

*** Depois que venceu o evento de Glendale na semana passada Valdiron de Oliveira declarou que sua esposa havia pedido para ele focar em parar em todos os touros de cada evento, e se isso acontecesse os bons resultados e as vitórias seriam conseqüência. Ele parou em todos os touros e venceu o evento pela segunda semana consecutiva. Pela segunda vez nesta temporada ele completou uma serie de nove montarias sem cair do touro.

 

*** Valdiron declarou que nesta temporada tem dedicado mais tempo para ver os vídeos de suas montarias e tem corrigido seus erros, além dos já habituais treinamentos semanais que incluem treinos práticos, andar a cavalo e academia.

 

*** Desde que começou, a nove anos, o evento de Fresno é patrocinado e leva o nome de um famoso Casino que fica localizado a 15 km da cidade. Poucos dias antes do evento, o diretor do Casino se declarou um PBR-Maniaco e acrescentou mais US$ 15 mil a premiação do Campeão do evento.

 

*** Renato Nunes, havia vencido o evento de Fresno no ano passado, depois de fazer três montarias com nota acima de 90 pontos. Após a etapa deste ano, ele declarou ter cansado um pouco devido ao período que estava sem montar, mas provou que em cima do touro parece não sentir o peso da cirurgia no dedo da mão de montaria nem os dias que esteve afastado.

 

*** Com os 818 pontos conquistados em Fresno, sendo 268 de notas e 550 de bônus pelas colocações nos Rounds e colocação Final, Renato Nunes subiu 11 posições no ranking. Se terminar entre os cinco primeiros em Albuquerque, que será um evento de três dias e o competidor terá chance de fazer mais pontos ainda, ele consequentemente entrará no TOP 10 do ranking, o que o deixará mais uma vez na briga pelo título, já que tem uma média de 407 pontos por evento, atrás apenas do lider Valdiron de Oliveira, que tem marcado uma média de 547 pontos por evento.

 

*** Pela primeira vez na temporada Austin Meier terminou um evento sem parar em nenhum touro. Na primeira noite o americano caiu de Perfect Poison (Circle T Ranch) e na segunda noite de Holy Roller (D & H cattle Co.) o que lhe custou a segunda colocação do ranking, perdida para Guilherme Marchi. Meier agora é o terceiro, 67.25 pontos atrás do segundo colocado e 1.690,50 pontos atrás do lider.

 

*** 22 competidores saíram de Fresno sem parar em nenhum touro. Na primeira noite, houve apenas 11 paradas em 40 montarias do primeiro Round e apenas uma entre as 10 do Short-Go extra. Na segunda noite, também houve apenas 11 paradas, mas em 39 apresentações do Round 3, e apenas duas entre os 10 finalistas.

 

*** O brasileiro Elton Cide subiu quatro posições no ranking mas ainda permaneceu fora do TOP 30, o que lhe colocou no corte, mas como ele é o lider absoluto do Touring Pro Divison, volta a BFTS através de uma das cinco vagas que os competidores da segunda divisão tem direito nos próximos cinco eventos.

 

*** Fresno foi o evento da temporada com maior participação de estrangeiros, e por conseqüência menos americanos. Mantendo a média, brasileiros foram nove, além de dois canadenses. O destaque foi para a Austrália, que foi representada por cinco competidores, o que rendeu a declaração do mais experientes deles, Brendon Clark, de que jamais havia visto nada igual. A temporada ainda não contou com a participação de competidores mexicanos, pois como os eventos da PBR México tem contado com grande numero de americanos, os dois lideres do ranking por lá, representam as cores dos EUA, e o melhor mexicano no Ranking do Touring pro Divison é Alfonso Orozco que ganhou US$ 970 no dia 11/03 em Evansville/Indiana e ocupa a 52ª posição atualmente.

 

RANKING MUNDIAL APÓS 11 ETAPAS

1 – Valdiron de Oliveira, 6.017,25 pontos

2 – Guilherme Marchi, 4.326,75 pontos

3 – Austin Meier, 4.259,50 pontos

4 – Silvano Alves, 4.044,75 pontos

5 – Shane Proctor, 3.763,00 pontos

6 – Ben Jones, 3.244,50 pontos

7 – J. B. Mauney, 2.670,00 pontos

8 – Dustin Elliott, 2.603,50 pontos

9 – Robson Palermo, 2.456,75 pontos

10 – L. J. Jenkins, 2.341,75 pontos

Outros Brasileiros

12 – Paulo Lima, 2.116,00 pontos

15 – Renato Nunes, 1.948,25 pontos

24 – Wesley Lourenço, 1.383,50 pontos

30 – Fabiano Vieira, 1.076,00 pontos

38 – Douglas Ferreira, 574,50 pontos

42 – Elton Cide, 393,00 pontos

54 – Paulo Crimber, 84,25 pontos

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 21 de março de 2011 por em PBR.
%d blogueiros gostam disto: