ARENA BRUTA – Rodeio com mais conteúdo

O melhor conteúdo sobre o verdadeiro esporte do Cowboy

PBR Saint Louis

PBR SAINT LOUIS

(por @HenRiQue_Bad)

Silvano Alves montando Shortcut

Saint Louis, cidade de 320 mil habitantes no estado do Missouri, recebeu mais uma vez o Mundial da PBR e seus 40 melhores competidores para a oitava etapa da temporada. O time brasileiro foi composto por oito competidores: Valdiron de Oliveira, Silvano Alves, Guilherme Marchi, Fabiano Vieira, Elton Cide, Wesley Lourenço, Paulo Lima e Douglas Ferreira, registrando a ausência de Robson Palermo, que está fora se recuperando depois de quebrar uma costela. Uma cara nova no TOP 40 foi Chon Miranda, de 20 anos, que já havia participado de duas etapas em 2010, mas fez sua estréia nesta temporada.

ROUND 1

Silvano Alves após o 1° Round

Chance Roberts, que veio a seu segundo evento na temporada, liderou boa parte da noite depois de marcar 88 pontos em Slider (Plummer / Larson / McKee), mas foi superado no final do Round. Silvano Alves, que havia caído de seus últimos três touros montou Shortcut (Circle T Ranch) e venceu a noite, com 89 pontos, recebendo US$ 3.580. Roberts ficou com a segunda colocação e o Bi-Campeão Mundial Chris Shivers foi o terceiro, com 87,75 pontos em Early Bird (D & H Cattle / Buck), touro que vinha de cinco apresentações na PRCA e que fez sua estréia na BFTS nesta noite. Entre os brasileiros, Elton Cide fez sua segunda montaria pontuada na temporada, ficando na décima colocação do Round, com 85.50 pontos em Blind Side (Circle T Ranch); Valdiron de Oliveira foi o décimo terceiro com 85 pontos em Icy Hot (New Frontier); Guilherme Marchi o décimo sexto em Big Money (5 G farms), enquanto os demais não permaneceram os oito segundos.

Kody Lostroh, que participou de apenas um dos últimos cinco eventos devido a uma lesão no cotovelo, fez a quarta melhor nota da noite, 87.50 pontos, montando Segs the Juice (Jeff Robinson). Outro retorno esperado na noite foi do astro Brian Canter, que estava afastado das arenas a quase oito meses. Foi exatamente em Saint Louis, a um ano que Canter decidiu iniciar um tratamento para curar uma lesão no quadril. Tentou voltar cinco meses depois, mas teve que abandonar as competições em julho de 2010. Em sua primeira noite depois do longo período de afastamento, ele montou Bootlegger (Dakota / Berger / Struve / McDevitt) e recebeu uma marcação de apelo com 6.7 segundos, mas os juízes reavaliaram e lhe deram 83.25 pontos.

ROUND 2

E se alguém achou que os melhores touros da noite estariam no Short-Go Bonus, se enganou. Os touros selecionados para o segundo Round estavam implacáveis e derrubaram 27 dos 40 competidores. O australiano Brendon Clark montou em Flip Side (Jeff Robinson / Cappello), que estava invicto na BFTS e permaneceu os oito segundos, sendo o primeiro a parar em 17 tentativas, recebendo 89 pontos. O brasileiro Wesley Lourenço também obteve 89 pontos montando Flashpoint (Teague Bucking Bulls) e dividiu com Clark a vitória neste Round. O terceiro foi Cody Nance que marcou 87.75 pontos em Deja Blu (Jeff Robinson / Cappello). Somente outros dois brasileiros obtiveram nota. Guilherme Marchi foi o décimo colocado com 84.75 em Tight Rope (Jeff Robinson / Cunningham) e Fabiano Vieira fez 84.50 pontos em RMEF Bugle (Jeff Robinson), que estava invicto na temporada. Paulo Lima saiu da arena desacordado após levar uma pancada do touro Bad Moon (Circle T Ranch) mas se recuperou logo em seguida. Kody Lostroh, foi o sétimo melhor do Round e se classificou para o Short-Go Bonus na liderança com 173 pontos, seguido de Sean Willingham com 169.50 pontos.

SHORT-GO BONUS

Guilherme Marchi montando After Party

Três brasileiros voltaram para a arena no Short-Go Bonus. Wesley Lourenço caiu de Paycheck (Hyland Cattle Co.) e Silvano Alves foi o quinto melhor montando King Lopez (K-C Bucking Bulls) com 88 pontos. Guilherme Marchi entrou no Round Extra na terceira colocação e montou After Party (Circle T Ranch), Melhor Touro da PRCA em 2010. Filho de Yellow Cat e irmão do único tri-campeão da PBR Little Yellow Jacket, este touro chegou na noite com um cartel de 28 apresentações e somente duas paradas. Estreou na BFTS a duas semanas, e já havia derrubado dois competidores. Mas o brasileiro, como sempre, tirou proveito da fama do animal e fez 90.25 pontos, vencendo o Round e assumindo a liderança do evento, com 259 pontos. Sean Willinghan e Shane Proctor foram para o domingo empatados na segunda colocação com 258 pontos cada um.

ROUND 4

Dos 39 competidores que entraram na arena no domingo, 29 tinham parado em pelo menos um touro no fim de semana. Kody Lostroh mais uma vez mostrou que mesmo com o cotovelo machucado, voltou competitivo. Montando o touro Fully Loaded (Dakota / Berger / Struve) ele venceu o Round 4 com 89.50 pontos e se classificou para o Short-Go na quinta colocação. Shane Proctor foi o segundo com 88.75 pontos em Deja Blu (Jeff Robinson / Cappello) e foi um dos únicos três competidores a entrar na Final com 100% de aproveitamento. Os outros dois foram Guilherme Marchi, que se classificou em primeiro e Sean Willingham, em terceiro. Silvano Alves, em quarto e Wesley Lourenço em sétimo foram os outros brasileiros que voltaram para disputar o título em mais uma apresentação.

SHORT-GO (FINAL)

Guilherme Marchi no Short-Go

Os competidores mostraram arrojo e surpreenderam na escolha dos touros. Os quatro primeiros da classificação, poderiam ter escolhido touros menos afamados, mas decidiram por montar em quatro dos mais temidos animais da atualidade. Brendon Clark, que entrou em décimo lugar, não pode escolher, pois só lhe restou I’m A Gangster (Jeff Robinson / Cappello). Mesmo caindo, o competidor teve opção de repete (Re-Rider) pois o touro teve uma “viagem” toda atrapalhada. O australiano então foi para o touro reserva, After Party (Circle T Ranch) e acabou caindo com 5.7 segundos. O primeiro a parar no Short-Go foi o brasileiro Wesley Lourenço que havia escolhido Stubby (D & H Cattle / Franzen), e foi o primeiro a parar nele nesta temporada, marcando 89.25 pontos. Em seguida veio Austin Meier que marcou 90 pontos em Cooper Tires Wild & Out (Berger / Struve / Box K). Silvano Alves, que ousou ao escolher Super Duty (Robinson / Katich / Pinnacle Bull), mostrou porque é um dos melhores competidores dos últimos anos. Sem tremer diante do cartel do animal de 53 saidas e três paradas na BFTS, ele fez uma belíssima apresentação que lhe rendeu 89 pontos e o garantiu no TOP 5 do evento.

Faltavam os três invictos do evento. Sean Willingham escolheu Voodoo Child (Robinson / Beutler / Mcneely) e não conseguiu suportar os oito segundos no touro que é bi-campeão Mundial pela PRCA. Shane Proctor, que é um dos competidores mais regulares da atualidade e lidera o ranking da PRCA, escolheu Chicken on a Chain (Robinson / Tedesco / Larry the Cable Guy). Foi a primeira vez que ele montou neste touro, e obteve 89.75 pontos, assumindo a liderança do evento. Encerrando a noite veio Guilherme Marchi, que tinha escolhido Priceless (D & H Cattle Co. / L&E Bulls). Como havia entrado na Final apenas 0.25 pontos a frente de Proctor, o brasileiro precisava de uma nota igual ou superior a do americano para conquistar nossa sétima vitória em sete eventos clássicos da temporada.

Guilherme Marchi após a vitória

A segunda vitória de Guilherme Marchi na temporada veio com uma montaria de 90.50 pontos, totalizando 437.50 pontos em cinco montarias e uma premiação de US$ 40.525. Como Austin Meier também foi bem nesta etapa, Marchi se manteve na terceira posição no Mundial. Proctor que não aparecia entre os dez primeiros, com esta segunda colocação pulou para a quinta posição no Campeonato.

 

 

 

 

Classificação Final – Saint Louis/Missouri

1 – Guilherme Marchi, 437.50 pontos

2 – Shane Proctor, 436.50 pontos

3 – Silvano Alves, 352.75 pontos

4 – Sean Willingham, 346.00 pontos

5 – Austin Meier, 343.25 pontos

6 – Wesley Lourenço, 266.00 pontos

7 – Kody Lostroh, 262.50 pontos

8 – Chance Roberts, 176.50 pontos

9 – Chris Shivers, 176.25 pontos

9 – Brendon Clark, 176.25 pontos

NOTICIAS DO CAMPEONATO

** Com a vitória em Saint Louis, Guilherme Marchi se tornou o competidor que mais acumula prêmios em 2011, chegando a US$ 107.151. Além dele, somente Valdiron de Oliveira já ultrapassou os US$ 100 mil (US$ 102.657). Marchi está a menos de US$ 50 mil de ultrapassar Chris Shivers e se tornar o segundo maior ganhador de prêmios na PBR, atrás de Justin McBride.

** Com a nota da Final em Saint Louis, Guilherme Marchi chegou a 44 notas acima de 90 pontos na carreira. Ele é o quarto competidor que mais recebeu notas acima de 90 na história da PBR, atrás apenas de Chris Shivers (85), Justin McBride (72) e Adriano Moraes (46). Seu recorde continua sendo 94 pontos em Big Tex na etapa de Nampa/Idaho em 2009.

** Valdiron de Oliveira lidera o Clube dos 90 na temporada com quatro notas acima de 90 pontos, incluindo a maior nota até agora, 92.75 pontos em Super Duty na etapa de Nova York.

** Este foi o melhor evento de Wesley Lourenço na temporada. Com os pontos e bônus conquistado pela sexta colocação em Saint Louis, o brasileiro subiu da 44ª para a 26ª colocação no ranking. Antes deste evento ele havia montado em 10 touros e parado em apenas dois, totalizando 183 pontos. Neste fim de semana ele chegou aos dois Shorts-Go e venceu um dos Rounds, acrescentando mais 671 pontos a sua pontuação.

** Brian Canter de 23 anos, voltou a competir depois de sete meses se recuperando de uma lesão no quadril. O competidor que já venceu cinco eventos desde que estreou em 2005, re-estreou parando no touro Bootlegger com 83.25 pontos. Mas este foi o único touro que ele parou no fim de semana. Os outros dois, Crossfire e Josey Wales o derrubaram em menos de quatro segundos, e ele ocupa a 51ª colocação no ranking.

RANKING MUNDIAL APÓS 8 EVENTOS

1 – Valdiron de Oliveira – 4.071,75 pontos

2 – Austin Meier – 4.057,75 pontos

3 – Guilherme Marchi – 3.600,00 pontos

4 – Silvano Alves – 3.131,50 pontos

5 – Shane Proctor – 2.637,50 pontos

6 – Ben Jones – 2.480,50 pontos

7 – J. B. Mauney – 2.313,50 pontos

8 – Dustin Elliott – 2.270,50 pontos

9 – Paulo Lima – 2.116,50 pontos

10 – Ryan McConnel – 2.008,75 pontos

Outros Brasileiros

14 – Robson Palermo – 1.540,00 pontos

22 – Renato Nunes – 1.130,25 pontos

26 – Wesley Lourenço – 854,00 pontos

45 – Elton Cide – 173,50 pontos

46 – Fabiano Vieira – 165,00 pontos



Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 28 de fevereiro de 2011 por em PBR.
%d blogueiros gostam disto: