ARENA BRUTA – Rodeio com mais conteúdo

O melhor conteúdo sobre o verdadeiro esporte do Cowboy

O Fenômeno Trevor Brazile

Trevor Brazile, o maior de todos os tempos

(por @Henrique_Bad)

Empatado com Ty Murray com sete títulos Mundiais de Melhor Cowboy Completo (All-Around Cowboy), Trevor Brazile está a poucos dias de confirmar seu oitavo titulo e reescrever a história do rodeio mundial.

 

Trevor em momento de concentração

Aos 34 anos, o título de 2010 já é teoricamente seu, pois o segundo colocado no ranking, o canadense Curtis Cassidy tem US$ 130.873 a menos, e competirá em apenas uma modalidade na WNFR, enquanto que Brazile disputará Laço do Bezerro e Laço em Dupla. Mesmo que Trevor Brazile não ganhe nenhum dólar nos 10 dias de competição – o que sem lesão é impossível de acontecer, Cassidy precisa ficar entre os 5 melhores tempos do Bulldogging em pelo menos oito dos dez rounds.

Os números absolutos já o colocam como o maior Cowboy da PRCA em todos os tempos, mas Brazile prefere se manter com os pés no chão e afirma que é um competidor no mesmo nível dos outros, creditando suas conquistas a seus cavalos, treinados por ele próprio. Com porte físico inferior ao dos outros laçadores, Trevor Brazile faz da concentração sua maior virtude, admirada pelos outros concorrentes.

Ele nasceu para ser um cowboy. Mesmo antes de aprender a falar, ele já foi familiarizado com cavalos e cordas. Seu pai, Jimmy, competiu pela PRCA, chegando quatro vezes a WNFR, e não queria que ele competisse em apenas uma modalidade, e sim que ele fosse um Cowboy Completo e o treinou para isso.

Trevor competindo no Laço em Dupla

Com mais de 15 anos de carreira profissional, é notável que ele estabelecerá muitos recordes, pois tem capacidade de manter está excelente fase ainda por muitos anos, mas ele já afirmou que só continuará no rodeio pelos próximos três ou quatro anos, e depois vai se dedicar a família.

Atualmente o cowboy vive em um rancho na cidade de Decatur-Texas, com a esposa Shada e os filhos Treston, de 3 anos e Stella, de 10 meses. Sua propriedade de 40 hectares tem um centro de treinamento de cavalos Quarto de Milha, com alguns exemplares prontos para as competições, função que ele pretende se dedicar mais quando se aposentar das arenas.

Em 1998, curiosamente, no mesmo ano em que Ty Murray estabeleceu seu recorde e praticamente se despediu da PRCA, Trevor Brazile estreava na WNFR competindo no Laço em Dupla com J. P. Wickett. Com a premiação acumulada também no Laço do Bezerro e no Steer Roping (Espécie de apartação com apenas um bezerro) ele foi o terceiro na corrida pelo titulo de All-Around Cowboy, totalizando US$ 173 mil durante o ano.

 

Trevor descendo para completar a laçada

Seu primeiro título Mundial de Cowboy Completo veio em 2002, quando foi o terceiro colocado no Laço do Bezerro durante as Finais, repetindo a dose nos dois ano seguintes também. Em 2003, foi o segundo competidor da história a competir na WNFR em quatro modalidades, Laço do Bezerro, Steer Roping, Laço em Dupla como “cabeceiro” com um parceiro e “pezeiro” com outro.

Depois de amargar a terceira posição em 2005, entrou em 2006 determinado a conquistar seu quarto titulo Mundial. Ganhou 33 fivelas de campeão durante a temporada e conseguiu premiação em praticamente todos os rodeios em que participou. Foi neste ano que ele conquistou seu primeiro título individual, Campeão Mundial no Steer Roping e se tornou o sétimo cowboy da PRCA a ultrapassar a marca de US$ 2 milhões em prêmios.

Mas o ano de Trevor Brazile foi 2007, quando conquistou três títulos Mundiais na mesma temporada, All-Around Cowboy, Laço do Bezerro e Steer Roping. Este fato não acontecia desde 1983, quando seu próprio sogro, Roy Cooper ganhou a chamada Tríplice Coroa. Trevor ainda bateu o recorde de dinheiro ganho em uma mesma temporada, embolsando US$ 425.115. Mas para ele, tudo isso foi a segunda melhor coisa que lhe aconteceu na temporada, pois seu filho Treston nasceu exatamente no segundo dia de competições da Final.

 

Trevor preparando a laçada do bezerro

A temporada de 2008, marcou não somente o seu sexto Título como também lhe deu a honra de ser o primeiro cowboy da PRCA a atingir a incrível marca de US$ 3 milhões em prêmios.

Ano passado, além de igualar o recorde de Ty Murray, ele ainda conquistou o Bi-mundial no Laço em Bezerro, totalizando 11 títulos na carreira, façanha só realizada antes por outros quatro atletas.

Ty Murray e Trevor Brazile

Certa vez, quando perguntado sobre que conselhos daria a quem pensa em se tornar um Cowboy de Rodeio, Trevor Brazile disse a seguinte frase:

“Há maneiras melhores de fazer uma vida, mas provavelmente não há melhor maneira de viver.”

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 20 de novembro de 2010 por em PRCA, WNFR 2010.
%d blogueiros gostam disto: