ARENA BRUTA – Rodeio com mais conteúdo

O melhor conteúdo sobre o verdadeiro esporte do Cowboy

Resultado PRCA Fort Worth

FORT WORTH STOCK SHOW & RODEO 2011

Fort Worth, Texas – 14 de Janeiro a 05 de Fevereiro

(by @HenRiQue_Bad)

Localizada na região metropolitana de Dallas, umas das mais importantes cidades americanas, Fort Worth tem mais de meio milhão de habitantes e é conhecida como o símbolo do Velho Oeste, por manter monumentos históricos, mostrando ao mundo o jeito texano de ser. O principal evento da cidade é o Fort Worth Stock Show and Rodeo, realizado desde 1896, sendo assim, um dos primeiros Rodeios do Mundo. A 115ª edição do evento realizou durante 23 dias exposições, leilões, julgamento de raças e o tradicional rodeio, que começou no dia 18 de janeiro com a segunda divisão do Xtreme Bulls e continuou a partir do dia 20, com todas as modalidades do Rodeio Completo, válidas pelo Mundial da PRCA. A premiação do evento totalizou US$ 575 mil dólares.

 

XTREME BULLS

Fort Worth abriu a temporada 2011 do Xtreme Bulls realizando a primeira etapa da segunda divisão, que serve como classificatória para a divisão principal. Foram dois dias de competição, que contou com a participação de 80 competidores, divididos em duas turmas. No primeiro dia a vitória foi de Cole Echols que marcou 90 pontos em Monkey Blood (Frontier Rodeo), touro que havia derrubado seus últimos 19 desafiantes, incluindo J. W. Harris na WNFR 2010. Na segunda noite Austin Ambrose, montou o touro Howdy (Lancaster & Pickett), que só tinha cinco paradas em 37 apresentações na carreira, marcando 90 pontos e entrando para a Final da etapa empatado com o vencedor do primeiro Round.

 

No Round Final, apenas quatro competidores permaneceram os oito segundos em seus touros. Cole Echols que era um dos lideres caiu e deixou o caminho aberto para a vitória de Austin Ambrose que desafiou Gringo Honeymoon (Frontier Rodeo), touro de 31 montarias e apenas cinco paradas até então. Com outros 90 pontos, Ambrose somou 180 pontos em duas montarias, seis a mais que Seth Glause e Travis Atkinson que dividiram a segunda colocação.

 

Depois de 14 dias de classificatórias, onde passaram pela arena coberta do Will Rogers Coliseum cerca de 1200 cowboys e cowgirls, ficaram definidos os 12 melhores de cada modalidade que fizeram a Final do evento no dia 05 de fevereiro.

 

LAÇO DO BEZERRO

Matt Shiozawa, que tem quatro WNFR na carreira, entrou no último dia de competição liderando a média, a frente de três ícones da modalidade, Cody Ohl, Fred Whitfield e Trevor Brazile, que vinham respectivamente na segunda, terceira e quarta colocação. Enquanto seus principais concorrentes não fizeram tempo inferior a 11,0 segundos, Shiozawa, que é do estado do Oregon fez a melhor laçada da Final, 7,9 segundos, conquistando o título do evento e subindo para a terceira posição no ranking, com US$ 16.260 na temporada. O segundo colocado foi Clint Cooper, que assumiu a liderança do ranking no lugar de seu cunhado Trevor Brazile.

 

 

TRÊS TAMBORES

Os Três Tambores, levou em consideração apenas um tempo de cada competidora para definir as finalistas. Brittany Pozzi havia feito o melhor tempo nas classificatórias, 16,95 segundos, mas foi apenas a quarta melhor do Round decisivo, perdendo na média para Kay Blandford de Sutherland Springs-Texas. Com a vitória, Blandford que estava fora das TOP 30 da temporada saltou para a terceira posição no ranking, atrás de Brittany Pozzi, que lidera e Jill Moody, segunda colocada.

 

LAÇO EM DUPLA

Os californianos Spencer Mitchell e Broc Cresta chegaram no último dia do evento liderando com a melhor média em duas apresentações, e uma laçada de 6,9 segundos garantiu a vitória. Esta dupla compete junta desde a temporada passada, porém como Cresta fez alguns eventos com outros parceiros, conseguiu a classificação para a WNFR entre os 15 melhores ‘pezeiros’ de 2010, mas Mitchell ficou apenas na 17ª posição no ranking de ‘cabeceiros’ e não foi a Final Mundial. Em 2011 eles ocupam a sétima e a sexta colocação, respectivamente em suas categorias.

 

BAREBACK

Dos 12 finalistas, sete já haviam se classificado para pelo menos uma Final Mundial da PRCA.  Will Lowe, que lidera a temporada se classificou na terceira posição e fez a melhor nota da final do FWSSR, 88 pontos montando Molly (JK Rodeo), mas terminou na segunda posição. Steven Peebles, Melhor Novato de 2009, chegou a final na liderança e encerrou a noite precisando de apenas 76 pontos para ser Campeão. Peebles, de Salinas-California, marcou 84 pontos, faturando a fivela de Campeão e US$ 9.030, o que o colocou na oitava colocação do ranking.

 

SELA AMERICANA

O atual Campeão Mundial da modalidade, Cody Wright entrou na final com uma vantagem de apenas um ponto para o australiano Sam Spreadborough, mas foi insuperável montando Tipped Off (J Bar J Rodeo). Wright que deixou de ver seu filho de 15 anos competir em um torneio de luta livre para estar em Fort Worth, fez a maior nota do evento, 91 pontos, e a primeira vitória nesta arena o deslocou da quarta posição para a liderança do ranking em 2011. Spreadborough terminou em segundo na classificação, e agora é o quarto melhor do ranking da modalidade.

 

BULLDOGGING

Casey Martin, que também já havia sido Campeão no outro grande rodeio da temporada, em Denver-Colorado a duas semanas, venceu novamente, fazendo seu melhor começo de temporada desde que estreou na PRCA em 2002. Martin que mora em Louisiana, entrou na final do evento em segundo lugar na média, atrás de Jake Rinehart, mas fez a melhor apresentação do último dia, finalizando o boi em 3,9 segundos, saindo de Fort Worth com um total de US$ 16.085. Com a vitória ele assumiu a segunda colocação do ranking, atrás apenas de Luke Branquinho que ficou em segundo no FWSSR 2011, e já acumula US$ 22.419 na temporada.

 

MONTARIA EM TOUROS

Apenas dois dos 12 competidores pararam em seus touros na final. O grande Campeão foi Clayton Savage, de Wyoming, que somou 244 pontos e US$ 11.690 em três montarias. Oitavo no Mundial de 2009, ano em que fez sua única WNFR, Savage que entrou na Final do FWSSR em segundo lugar e com 80 pontos tirou a invencibilidade do Touro SuperBad (David Bailey), animal com genética de Playboy Skoal, famoso Touro da década de 90. O outro único a parar na final foi Josh Daries, que pela primeira vez chegou ao TOP 15 do ranking.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 9 de fevereiro de 2011 por em Internacional, PRCA.
%d blogueiros gostam disto: