ARENA BRUTA – Rodeio com mais conteúdo

O melhor conteúdo sobre o verdadeiro esporte do Cowboy

Campeões Mundiais 2010

Trevor Brazile ganha Triplice Coroa pela segunda vez em quatro anos

Dos oito títulos Mundiais de 2010, apenas o de Trevor Brazile no Laço em Dupla, categoria “pezeiro” foi inédito. Os outros sete competidores que receberam a Sela/Troféu e a Fivela de ouro neste sábado já haviam sido Campeões em outras temporadas.

MONTARIA EM TOUROS

J. W. Harris já havia garantido o Título Mundial e a vitória na WNFR 2010 na noite anterior, mas isso não tirou o brilho da última noite de competição da modalidade em Las Vegas. Seis dos quatorze competidores que entraram na arena no sábado permaneceram os oito segundos sobre seus touros. Ardie Meier, que só havia parado em um dos nove touros anteriores fez uma apresentação memorável sobre Scent Loc (Beutler & Son Rodeo) obtendo 91.50 pontos e vencendo o Round 10 da National Finals Rodeo. Meier terminou na 12ª posição das Finais e 13º no Mundial 2010 com US$ 96.358,19.

J. W. Harris

Harris garantiu a quarta posição na noite e foi o primeiro competidor desde B. J. Schumacher em 2006 a parar em oito touros. Ele somou 714 pontos, apenas 10 pontos a menos que Adriano Moraes em 1996, último a vencer nove dos dez touros da Final. O segundo colocado das Finais foi Corey Navarre, vice-campeão Mundial de 2009 e que entrou na WNFR 2010 na 12ª posição no campeonato mas terminou na quarta posição com US$ 146.120.

O novato Shawn Hogg, entrou nas Finais como o número dois do mundo, mas parou em apenas dois dos dez touros e terminou na nona posição do ranking. Campanha parecida com a de Steve Woolsey que entrou em terceiro e terminou em oitavo. Outro que era cogitado a brilhar em Las Vegas era o Campeão Mundial de 2004, Dustin Elliott, que fez uma excelente temporada no Mundial da PBR, mas parou em apenas quatro dos dez touros e fechou na 14ª posição do campeonato 2010.

Foi escolhido também o melhor Touro da WNFR 2010, Hard Times (Beutler Bros. & Cervi Rodeo), seguido de Zombie Zoo (Burch Rodeo).

BAREBACK

Bobby Mote

Bobby Mote, Campeão Mundial de 2002, 2007 e do ano passado, conquistou aos 34 anos o tetra-campeonato, inédito desde 1995 com Marvin Garret. O competidor do estado do Oregon entrou na última noite da Final Mundial precisando apenas pontuar, pois Steve Dent estava muito atrás na classificação da WNFR. Dent montou no Melhor Cavalo de Bareback da temporada, Big Tex (Classic ProRodeo) mas marcou apenas 80.50 pontos e terminou em oitavo lugar, caindo da liderança para a quarta posição no Mundial.

Kelly Timberman, Campeão Mundial de 2004, venceu o segundo Round seguido marcando 88.50 pontos montando Dueces Night (Carr ProRodeo). Timberman terminou a WNFR 2010 em terceiro lugar, mesma posição do ranking Mundial, com US$ 183.191. O Campeão da National Finals foi Justin McDaniel, que ganhou dinheiro em oito dos dez Rounds de Las Vegas e encerrou a temporada com US$ 185.039, na segunda posição do Campeonato.

SELA AMERICANA

Pouco mais de US$ 592 separavam o líder Cody Wright do segundo colocado Wade Sundell e o campeonato seria decidido nos detalhes, pois quem fizesse a melhor nota, ficaria com o titulo. Sundell marcou apenas 81 pontos no cavalo Blue Too (Franklin Rodeo) e viu o seu primeiro titulo Mundial ficar distante, pois Wright iria montar o Melhor Animal de Sela Americana da temporada e só perderia o título se caísse antes dos oito segundos, afinal, em condições normais era impossível esse animal dar menos do que 85 pontos.

Cody Wright

Cody Wright de 33 anos e oito WNFR na carreira, “pediu a solta” sabendo que só dependia de seu próprio desempenho para garantir seu segundo título Mundial. Não podia cair, e fez uma bela montaria de 87 pontos em Painted Valley (Harry Vold Rodeo), que lhe garantiu a segunda melhor nota da noite, a vitória na WNFR 2010 e o Mundial.

A melhor montaria do último Round foi de Heith DeMoss, que também havia vencido o Round 7, mas terminou na 11ª posição em sua terceira participação em National Finals e em sexto no Mundial. Seu irmão mais velho, Cody DeMoss foi um dos quatro competidores invictos nos 10 dias de Final e terminou em terceiro tanto na WNFR 2010 quanto no Mundial. Cort Scheer foi o quarto melhor da temporada e o Melhor Novato de 2009, que participou de sua primeira Final Mundial pulou da 16ª para a quinta posição após os 10 Rounds, com US$ 149.834.

TRÊS TAMBORES (WPRA)

Sherry Cervi

Sherry Cervi, que já havia garantido seu terceiro Título Mundial na noite anterior entrou na arena em busca da vitória na WNFR 2010, mas derrubou um dos tambores do percurso e acabou com o segundo pior tempo da noite.

A vitória no Round 10 foi dividida pelas belas Brittany Pozzi e Angie Meadors com o tempo de 13.67 cada uma. Brittany, atual Campeã Mundial e considerada uma das maiores competidoras da modalidade em todos os tempos, não fez uma boa final e passou os cinco primeiros Rounds sem ganhar premiação alguma e chegou a estar em sétimo no Mundial, depois de se classificar em terceiro lugar. Com a vitória a texana terminou em quinto lugar no Mundial. Angie Meadors também não fez uma boa Final, terminou sete Rounds sem premiação, mas venceu os outros três e pulou da 14ª para a oitava colocação no ranking.

A grande Campeã da WNFR 2010 foi Jill Moody, que aos 45 anos fez sua melhor temporada, alcançando com a premiação final de Las Vegas o segundo lugar no Mundial. Lindsay Sears que entrou nas Finais em segundo lugar foi apenas a sexta melhor da WNFR 2010 e fechou a temporada na terceira posição.

Entre as seis competidoras que participaram da WNFR pela primeira vez, destaque para Kelli Tolbert, do estado de Utah. A Cowgirl formada em Jornalismo foi a Melhor Novata da Temporada 2009 e em sua primeira Final Mundial venceu o Round 2 e ficou entre os cinco melhores tempos em outras cinco noites. Kelli só não ficou entre as cinco melhores das Finais porque derrubou dois tambores na primeira noite, o que fez aumentar sua média com as penalizações de 10 segundos. No Mundial ela terminou na sétima colocação com US$ 132.239.

BULLDOGGING

Dan Gorsuch, entrou na noite decisiva dependendo apenas dele mesmo, apesar de estar em terceiro no Mundial. É que ele liderava a média das Finais e Luke Branquinho e Curtis Cassidy que estavam a sua frente no ranking não tinham boas posições na WNFR 2010 e corriam o risco de ficarem de fora das oito primeiras posições que ganhariam premiação.

Dean Gorsuch

Gorsuch fez uma apresentação regular de 4.80 segundos, mas suficiente para lhe garantir a vitória na National Finals e o seu segundo Título Mundial, pois como Luke Branquinho havia perdido um boi na noite passada só poderia chegar no máximo na sétima posição da Final e mesmo que fizesse o melhor tempo da noite não alcançaria a premiação que ele já havia acumulado.

Branquinho terminou a WNFR na oitava colocação e quarto no Mundial com US$ 160.048. Curtis Cassidy, Campeão Canadense de 2010 e que liderou grande parte da temporada da PRCA venceu o Round decisivo com 3.70 segundos e fechou o ano como vice-campeão Mundial.

O californiano Billy Bugenig que compete na PRCA desde 2003 fez sua primeira National Finals e dividiu o título de Campeão do evento com Dean Gorsuch com a média de 4.57 segundos cada. Bugenig terminou a temporada em sétimo lugar. Outro estreante de destaque foi Cody Cassidy, que fechou a temporada em quinto lugar no ranking depois de ser o terceiro melhor da WNFR 2010.

LAÇO DO BEZERRO

Tuf Cooper fez a penúltima apresentação da noite e com a melhor laçada da noite, 6.90 segundos, assumiu momentaneamente a liderança da WNFR 2010 e a liderança do Mundial. Mas ainda faltava Trevor Brazile, que precisava de apenas US$ 24 mil e se dava o direito de completar a prova em até 22 segundos, para ficar na terceira posição das Finais e garantir o tri-campeonato da modalidade. Brazile estava motivado, pois já havia conquistado os títulos de Melhor Cowboy Completo e Melhor Cabeceiro do Laço em Dupla e dependia dessa laçada para conquistar a Tríplice Coroa pela segunda vez em quatro anos.

Trevor Brazile

Ele fez uma laçada cautelosa, pois se perdesse o bezerro perderia o titulo, e com os 9.10 segundos garantiu a vitória na WNFR 2010 e o Mundial, com US$ 30 mil a mais que seu cunhado Tuf Cooper. Trevor Brazile, que se tornou o primeiro competidor a ganhar US$ 500 mil em uma mesma temporada, totalizou com esse título sua 14ª Fivela da Campeão, Cowboy Completo em 2002, 2003, 2004, 2006, 2007, 2008, 2009 e 2010; Laço do Bezerro em 2007, 2009 e 2010; Steer Roping 2006 e 2007 e Laço em Dupla/Cabeceiro em 2010.

Shane Hanchey terminou em terceiro na média das Finais e também em terceiro no ranking da modalidade em 2010. Fred Whitfield que liderou boa parte das Finais, fez laçadas ruins nos dois últimos Rounds e terminou em quinto na média de Las Vegas e no Mundial.

LAÇO EM DUPLA

Luke Brown (cabeceiro) e Martin Lucero (pezeiro) fizeram o quarto melhor tempo da última noite e garantiram a vitória na WNFR 2010, sendo a única das 15 duplas que acertaram as 10 laçadas. Os texanos de Stephenville terminaram na terceira posição da temporada em seus respectivos rankings.

Patrick Smith

Trevor Brazile e Patrick Smith finalizaram a prova em 7.50 segundos, muito acima da média normal da modalidade mas mesmo assim garantiram a segunda posição na média geral da WNFR 2010 e os títulos Mundiais de Cabeceiro e Pezeiro. Smith que já havia sido Campeão Mundial em 2005 quando laçava com Clay Tryan, fechou a temporada com US$ 202.189 e Brazile com US$ 201.392 nesta modalidade.

Clay Tryan e Travis Graves já entraram na arena sabendo que não tinham mais chances de conquistarem o Mundial, devido a colocação ruim na media das Finais, e acabaram errando a laçada, fechando a semana na sétima colocação da WNFR 2010 e com a segunda colocação na temporada.

A lenda da modalidade, Rich Skelton, que venceu oito Campeonatos seguidos laçando com Speed Williams entre os anos de 1997 a 2004 não foi bem em sua 19ª Final Mundial. Skelton que laçou durante a temporada com David Key fez parceria em Las Vegas com Travis Tryan mas passaram despercebidos acertando apenas cinco das 10 laçadas, finalizando na 12ª colocação da WNFR 2010. Travis Tryan foi o 10º melhor “Cabeceiro” da temporada, enquanto que Rich Skelton terminou em 11º no ranking de “Pezeiros”.

Trevor Brazile ganhou US$ 211.509 nos 10 dias de Las Vegas, batendo seu próprio recorde de maior premiação em um evento da PRCA, que era de US$ 149.009, estabelecido em 2008. Por ser o competidor que mais ganhou dinheiro na WNFR 2010 ele foi o vencedor do primeiro Prêmio RAM Top Gun que concedeu uma fivela personalizada e uma Pick-Up RAM 3500.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 14 de dezembro de 2010 por em PRCA, WNFR 2010.
%d blogueiros gostam disto: