ARENA BRUTA – Rodeio com mais conteúdo

O melhor conteúdo sobre o verdadeiro esporte do Cowboy

PBR Oklahoma City

PBR Oklahoma City

11, 12 e 13 de Fevereiro

(por @HenRiQue_Bad)

A OKC Arena em Oklahoma City-OK recebeu neste último fim de semana a sexta parada da BFTS em 2011, que foi considerada a melhor etapa da temporada até agora. Foi o primeiro evento após o corte que tirou cinco competidores do TOP 40 e promoveu outros cinco do Touring Pro Division. Mostrando mais uma vez a excelente fase de todos os brasileiros, entre os cinco promovidos pelo TDP, três eram de nosso país, Elton Cide, Douglas Ferreira e Edmundo Gomes.

 

Assim seriam 10 brasileiros competindo em Oklahoma City, mas Douglas Ferreira, que deslocou o ombro esquerdo na etapa de Portland e Edmundo Gomes que está no Brasil, não puderam competir, cedendo suas vagas aos próximos classificados do ranking do TPD. O paranaense Fabiano Vieira foi um dos que herdaram uma dessas vagas. Além de Fabiano e Elton Cide, vindos da divisão de acesso, completaram o time dos TOP 40 outros sete brasileiros: Valdiron de Oliveira, Guilherme Marchi, Robson Palermo, Paulo Lima, Silvano Alves, Wesley Lourenço, que mesmo fora do TOP 40 tem direito de participar deste evento porque estava machucado quando houve o corte, e Paulo Crimber que também tem alguns eventos de isenção ainda.

 

ROUND 1

Paulo Lima no 3° Round

Já era previsto que esta seria a melhor etapa no quesito “Touros”, pois como era véspera do Iron Cowboy a PBR decidiu usar cada Touro apenas uma vez em Oklahoma City, e 150 deles foram convocados para a sexta etapa. Na primeira noite, apenas 14 dos 40 competidores permaneceram os oito segundos. O Bi-Campeão Mundial Chris Shivers, foi o melhor deles com 90.50 pontos em Pure Smoke (Cody Ohl / Ken & Tex). Foi a 85ª nota acima de 90 pontos na carreira do competidor de 32 anos. O brasileiro Robson Palermo, que montou Train Wreck (D & H Cattle Co.) empatou com Ryan McConnel que montou Charlie T (D & H Cattle), ambos com 89 pontos e a segunda colocação. Paulo Lima em sexto, Wesley Lourenço em nono, Silvano Alves em décimo terceiro e Fabiano Vieira em décimo quarto foram os outros brasileiros a pontuar na noite. Robson Palermo caiu de

 

ROUND 2

A segunda noite de competições começou sem o brasileiro Robson Palermo que devido a dores no peito e no quadril decidiu não montar. Palermo ainda é duvida para o IRON COWBOY que será realizado no sábado. Valdiron de Oliveira confirmou seu favoritismo ao vencer o Round com 87.75 pontos montando Soul Train (D & H Cattle Co / MR Bulls). Em segundo lugar ficou Ben Jones, que revelou não estar 100% bom, mas mesmo assim marcou 87.50 pontos em How We Roll (Dakota Rodeo / Chad Berger) que estreava na BFTS. Em terceiro lugar com 87.25 pontos, empataram Luke Snyder montando Vendetta (Mesa Bucking Bulls / Platinum Pistol) e Shane Proctor que montou Wine Hu (Lightning C Cattle / PBJ Bulls). Paulo Lima foi o outro único brasileiro a parar, marcando 85.75 pontos em Love Machine (Sid Evans), ficando na sétima posição. Assim, Paulo Lima e Valdiron de Oliveira foram os únicos brasileiros classificados para o Short-Go Bonus, que reuniu os 10 melhores das duas primeiras noites.

 

SHORT-GO BONUS

Shane Proctor entrou liderando com 175 pontos em duas montarias, mas caiu de Priceless (D & H Cattle Co.). Paulo Lima foi apenas o quarto do Short-Go Bonus montando Copp Hou (Lightning C Cattle) com 88.25 pontos, mas assumiu a liderança do evento com 260.50 pontos. O vencedor deste Round foi o canadense Aaron Roy que montou Carrillo Cartel e obteve 90.25 pontos, assumindo a segunda colocação na soma geral. Mike Lee e Austin Meier, segundo e terceira maior nota do Short-Go Bonus, respectivamente, completaram a lista dos lideres do evento, também com três paradas em três touros.

 

ROUND 4

Chris Shivers que havia caído dos dois touros na noite anterior, parou em The Situation (Dakota Rodeo / Chad Berger) e obteve 89.75 pontos, vencendo o Round 4. Em segundo lugar ficou Aaron Roy, que assumiu a liderança do evento com 88.25 pontos conquistados sobre Fully Loaded (Dakota Rodeo / Chad Berger). A terceira melhor nota ficou para Ryan Dirteater montando Stiffler (Boyd / Floyd Bull Co.), 87.75 pontos. Valdiron de Oliveira também garantiu sua classificação para o Short-Go do evento parando em Chin Music (D & H Cattle Co.), fazendo a quarta melhor nota da rodada, 87.50 pontos. Paulo Lima marcou apenas 83.75 pontos em Wall Street (Dakota Rodeo / Chad Berger), mas suficientes para lhe garantir a segunda colocação no evento. Guilherme Marchi montou Anchor Man (Chad Berger / Levi Smith) mas obteve apenas 69.75 pontos, ficando fora da Final. Um destaque deste Round foi a montaria do australiano Ben Jones no Melhor Touro da PRCA em 2010, After Party (Circle T Ranch), que fazia sua estréia nos eventos da PBR. Jones, que já havia declarado estar apenas com 40% do seu potencial devido a contusões caiu com 3.01 segundos e After Party recebeu a melhor nota entre os Touros deste Round, 45 pontos.

 

SHORT-GO

Seis dos 10 finalistas caíram, incluindo os Campeões Mundiais Chris Shivers e Mike Lee. Shivers que já havia vencido dois Round no evento, não suportou os oito segundos em Say When (Martinez Bucking Bull), touro de 38 saídas e apenas cinco paradas. Mike Lee encarou o Touro mais comentado da temporada, Bushwaker (Julio Moreno / Richard Oliveira), que já tem 18 apresentações na carreira e apenas o Campeão da PBR Brazil Thiago Paguioto, conseguiu vence-lo na Final Mundial de 2009.

 

Paulo Lima comemorando a montaria do Short-Go

Os americanos Shane Proctor e Austin Meier pararam em seus touros, 83.25 e 88 pontos, respectivamente, mas o show na Final ficou por conta dos brasileiros. Valdiron de Oliveira montou Speckled Ivory (Circle T Ranch) que estava invicto em quatro saídas no BFTS e fez 90 pontos. O goiano manteve a liderança do Mundial com 22 montarias e 18 paradas na temporada. Mas o espetáculo maior ainda estava por vir. Paulo Lima levantou o público no OKC Arena com uma montaria de 92.25 pontos em Crosswired (D & H Cattle Co.), animal que deu mais de 90 pontos em sete das oito vezes que foi montado com sucesso. Aaron Roy que liderava a competição não obteve nota em Black Pearl (Ravenscroft / Boyd-Floyd) e a vitória ficou mesmo com Paulo Lima.

Foi a segunda vitória na carreira deste pernambucano de 25 anos que chegou a elite da Montaria em Touros Mundial depois de ser convocado por Adriano Moraes para integrar a equipe Campeã na Copa do Mundo 2010. Em seu ano de estréia ele montou em 14 eventos e depois de ser Campeão em Greenville-CN, fechou a temporada na 23ª colocação com mais de US$ 146 mil em prêmios.

 

COL. FINAL – 6ª ETAPA OKLAHOMA CITY-OK

1 – Paulo Lima, 436.50 pontos

2 – Austin Meier, 428.75 pontos

3 – Valdiron de Oliveira, 353.25 pontos

4 – Aaron Roy, 345.25 pontos

5 – Shane Proctor, 344.75 pontos

6 – Mike Lee, 257.25 pontos

7 – Ryan McConnel, 255.25 pontos

8 – Caleb Sanderson, 252.25 pontos

9 – Chris Shivers, 180.25 pontos

10 – Cody Nance, 173.75 pontos

10 – Chance Roberts, 173.75 pontos

 

NOTICIAS DO CAMPEONATO

 

*** O vice-campeão Mundial de 2010 Austin Meier vem novamente em uma fase espetacular. Em 2011 parou em 17 dos 22 touros que montou e agora é o segundo melhor competidor da temporada. O último touro a derrotá-lo foi Lincoln Electric’s Bring no Short-Go do evento de Indianápolis, no dia 30 de janeiro. De lá pra cá já são oito saídas e oito paradas, o que lhe deu a segunda colocação nos últimos dois eventos, além de terceiro em Indianápolis e quinto em Sacramento. Meier já venceu seis eventos na carreira, sendo cinco na última temporada, quando assumiu a liderança do ranking três vezes numa briga ponto a ponto com Renato Nunes.

 

*** O Bi-Campeão Canadense pela PBR, Aaron Roy, caminhou bem em Oklahoma City atrás de sua primeira vitória na BFTS, chegando invicto e na liderança para sua última montaria, mas foi derrotado por Black Pearl. Campeão da PBR Canada em 2008 e 2010, o competidor de 23 anos já soma 78 eventos na principal divisão da PBR desde 2007 com 222 montarias e 86 paradas e 14° no Mundial de 2009 e 22º em 2010.

 

*** O evento de Oklahoma City viu a estréia de dois novos competidores na elite da PBR, ambos canadenses. Aaron Gibb, que já acumula US$ 43 mil na PBR Canada teve sua primeira oportunidade no TOP 40 mas caiu dos três touros que montou. Jason Finkbeiner que foi o 23º no ranking canadense em 2010 teve uma estréia um pouco mais feliz, parando em Murf (Donaho / Newson / Murff / Pillars) no segundo Round com 81.75 pontos.

 

***Outra cara nova no evento foi a do americano Chance Roberts que terminou empatado na 10ª colocação mas não foi ao Short-Go porque perdeu nos critérios de desempate para Cody Nance. Apesar de ter apenas 20 anos, Roberts já marcou presença em seis eventos da BFTS como Alternate em 2010, tendo chegado as Finais em Albuquerque-NM e Nampa-ID.

 

RANKING APÓS 6 EVENTOS

1 – Valdiron de Oliveira, 3.630,75 pontos

2 – Austin Meier, 3.198,75 pontos

3 – Ben Jones, 2.339,25 pontos

4 – Guilherme Marchi, 2.269,50 pontos

5 – Silvano Alves, 2.183,75 pontos

6 – Paulo Lima, 2.116,00 pontos

7 – Dustin Elliott, 2.027,75 pontos

8 – J. B. Mauney, 1.801,00 pontos

9 – Jordan Hupp, 1.792,25 pontos

10 – Ryan McCaonnel, 1.730,50 pontos

Outros Brasileiros

11 – Robson Palermo, 1.540,00 pontos

17 – Renato Nunes, 1.130,25 pontos

44 – Wesley Lourenço, 183,00 pontos

48 – Elton Cide, 83,00 pontos

51 – Fabiano Vieira, 80,50 pontos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 15 de fevereiro de 2011 por em PBR.
%d blogueiros gostam disto: